Defesa & Geopolítica

Rússia e China avançam em projeto conjunto de helicóptero pesado

Posted by

Nos últimos meses a Rússia e a China avançaram consideravelmente na discussão do projeto conjunto de um helicóptero pesado. Este ano existe a possibilidade de acordar definitivamente suas especificações e o programa para sua produção, declarou o diretor-geral da companhia Vertolioty Rossii (Helicópteros da Rússia) Alexander Mikheev.

Segundo afirmou, a última rodada de negociações se realizou durante a recente visita de Vladimir Putin à China.

As conversações sobre a construção conjunta de um helicóptero pesado decorrem entre a Rússia e a China desde 2008. Durante o terremoto devastador, ocorrido na província de Sichuan em 2008, dois helicópteros pesados Mi-26 de fabrico russo desempenharam um papel importante na operação de salvamento. Um deles pertencia a uma empresa chinesa de Harbin, o outro foi cedido pelo ministério russo das situações de emergência.

Só esses helicópteros enormes, que são os mais potentes do mundo com uma carga de útil de 20 toneladas, podiam transportar os pesados equipamentos de engenharia até às regiões isoladas. Os trabalhos de salvamento de Sichuan contribuíram para que o governo chinês dedicasse uma especial atenção ao desenvolvimento do parque de helicópteros civis em geral e de helicópteros pesados em particular.

Contudo, no início as negociações russo-chinesas decorriam sem grande sucesso. As partes não conseguiam chegar a acordo sobre as características do futuro helicóptero. Tudo indica que a razão principal eram as divergências existentes entre diversos ministérios chineses. Inicialmente se discutiu a possibilidade de fabricar um helicóptero mais ligeiro que o enorme Mi-26, cujo peso total máximo ao decolar atinge as 56 toneladas.

A parte russa propunha um desenvolvimento conjunto do projeto Mi-46, um helicóptero com um peso até 30 toneladas que foi desenvolvido pelo gabinete de projetos Mil nos anos de 1990, mas que nunca foi produzido. A parte chinesa propunha a realização de um projeto totalmente original, mas foram apresentadas exigências divergentes quanto ao peso e às outras suas características.

Proposta chinesa de um projeto totalmente original – Helicóptero classe 20 toneladas

As partes também não conseguiam chegar a acordo quanto à distribuição dos trabalhos e ao financiamento e à forma de gestão do projeto. A China deverá ser, provavelmente, o mercado principal para o projeto conjunto desse futuro helicóptero. Portanto, a China queria controlar o projeto. A Vertolioty Rossii receava a fuga de tecnologias e não criar estar criando um potencial concorrente, e por isso a parte russa tencionava manter para si as partes mais complexas e dispendiosas do projeto. Tudo junto, isso provoca demoras constantes nas negociações.

A crise ucraniana e a deterioração geral das relações da China e da Rússia com o Ocidente imprimiram uma aceleração a muitas negociações russo-chinesas que estavam demoradas. O exemplo mais conhecido é o do contrato de fornecimento de gás. Parece que o projeto do helicóptero não será uma excepção.

Segundo o diretor-geral da Vertolioty Rossii Alexander Mikheev, se trata de um aparelho completamente novo, que se baseará, no entanto, na plataforma do Mi-26. Assim, o lado chinês parece se ter decidido quanto às suas posições e estará interessada no aparelho mais pesado e mais potente.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/1p1eCvU” standard=”http://www.youtube.com/v/HEApAeciCTg?fs=1″ vars=”ytid=HEApAeciCTg&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep3095″ /]

Formalmente estamos falando de um projeto civil. Sabemos que os helicópteros Mi-26, fornecidos anteriormente pela Rússia à China, estão sendo explorados por companhias civis de Harbin e de Qingdao. Eles são usados essencialmente no transporte de cargas especialmente pesadas para regiões de difícil acesso, assim como em operações de salvamento. Entretanto, não devemos ignorar o grande potencial militar deste projeto.

Os potenciais pontos quentes, ao longo do perímetro da fronteira chinesa, estão localizados ou em zonas de montanha, ou em zonas insulares dos mares que banham a China. Nessas condições, os helicópteros pesados podem ser insubstituíveis para o desembarque de tropas, assim como para o transporte de material de combate pesado e volumoso.

Fonte: Voz da Rússia

3 Comments

shared on wplocker.com