Defesa & Geopolítica

Boeing RC-135 Rivet Joint dos EUA foge para a Suécia evitando a interceptação por um caça da Rússia

Posted by

Um Boeing RC-135 Rivet Joint, de reconhecimento, inteligência e vigilância, evadiu-se para a Suécia após ser rastreado por radares e jato de combate da Rússia, um dia após o Boeing 777 da companhia aérea Malaysia Airlines ter sido abatido sobre a Ucrânia.

O RC-135 estava sobrevoando uma região de espaço aéreo internacional coletando dados e informações provenientes das forças russas, que por sua vez rastrearam a posição do jato com os seus radares de solo e enviaram um jato de combate para intercepta-lo.

A perceber que estava sendo monitorado pelos radares russos, a tripulação do RC-135 mudou a rota e seguiu para a Suécia, mesmo sem permissão do país nórdico para realizar um pouso em seu território.

Após este incidente os EUA estão discutindo com a Suécia condições para que seus jatos, em situações como o incidente do dia 18 de julho, possam pousar no país sem ter que aguardar por uma autorização formal do governo de Estocolmo, uma vez que não haveria tempo hábil para isso.

Este, porém, não foi o único incidente envolvendo os EUA e a Rússia. Em 23 de abril um Sukhoi Su-27 passou a pouco menos de 30m do nariz de um outro RC-135, quando este sobrevoava uma região do Mar de Okhotsk, entre a Rússia e o Japão.

Fonte: C&R

9 Comments

shared on wplocker.com