Defesa & Geopolítica

26 de Setembro de 2014: A-29 Super Tucano chega a Moody Air Force Base na Geórgia – EUA

Posted by

Chris Carlson (esq), piloto senior da Sierra Nevada Corporation, comprimenta o tenente-coronel U.S. Air Force Jeffrey Hogan, comandante da Afghan A-29 Light Air Support training unit, após o pouso do primeiro A-29 Super Tucano a chegar, no dia 26 de setembro de 2014, a Moody Air Force Base, Geórgia. Moody AFB foi selecionada pelo A-29 LAS para proporcionar treinamento para 30 pilotos afegãos e 90  mecânicos e pessoal de apoio, pelos próximos quatro anos. (U.S. Air Force photo by Airman 1st Class Dillian Bamman/Released)

Roberto Valadares Caiafa

O primeiro de 20 turboélices A-29 Super Tucano chegou ao último dia 26 de setembro a Moody Air Force Base, grande base de treinamento da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), e será empregado na missão de treinamento de mecânicos e pilotos afegãos.

O A-29, comprovada aeronave de treinamento avançado e ataque leve, treinará 30 pilotos e 90 militares do pessoal técnico de apoio em solo, como parte do requerimento colocado pela International Security Assistance Force (ISAF) para conduzir treinamentos fora do Afeganistão.

O A-29 é aguardado com certa urgência para assumir a missão LAS na Força Aérea Afegã, já que os cansados helicópteros de ataque MI-35, atualmente cumprindo essas tarefas, deverão dar baixa do serviço ativo a partir de janeiro de 2016.

Segundo declarações de oficiais norte-americanos envolvidos no programa, o A-29 substitui o MI-35 com vantagens, cumprindo todas as missões previstas para esses vetores e expandindo o leque de possibilidades com novas missões que o MI-35 não pode executar, seja de dia ou a noite, em quaisquer condições climáticas.

Na cerimônia de entrega, o major-general USAF John McMullen (9th Air and Space Expeditionary Task Force- Afghanistan commander Air, U.S. Forces-Afghanistan deputy commander), explicou por que os afegãos precisam tanto dessa aeronave “Claramente, a maior deficiência atual da Força Aérea Afegã é a sua incapacidade em atingir alvos e tropas no solo, a partir do ar, e o A-29 é perfeito para cumprir essas missões utilizando, dentre outras, armas guiadas de precisão.

O Super Tucano oferece agilidade, velocidade adequada e grande alcance, sendo capaz de alcançar qualquer ponto do território afegão e lutar de forma eficiente por um longo período de tempo. Considero o A-29 Super Tucano perfeito para executar essas tarefas, o avião é exatamente o que a Força Aérea Afegã precisa”.

Os Estados Unidos recebem constantemente, para treinamento em aeronaves militares, dezenas de estudantes de países tão díspares como Noruega, Polônia, Singapura, Holanda e Iraque, para citar alunos aprendendo a domar o F-16 Viper.

A Força Aérea dos Estados Unidos também disponibilizou voos de treinamento para alunos afegãos em outros programas baseados no Texas, Mississipi, Arkansas e Oklahoma. Oito dos 10 estudantes afegãos da primeira turma enviada para treinar em Moody já tinham recebido anteriormente suas asas, ao passarem por outras escolas de treinamento da USAF.

Com a sequência do treinamento, todas as 20 aeronaves, após serem entregues ao Afeganistão, serão capazes de prover a Força Aérea Afegã capacidades de combate ar-solo e reconhecimento, apoiando as operações de contra-insurgência e a defesa pelo ar dos seus cidadãos e governo.

“Como bem disse o major-general McMullen, precisamos muito desses A-29“ declarou o major-general Abdul Wahab Wardak, comandante da Força Aérea Afegã, durante a cerimônia de apresentação do A-29 realizada recentemente em Jacksonville, na Flórida “Na atualidade não temos nenhuma aeronave que possa proteger as tropas e lhes prestar eficnte apoio de fogo ar-solo.  Só podemos agradecer a todos os envolvidos nesse programa, e dizer-lhes que vamos crescer e nos fortalecermos, e o A-29 Super Tucano será fundamental nesse processo”.

Fonte: Tecnologia & Defesa

3 Comments

shared on wplocker.com