Defesa & Geopolítica

Morre Anatoly Kornukov, o general que 1º de setembro de 1983 ordenou a derrubada do voo KAL 007 da Korean Airlines

Posted by

Anatoly Kornukov, o general que estava no comando da defesa aérea das Ilhas Sakhalin em 1983 e que deu a ordem para que o Boeing 747 da Korean Airlines fosse abatido por caças Sukhoi Su-15, morreu nesta terça-feira, próximo a cidade de Moscou, aos 72 anos.

General Anatoly Kornukov

O jato coreano cumpria o voo KAL 007, com 269 pessoas de Nova York (EUA) para Seoul (Coreia do Sul) via Alaska, ainda guarda os seus mistérios e gera muita polêmica sobre o que realmente aconteceu naquele 1º de setembro de 1983.

Oficialmente, por um erro de navegação do piloto, o jato invadiu o espaço aéreo russo numa área estratégica, ocasionando o acionamento das defesas aéreas com a decolagem de três interceptadores Su-15 e um MiG-23. A Rússia acreditava que se tratava de um voo de espionagem dos EUA, cabendo ao General Kornukov dar a ordem para o Major Gennadi Osipovich para que o jato fosse derrubado, que por sua vez empregou dois mísseis ar-ar de médio alcance Kaliningrad K-8.

Existem várias teorias sobre o voo KAL 007, sendo a principal delas de que os EUA teriam usado a companhia aérea coreana para acionar intencionalmente as defesas aéreas russas para permitir uma análise do tempo de resposta da chegada dos caças bem como para fazer a captação dos sinais eletromagnéticos emitido pelos radares de solo.

Na mesma área, naquela madrugada, um RC-135 da United States Air Force, fazia uma missão de reconhecimento no local, o que confirmaria a alegação das autoridades russas do B-747 da Korean Airlines estar em missão de espionagem.
O General Kornukov tornou-se comandante da Força Aérea da Rússia em 1998, permanecendo no cargo até 2002 quando finalmente se aposentou.

Fonte: C&R

2 Comments

shared on wplocker.com