Defesa & Geopolítica

“Der Spiegel” sugere Rússia e Europa juntas por uma nova estrutura de segurança sem os Estados Unidos

Posted by

A discussão sobre a política do Kremlin em relação à Ucrânia dividiu a Alemanha, mas, ao invés de promover uma disputa sem fim, os políticos alemães poderiam se perguntar: o que exatamente gera o conflito com a Rússia? É o que questiona a edição desta semana da revista alemã “Der Spiegel”.

Segundo a revista, o conflito era perigoso desde o início, visto que surgiu na Ucrânia uma contradição entre a relação com os valores ocidentais e sua própria identidade. Com isso, o Ocidente interveio não levando em conta os interesses dos próprios ucranianos, nem os interesses da Rússia.

“Der Spiegel” observa que a Europa determinou os valores ocidentais como prioritários, mas que isso foi decidido em Berlim e Bruxelas, e não em Kiev.

Assim, para fazer um retorno à política prática, a publicação sugere enviar três propostas específicas. Em primeiro lugar, que o Ocidente reconheça que a integração da Crimeia à Rússia é um fato consumado e não está sujeito à revisão. Em segundo lugar, “Der Spiegel” propõe que a Rússia não interfira na aproximação da Ucrânia com a União Europeia, mas que a Ucrânia não deve aderir à OTAN. Por último, que a Rússia e a Europa trabalhem em conjunto para desenvolver uma nova estrutura de segurança sem a participação dos Estados Unidos.

A revista alemã espera que a diplomacia alemã faça essas propostas à Rússia.

Fonte: Diário da Rússia

24 Comments

shared on wplocker.com