Defesa & Geopolítica

US Navy testa poderosa arma a laser móvel contra drones

Posted by
ciws_laser400

O sistema de arquitetura permite que a arma seja  baseada no sistema CIWIS Phalanx da Raytheon entre outras plataformas, permitindo um número de aplicações de armas de energia dirigida, incluindo o derivado Laser-Phalanx naval. Ilustração: Raytheon.

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Uma arma a laser compacta e potente desenvolvida pela Raytheon em breve será integrada em um HMMWV, para demonstrar a sua capacidade de abater drones inimigos, como parte do reforço das capacidades de defesa aérea baseados em terra do US Marine Corps.

O escritório da US Navy of Naval Research concedeu à Raytheon US $ 11 milhões para adaptar uma arma laser no veículo, o sistema deve ser capaze de derrotar as ameaças em voo baixo, tais como drones inimigos. 

Para a demonstração de campo planejada pela ONR Raytheon, será integrado um sistema laser  em um veículo HMMWV. Futuramente o sistema será integrado aso veículos JLTV. Alguns dos componentes do sistema já foram testados sob sistemas baseados em terra (GBAD) e agora são desenvolvidas as futuras capacidades navais ‘do programa, demonstrando as funções de detecção e controle de fogo do sistema, com o radar phased array compacto capaz de detectar e rastreamento  UAVs de todos os tamanhos. 

No final do ano, os pesquisadores vão testar todo o sistema contra alvos usando um laser de 10 kW como um trampolim para um laser de 30kW. 

A Raytheon vai entregar um laser com uma potência mínima de 25 kW . De acordo com a ONR , o sistema de 30kW deverá estar pronto para testes de campo em 2016, testes avaliarão o processo de interceptação completa, desde a detecção e rastreamento até disparo, toda avaliação de danos de combate baseados em sensores e processadores de efeitos integrados no veículo de ensaio .

PWG_laser_waveguide300

De acordo com a Raytheon , a arquitetura Wave-Guia Planar patenteado, permite a implementação de um único projeto abertura ópica sem o uso de feixe combinando de elementos ópticos complexos, proporcionando alta qualidade de feixe e escalabilidade além de potência de saída de 200 kW. O projeto também inclui a remoção eficiente de calor e capacidade de gerenciamento térmico, tamanho compacto, rendimento, peso leve e modularidade. Foto: Raytheon

“A solução de laser da Raytheon gera alta potência em um sistema peso-leve, compacto e robusto ideal para plataformas móveis”, disse Bill Hart, vice-presidente da Raytheon Space Systems. 

o Sistema Raytheon Planar Wave Guid (PWG) é a chave para a sua abordagem única de lasers de alta energia. Utilizando uma única PWG, o tamanho e forma de uma régua de 12 polegadas, os lasers de alta energia geram força suficiente para engajar eficazmente pequenas aeronaves. Segundo Hart, a tecnologia implementada para o teste é escalável para sistemas mais poderosos. 

“Nossa arquitetura de laser PWG é escalável: podemos alcançar níveis de potência cada vez maiores com o mesmo design compacto que estamos usando para GBAD . “, disse. 

Com a proliferação de UAVs no campo de batalha moderno, o Corpo de Fuzileiros Navais espera que as unidades cada vez mais terão que se defender contra adversários que tentam realizar reconhecimento, vigilância e ataque a partir do ar por sistemas não tripulados.

De acordo com o coronel William Zamagni, chefe do Expeditionary Maneuver Warfare e Departamento Combate  de Terrorismo, o GBAD dará ao Corpo de Fuzileiros Navais a capacidade de combater as ameaças UAV de forma eficiente, sustentável e orgânica com as forças expedicionárias austeras. 

O “GBAD empregado em um papel contra UAV é apenas o começo de seu uso e abre uma infinidade de outras possibilidades de futuras forças expedicionárias.”

gbad_laser725

O programa Ground Based Air Defense (GBAD) Directed Energy On-the-Move desenvolve as Capacidades Futuras, para a demonstração de campo de um sistema de armas a laser de curto alcance montado sobre o chassis de um veículo Humvee com uma potência mínima de 25 kW. O laser Raytheon-construído será empacotado para atender a requisitos de tamanho, peso e potência exigentes os EUA Corpo de Fuzileiros Navais “. Ilustração: Raytheon

 

Fonte: Defense-Update

11 Comments

shared on wplocker.com