Defesa & Geopolítica

NAe São Paulo A 12 será submetido a novo PMM a partir de 2015

Posted by

A-12_Lado

No dia 25 de março de 2014, o Comandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto e demais autoridades da Marinha do Brasil (MB) , visitaram o Navio-Aeródromo “São Paulo” (NAeSPaulo).

Após uma breve apresentação sobre o Período de Modernização de Meio (PMM) a que o navio será submetido, a partir de 2015, foram percorridas algumas das instalações de bordo, destacando-se a Praça de Máquinas de Ré, Praça de Caldeiras de Vante, os Hangares e o Convés de Voo.

Na ocasião, o Comandante da Marinha dirigiu-se à tripulação, manifestando a sua satisfação em ver a excelente apresentação do navio e ressaltando a essencialidade do NAeSPaulo para o País, motivando todos a superarem os desafios para modernização do meio.

Para ler toda a matéria, acesse a fonte

Fonte: Marinha do Brasil 

18 Comments

  1. NovoBrazuk says:

    A eterna maria fumaça que só fumega mas não sai do lugar,gostaria de saber quanto dinheiro foi gasto nessa brincadeira, porque meu dinheiro não é capim para para emplumados ficarem brincando de jogos de guerra com uma banheira que não sai do lugar e vitimou alguns marinheiros.

    • ViventtBR says:

      Preferia 10 submarinos diesel operativos a mais em nossas águas do que essa eterna tranqueira.
      A não ser que………………..
      esse trambolho e seus caças de museu, sejam uma boa desculpa para a Marinha obter pila, para por baixo dos panos, digo ondas, gastar em algum projeto secreto.
      Às vezes, tem desses subterfúgios dribladores do orçamento oficial, em forças armadas de certos países.

      Por que, cá entre nós, esse Nae problemático, sem escoltas e jatos modernos, serve mesmo para quê?

  2. CAPA PRETA says:

    O maior propinoduto do partidão na Marinha do Brasil, esta há quase uma década docado comendo dinheiro absurdo em modernizações meia boca, agora vem mai uma.

  3. O Nae Sampa,está sempre em PMM,do td nele é de mal a pior.Sem escoltas, só 5 subs meia bocas..Sem grana p tocar os projetos de defesa do país, trágico.( é a denúncia de suborno c os franceses, será verdadeiro? a DPF está fuçando ).sds.

  4. ARC says:

    Licensa poética: afundem essa b… por favor e gastem meu dinheiro com algo eficiente.

  5. 1maluquinho says:

    A idiotia militar naval Brasileira não apenas drena os cofres publicos mas mutila a propria MB.
    Quanto ja se gastou nessa porqueira docada?
    E ainda tem babacas que acham lindo o conves enferrujado ser usado para adestramento da marujada.Vai pro aterro do Flamengo la tem pista de aeromodelismo e pode-se praticar avistamentos a binóculo contando os touleites que flutuam e submergem na Baia de Guanabara.
    Outra idiotia é submarino nuclear em um pais que n~]ao dispõe de armas nucleares.Uma Orca banguéla que serve apenas para tentarem bater o record de submersão.
    O pais estaria melhor defendido com submarinos diesel eletricos Alemães ou construidos aqui no Brasil.Com plataformas e sistemas de defesa costeira e aerea.Com esquadrões de SUs34 o unico caça bombardeiro do mundo com capacidade de interceptação subaquatica.
    A babacolandia ainda na idade da pedra filosofa detectar submarinos com bimotores e intercepta-los com helicopteros e tudo isso porque uma minoria aristocratizada capaxo de Anglos não aceita a possibilidade de aquisição de tecnologia,armamentos e material de origem Russa.Para voces verem que a idiotia ideologica que muito mal faz ao Brasil e principalmente a MB eles aceitariam numa boa tecnologia,armamentos e material genérico de origem Chinesa porque estacionaram no seculo 20 e ainda pregam que Russos comem criançinhas.
    No começo do ano passado segundo fonte de alta patente militar da MB foi detectado o desvio de TONELADAS DE COBRE de dentro do AMRJ a base mais importante da MB guardada e defendida pelo CFN.Essa informação foi vinculada como chamada do Jornal da Band no fim do ano passado,falou-se apenas uma vez e simplesmente esta materia não foi para o ar.
    Fica aqui o meu repudio a todo esse atual comando militar das Forças Armadas Brasileiras que foi escolhido a dedo pela Quadrilha dos Irmãos Petralhas a praticarem o maior roubo publico da historia da humanidade.
    A grande maioria de nossos guerreiros esta envergonhada e revoltada com essa insignificante minoria composta por vermes que não so envergonham a entidade Forças Armadas a guardiã e defensora da constituição,leis,principios eticos.
    Traem o Brasil,traem aos Brasileiros.Deveriam todos serem fuzilados.

    Sr 1Maluquinho:
    Peço que o senhor leia as regras do site, contidas no endereço: http://www.planobrazil.com/normas-do-pb/
    Deixarei este seu comentário na íntegra, sem edição por parte da moderação, e pedirei apenas desta vez que o senhor utilize de um linguajar apropriado para expor suas opiniões.
    A partir deste comentário, qualquer outro que não se enquadre dentro da política do site será sumariamente excluído.

    Grande abraço, Lucasu.

    • Maluquinho, em primeiro lugar, parabéns pelo ótimo comentário… mas manera na linguagem. Eu certamente gostaria de ler o que foi “censurado”… certamente com “bom senso” para parte dos moderadores.

      Em segundo, poderia dar mais informações sobre a capacidade anti-submarino do SU-34? Fiquei bastante interessado nisso… tanto que sugiro uma matéria completa como foi a do Tanque Merkava… mas se simplesmente me apontar onde buscar estas informações já fico muito grato!

      Em tempo, tendo servido à Marinha por 9 anos, e vivido na carne suas contradições, acredito que o Nael devia mesmo ser afundado ou vendido para ferro velho, mesmo que para compra de “OPVs” o que seria muito, mas muito mais interessante para nós!

      • 1maluquinho says:

        Mauro existe no Plano brasil materia relativa ao SU34 basta voce rever as materias mais antigas mas não tão profunda como desejas.

    • BrunoFN says:

      Infelizmente caso o Brasil adquira o Su-34 .. ele n será destinado a MB … e sim a FAB .e dever da FAB pensar em unidade do tipo … como e o caso do P 3 AM…..se a FAB n quer PAK . quem dira SU-34 …

    • 1maluquinho says:

      Faça o mesmo com todo mundo Lucasu

  6. BrunoFN says:

    O A-12 … segue a sina hehehhe ..o ”custo A-12” a MB e insignificante .. se somar a compra do proprio NA (12 mi ) .. a compra dos A-4 (60mi).. mais todos o montante gasto em reformas(10 mi aki 3 ali .. 15 la …17 ka .. etc etc ) .. o valor bruto n chega a 300 mi .. custo esse q n paga sequer uma corveta moderna ….a MB precisa do A-12 pra garantir seu uso de avioes de asa fixa …sem ele .. ela perde essa capacidade …questão de ”doutrina” e ”reserva” de conhecimento .. ruim com ele ..mt pior sem

  7. PÉ DE CÃO says:

    vou ser sincero ,primeiro o fuzil se for velhinho ai o soldado fala não quero usar então vai de faca
    o fuzil aperta o gatilho e velhinho ele manda um balaço no meio do peito que fica parecendo um liquidificador buraco na frente menor e atrás sai o tampão
    e velho mais mata que é uma beleza
    o porta aviões a mesma coisa ta velho mais ta pago e vamos pra frente até chegar um novo demora !!!
    no fal se troca o ferrolho trincado na mag o cano no porta aviões faz essa pmm
    e eu acho que se tivesse o minas gerais antes de terem levado ele para o cemiterio seria aproveitado também!!!
    se flutua e aquenta peso em cima e navega tem sim que ter reaparelhemnto de sistema dentro e pronto

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      RSRSRSRSRSRSSSR… piada pronta…

  8. _RR_ says:

    Amigos,

    Sobre o Su-34…

    Técnicas ASW requerem persistência no espaço de batalha. Em outras palavras, é necessário tempo de voo sobre a área alvo em um ambiente que seja o mais confortável possível para os tripulantes exercerem adequadamente sua função no máximo de sua disposição física. E nisso, aeronaves como o P-3 Orion ou o P-8 Poseidon são superiores, podendo até, se não me engano, levar tripulantes extras. Assim sendo, o Su-34, embora interessante pela sua suíte Sea Dragon, não é propriamente o mais adequado a tarefas de busca e patrulhamento ( dentro da função de ASW ). Para ele poder ter um raio operacional similar ao das aeronaves navais, é necessário reabastecimento em voo ou tanques extras; e mesmo assim não creio que seja possível mante-lo tanto tempo no ar quanto os Orion ( embora já tenha permanecido no ar mais de 15 horas, em testes ), sob pena de exaurir demais os pilotos. Afinal de contas, por mais que os Su-34 sejam confortáveis, não poderiam igualar aeronaves maiores, derivadas de aeronaves comerciais… Em outras palavras, o Su-34 poderia ser um complemento, mas não a base da força ASW. É para tanto que os russos ainda mantem seus Tu-142…

    Mesmo que no futuro os drones assumam por completo as tarefas de patrulhamento naval, ainda serão necessários meios de grande autonomia e raio operacional para chegar longe no oceano e atacar os alvos, contando com reserva de combustível para realizar buscas posteriores. Só para efeito de comparação, os P-3 Orion podem ficar no ar mais de 17 horas ( salvo engano, sem reabastecimento ), se necessário…

    Quanto aos helicópteros, são os únicos meios que podem dotar adequadamente destróieres, fragatas e corvetas de uma aeronave ASW, ampliando assim sua área de atuação.

    Sobre porta aviões…

    Se o Brasil tiver necessidade de projetar poderio convencional contra um adversário fora do continente, decisivamente não vai poder faze-lo com sistemas costeiros e aviação baseada em terra. Daí que, como já argumentei muitas vezes aqui e em outros espaços, um porta-aviões é projeção de poderio aéreo sobre o mar e sobre outros países, onde a aviação baseada em terra não irá chegar. Por isso ele é um meio tão necessário; principalmente para o Brasil, que possuí uma enorme costa e posses insulares. É para tanto que quem pode, corre atrás de ter o seu.

    • ViventtBR says:

      Caro amigo _RR_,
      O problema de ter ou não o A12 é sobre sua real operacionalidade e capacidade de ação contra possíveis agressores do Brasil. Nem seus aviões de museu A-4 já estão todos voando com um mínimo de capacidade atualizada. Nem isso.

      Quanto a essa projeção de poder de um Nae é algo inquestionável.
      Mas convenhamos… Que projeção de Poder esse nosso A12 nos possibilita?
      E contra quem?
      Não venha mencionar paisecos, pois esses jamais se meteriam numa guerra contra o Brasil.
      Então quem sobra?
      E contra esses possíveis reais agressores, qual a doutrina realmente com chances de sucesso nossa Marinha deveria se especializar?
      Será que só existe projeção de poder por meio de doutrinas tradicionais, do século passado?
      Será que nossa Marinha não deveria rever seus conceitos?
      Sds!

      PS: A meu ver a coisa mais acertada que nossa Marinha fez foi finalmente iniciar a construção do nosso subnuc, apesar de tardia e com números que eu não concordo, mas tudo bem, pelo menos o pontapé inicial foi dado. Quanto a seu armamento embarcado, ter ou não essa ou aquela arma, acho que é especificação a ser realmente definida ou aprimorada mais para frente. Isso, a meu ver é o de menos, o mais importante é que teremos subnucs feitos aqui. Mesmo porque seria tremenda burrice diplomática alardear um submarino que nem existe ainda, num país periférico, recheado com armamento atômico. Ou será que certos comentaristas metidos a espertos nunca ouviram falar de ataques preventivos e sabotagens de toda ordem?

  9. César Pereira says:

    Vendam esse NAe São Paulo ,para algum sucateiro,essa embarcação só nos trouxe revés, preservem os militares que servem nesse trambolho,poupem -lhes a vida !

  10. Carlos Augusto says:

    O A12 custou muito pouco para a MB, ele pode ser aproveitado, no Amazonas, com uns dez Mi 35 bem armados encima dele, o importante agora é os submarinos, tanto os convencionais quanto o nuc., o ideal é que essa quantidade seja dobrada, tanto no caso dos convencionais quanto o nuclear, quanto ao armamento, precisamos ter mais liberdade, e mandarmos os americanos plantarem batata.

  11. Pingback: Parceria naval para manutenção do NAe ‘São Paulo’ A 12

shared on wplocker.com