Defesa & Geopolítica

Tripulação Russa suspende e efetua manobras no mar com o BPC Vladivostok

Posted by


7774277302_le-navire-mistral-quitte-le-port-de-saint-nazaire-samedi-13-septembre-2014Rustam- Moscou

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

No passado 13 de setembro a agência de notícias russas RIA Novosti noticiou que o LHD Vladivostok, um porta helicópteros da classe Mistral encomendado à DCNS-STX pelo governo russo, suspendeu de Saint-Nazaire para testes e manobras no mar e que apesar das informações de restrições por parte do governo Francês, frente as sanções impostas à Rússia, o Navio partiu neste sábado do porto francês levando abordo uma tripulação de cerca de  200 marinheiros russos que efetuarão o seu adestramento e avaliação do navio.

Na imagem que segue, a rota seguida pelo navio durante os exercícios.

PX

O Vladivostok suspendeu as 03:30 hora local (01:30 GMT), mas foi obrigado a esperar as condições favoráveis de maré, posteriormente seguiu para mar aberto às 7:20 (05:20 GMT), acompanhado por dois rebocadores, segundo noticiou a agência de notícias francesa,  France-Presse.
Esta é a primeira vez que o navio vai para o mar desde a sua chegada à Saint-Nazaire, em junho, duas equipes de marinheiros russos, de um total de 400 membros da tripulação, chegaram ao porto e aguardavam este momento para efetuar os testes no mar.
O contrato de US $ 1,6 bilhão para fornecer os navios da classe Mistral firmado entre a empresa francesa DCNS e a estatal russa, Rosoboronexport foi assinado em junho de 2011.

O contrato previa que o primeiro navio da série o LHD (UDC em russo) Vladivostok seriaá operado pela Marinha Russa ainda em 2014, enquanto o segundo navio, o Sevastopol iniciaria as suas operações a partir de 2015.

Os Estados Unidos sempre se posicionaram contra o acordo, a DCNS insistiu que as sanções ocidentais impostas à Rússia por seu papel na Ucrânia não proíbem a construção e transferência dos navios navios Mistral para a Rússia, apesar de informações contrárias a esta terem vindo a poluir a mídia internacional nos últimos dias, chegando a afirmar que o próprio governo Françês esteja disposto a intervir e não liberar a entrega do navio.

Apesar disso como se vê, os fabricantes e construtores franceses vão cumprindo os acordos e a tripulação Russa estaria neste momento efetuando as provas e treinamento em mar tal como acordados nos contratos.

Galeria de imagens exclusivas que mostram o momento do embarque, suspensão e início das provas de mar c0m tripulação russa.

Na semana passada, a França ameaçou suspender o fornecimento dos porta-helicópteros, ligando a sua decisão à crise instalada na Ucrânia, alegando o envolvimento direto de Moscou.

Mais tarde, um porta-voz do governo francês disse RIA Novosti que a entrega do navio não foi oficialmente suspensa e que o presidente francês, François Hollande  simplesmente delineou a sua postura política. Hollande afirmou que ele não aprovaria a transferência do navio, em novembro, caso a situação na Ucrânia não melhorasse. E que este pronunciamento teria sido deturpado por questões políticas e usado como bandeira de propaganda para denegrir a sua imagem e as relações entre os países.

Hollande declarou mais tarde que ele iria tomar a decisão no final de outubro. O presidente acrescentou que as duas condições para a entrega do navio seria um cessar-fogo observado na Ucrânia, bem como um acordo político. O presidente francês também ressaltou que as sanções adotadas pela União Europeia nunca impediram a entrega do porta-helicópteros para a Rússia.

4 Comments

shared on wplocker.com