Defesa & Geopolítica

Chineses roubaram dados sobre F-22 e F-35

Posted by

AF-2 (F-35), Flt 119, Maj Scott "Shark" McLaren, &  A/C 4011 (F-Tradução e Adapação: E.M.Pinto

Um cidadão chinês residente no Canadá foi acusado de espionagem e da organização e roubo de dados confidenciais das empresas de servidores da Boeing e Lockheed Martin. Estes incluíram informações importantes sobre os caças F-22 e F-35 e aviões de transporte C-17 Globemaster III.

O principal suspeito é Su Bin, proprietário das fábricas especializadas em tecnologia de aviação, que teve seu escritório no Canadá e foi preso no estado canadense de British Columbia. Segundo a acusação apresentada no tribunal federal de Los Angeles em 10 de julho de 2014, Su Bin trabalhou diretamente com duas pessoas não identificadas na China com a missão de quebrar a segurança industrial que contém informações sobre os projetos militares dos servidores nos Estados Unidos.

Até agora revelou-se que o roubo de 65 Giga bits de dados confidenciais dos programas C-17, F-22 e F-35.

O processo que ocorre em Los Angeles é mais uma prova que aumenta os esforços dos americanos em evitar espionagem cibernética, que é definido em os EUA como “uma ameaça direta para o desenvolvimento econômico”. Na época, informaç~eos divulgadas pelos chineses afirmavam que muitas das soluções encontradas no seu quadrimotor Y-20 são surpreendentemente semelhantes àquelas desenvolvidas pela indústria norte-americana, que teve que fornecer uma enorme quantidade de dinheiro no programa Boeing C-17.

Fonte: Defense24

25 Comments

shared on wplocker.com