Defesa & Geopolítica

Polaris desenvolve turbina de 10kg para mísseis de até 300km de alcance

Posted by

Polaris_TJ200

A Polaris sediada em São José dos Campos desenvolveu uma microturbina a gás de apenas 160 mm de diâmetro, capaz de gerar 200 lbf de empuxo, pesando apenas 10Kgs e com até 300km de alcance. Esta pequena turbina é capaz de produzir esse empuxo com baixo consumo de combustível, o que permitirá  fabricar mísseis pequenos, baratos e precisos, com alcance elevado. O novo motor, denominado TJ200, foi apresentado nos EUA em fevereiro em um evento de fornecedores do exército americano e mostrado ao público na FIDAE 2014 – Feria Internacional del Aire y del Espacio no Chile, em março. A empresa levou dois exemplares para expor a inovação tecnológica e apresentou aos seus potenciais clientes e para o ministro da defesa do Chile.

Turbojet-desenvolvido-no-Brasil-foto-Polaris-580x230

Turborreator TJ200
No caso da Polaris, isso só foi possível, porque a empresa desenvolveu, com apoio da FINEP, um compressor inovador, tipo axial, denominado TwinBlade, capaz de gerar altas taxas de compressão com menos estágios – O novo compressor encontra-se em fase de testes em um motor Polaris TJ1200, de 1200 lbf de empuxo. A nova tecnologia de compressor axial é de propriedade da Polaris e é uma inovação mundial em Turbinas. O compressor axial utilizado no projeto desse turbojato é transônico e é capaz de gerar uma razoável taxa de compressão, reduzindo consideravelmente o consumo de combustível. Nesses tipos de pequenos motores, o gargalo tecnológico é a eficiência, o que implica em menor consumo de combustível para gerar o empuxo adequado.

polaris_TJ2003Turbojatos desse porte, geralmente são fabricados com compressor centrífugo, o que compromete o diâmetro, para o empuxo desejado, não permitindo seu uso no setor de defesa. Com a tecnologia do TJ200, engenheiros da Polaris afirmam que empresas do setor poderão construir mísseis de pequeno calibre, que podem atingir alvos a centenas de quilômetros de distancia. Devido ao seu porte pequeno, esses mísseis, mais baratos, têm aplicações em operações cirúrgicas para alvos predefinidos ou mesmo em missões de saturamento de área com maior numero de unidades disparadas.
Com o sucesso desse motor, a Polaris se credencia como a primeira empresa no mundo a produzir turbojatos eficientes de pequeno porte, abrindo uma porta para os fabricantes de foguetes de baixo calibre migrarem para a produção de mísseis, de baixo custo, para missões de longo alcance.

Fonte: Segurança & Defesa

15 Comments

shared on wplocker.com