Defesa & Geopolítica

Bob Kennedy em 62: “Goulart é malandro, mas não muito esperto”

Posted by

Presidente do Brasil João Belchior Marques Goulart, conhecido popularmente como “Jango”, ao lado de sua primeira-dama, no comício da Central do Brasil em 1964

Um novo dossiê sobre o golpe militar de 1964 no Brasil, revelado pela ONG americana National Security Archives, mostra a opinião negativa de Robert Kennedy, irmão do então presidente americano, John, após a famosa reunião de 1962, em que ele intimou o presidente João Goulart a adotar uma política menos esquerdista. Segundo Bob Kennedy, Goulart “pareceu o tipo de político capcioso que não é o cara mais esperto do mundo () Ele acha que pegou a gente pelo saco e pode jogar com os dois lados, só fazer pequenas mudanças”.

Por fim, o procurador-geral incitou o presidente a “pessoalmente” esclarecer a Goulart “que ele não podia manter os comunistas, e colocá-los em posições importantes, e fazer discursos criticando os Estados Unidos e, ao mesmo tempo, “receber () milhões de dólares dos EUA. Ele não pode conseguir as duas coisas”.

Nos últimos anos, novos documentos têm mostrado que quase dois anos antes do golpe militar no Brasil, o presidente John F. Kennedy e seus principais assessores começaram a discutir seriamente a opção de derrubar o governo Jango. “As operações clandestinas de desestabilização política contra Goulart entre 1961 e 1964 são o buraco negro dessa hitória”, afirmou Peter Kornbluh, analista do NSA e diretor do Projeto de Documentação sobre o Brasil da ONG, ligada à Universidade George Washington.

Os documentos revelados nesta semana pelo NSA mostram a decisão de Kennedy de criar um clima para o golpe e derrubar Goulart, caso ele não aceitasse as exigências de Washington para que parasse de “brincar” com o que Kennedy dizia ser “antiamericanos ultrarradicais” no governo brasileiro. Gravações feitas na Sala Oval da Casa Branca em 30 de julho de 1962, 8 de março e 7 de outubro de 1963, mostram o debate entre o alto escalão do governo americano sobre como criar uma estratégia para forçar Goulart a mudar suas políticas ou ser derrubado por um golpe apoiado pelos EUA.

Embora Goulart tivesse agido nos bastidores para negociar um fim para a crise dos mísseis cubanos, em 1962, a Casa Branca considerou insuficiente seu apoio aos esforços americanos para isolar Cuba na Organização dos Estados Americanos (OEA). Em 13 de dezembro de 1962, Kennedy disse ao ex-presidente Juscelino Kubitschek que a situação no Brasil “o preocupava mais que a de Cuba”. Dois dias antes, durante uma reunião do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, ficara decidido que o país colaboraria com os opositores de Goulart e tentaria mudar sua postura.

Foi nesse momento que Kennedy enviou seu irmão, Robert Kennedy, para dar um ultimato a Goulart, em 17 de dezembro de 1962. Enquanto Goulart fazia uma longa defesa de suas políticas, Bob Kennedy passou um bilhete para Lincoln Gordon, o então embaixador dos EUA no Brasil, afirmando: “Parece que não estamos conseguido nada”. Assim, em 7 de março de 1963, Bob Kennedy recomendou ao irmão apertar o cerco a Goulart, “deixando claro que levamos isso muito a sério, não estamos brincando, estamos dando um tempo para ele fazer essas mudanças, mas não podemos continuar isso pra sempre”. Na mesma época, poucos meses antes de ser assassinado, o presidente instruiu seus assessores: “Precisamos fazer alguma coisa sobre o Brasil”.

Fonte: Terra

60 Comments

  1. CAPA PRETA says:

    Jango era um populista deposta safado, se os militares não o tivessem botado para correr, vestido de mulher para o Uruguay, ele em troca de alguns Petrotrocados, teria nos colocado na orbita sovietica, e nos jogado numa gerra de classes anarquica já nos anos 60/70, hoje seriamos ainda um país rural, com uma “elite” partidária populista e sem vergonha.

    Pena que os planos dele, estão cada fez mais sendo postos em pratica pelos petralhas hoje.

    • Alvez8O says:

      Para quem não sabe, Jango tinha mais de 70% de aprovação em pesquisa feita pelo IBOPE, pouco antes do golpe,
      esta pesquisa foi cuidadosamente ocultada pela mídia na época e só agora em 2014 veio a público…

      Jango teve muita grandeza e amor ao Brasil, renunciou ao poder para evitar uma ameaça existencial à própria nação: Uma intervenção militar estadunidense, que ameaçava dividir o Brasil em dois!
      ———————————-

      por Rodrigo Vianna

      “Já se sabe, há alguns anos, que os Estados Unidos – com John Kennedy e depois Lyndon Johnson – conspiraram contra o Brasil em 1964. A Operação “Brother Sam” garantia o envio de aviões, de navios de guerra e até a entrada de tropas dos Estados Unidos para dar apoio aos golpistas – se assim fosse necessário.

      Reportagem de Luiz Carlos Azenha, no Jornal da Record, trouxe mais detalhes sobre o apoio dos Estados Unidos ao golpe. Assim como apresentou novas evidências de que o comandante do 2º Exército (São Paulo), Amaury Kruel, recebeu malas de dólares para trair Jango e aderir ao golpe.”

      http://player.r7.com/video/i/533a0a910cf2df41d97924bb?layout=full&full=true&embedded=true#

      O que isso tudo tem a ver com a foto do presidente deposto João Goulart, que permanecerá na capa deste blog durante todo o dia de hoje? Ora, Jango durante muito tempo foi criticado pela esquerda e a direita. Os conservadores diziam que ele era um “comunista” propenso a transformar o Brasil “numa nova Cuba”. Besteira grossa, sem fundamento. Jango era um líder trabalhista, queria reformas – mas dentro da ordem democrática.

      Já a esquerda acusava Jango de fraqueza, por não ter resistido ao golpe. Hoje se sabe que ele tinha conhecimento das movimentações das tropas dos EUA. Jango temia que, se resistisse de armas na mão, daria aos gringos a desculpa para entrarem no Brasil – dividindo nosso território. Aliás, preocupação semelhante à de Getúlio Vargas – que em 1954 também chegou a falar que temia ver o Brasil dividido (como acontecera com a Coréia).

      Para os Estados Unidos, seria ótimo dividir o Brasil – literalmente. Apesar de todos nossos problemas, somos um incômodo – um país grande, bem relacionado com nossos vizinhos, pronto a desafiar (ainda que de forma discreta e pontual) o domínio dos EUA na América do Sul.

      A queda de Jango foi (também) um capítulo dessa disputa, dessa longa batalha da América Latina por independência e autonomia.

      De forma brilhante, o professor Moniz Bandeira mostra como se deu esse longo embate: os detalhes estão em seu “De Marti a Fidel” – livro sobre a Revolução Cubana. Vargas cercado pela direita (e levado ao suicídio) em 1954, Arbenz derrubado na Guatemala no mesmo ano, tentativa norte-americana de invadir Cuba (Baía dos Porcos) e derrubar Fidel. São todos capítulos da mesma guerra. Em 1964, Jango e a Democracia brasileira foram golpeados em meio a essa conjuntura. Que depois vitimaria Argentina, Uruguai e o Chile de Allende.

      Estampar a foto de Jango, no dia em que o golpe nefasto completa 50 anos, é um gesto não só de defesa da Democracia, mas de defesa da independência e da soberania nacional.

      Jango – assim como Vargas dos anos 1950 – simboliza a defesa do interesse nacional. Estou entre aqueles que não aceitam o termo “populismo” como forma de definir a linha política que unia Vargas-Jango-Brizola, e que de alguma forma chegou até Lula-Dilma. Não. Nada de “populismo”. Trata-se do trabalhismo brasileiro. Com seus defeitos e imperfeições.

      Não aceito também a tese do “colapso do populismo” – expressão utilizada em certos circuitos universitários paulistas, para definir o que houve em 1964. Prédios entram em colapso. Falar em “colapso do populismo” é desconhecer (ou minimizar) o golpismo que uniu conservadores brasileiros a interesses dos Estados Unidos, em meio à Guerra Fria.

      Jango foi derrubado. O golpismo derrubou um governo legítimo e popular. Foi necessário um golpe para derrubar um presidente que – se pudesse ser candidato em 1965 – seria reeleito (como indicavam pesquisas do IBOPE feitas na época, e só agora divulgadas).

      Nesse primeiro de abril de 2014, não aceitemos a mentira dos revisionistas, nem o cinismo de editoriais/artigos da imprensa velhaca, que falam do golpe como algo “inevitável”ou como uma “porrada necessária” (na expressão infeliz de um ex-cineasta que aderiu ao revisionismo da Globo). Não!

      Precisamos esculhambar revisionistas e escrachar torturadores – como a rapaziada fez com Brilhante Ustra em Brasília. Precisamos, sim, homenagear os mortos na luta contra a ditadura (muitos deles, sob tortura) e cobrar informações sobre os desaparecidos!

      Mas devemos lembrar também o que veio antes, lembrar o ato fundador da barbárie: em primeiro de abril de 1964, Jango foi derrubado pela direita lacerdista, com apoio de amplos setores da Igreja Católica e da mídia velhaca (Marinhos, Mesquitas, Frias, entre outros), e sob ameaça concreta de invasão de nosso território pelas tropas dos Estados Unidos.

      1964 foi (também) um golpe dos Estados Unidos contra o Brasil. Lembrar Jango é dizer não à ditadura, não à intervenção estrangeira. Sim à Democracia, sim à luta pela independência nacional.

      Viva Jango, nosso presidente!

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Quer dizer então que os COMUNISTAS lutavam pela democracia e pelo povo brasileiro ???… RSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRS… vamos então perguntar a um COMUNISTA que foi GUERRILHEIRO e TERRORISTA na época o que ele acha que a COMUNALHA queria implantar realmente no BRASIL: https://www.youtube.com/watch?v=8VtXhnxWHC0 … essa é a verdade… doela a quem doela… Jango, assim como Brizola tinham como meta a implantação de um estado SOCIALISTA e contavam com a simpatia e ajuda da INTERNACIONAL COMUNISTA… isso todos sabem, não é sigiloso ou foi escondido pela esquerda nacional em momento algum… mas quem quer dourar a pílula esquerdalha sempre vai distorcer os fatos para parecer menos pior… “O DEMÔNIO SE TRAVESTE DE ANJO O TEMPO TODO PARA NOS ENGANAR”…

      • CAPA PRETA says:

        Vou simplificar para você, Jango foi ontem, o que Maduro e hoje na Venezuela, iguaizinhos, o mesmo discursinho populista barato, ante as ruinas de uma nação.

      • Nascimento says:

        A ditadura foi um regime estúpido, violento, que envergonharia a Idade Média. Assassinou militantes de grupos de esquerda e inocentes. Expôs crianças e familiares a sessões de tortura.

        Hoje, os comandantes das Forças Armadas dizem que não têm nada a declarar – mentira. Devem um pedido de desculpas à sociedade brasileira e deveriam colaborar para que os mortos e desaparecidos pudessem ser encontrados e enterrados dignamente. Isso não apagaria o passado, mas daria mais dignidade às Forças Armadas do que o vergonhoso silêncio de seus comandantes.

      • Nascimento says:

        Esqueci as regras da boa educação!

        Saudações Alvez8O!

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Os militares foram incompetentes… se tivessem passado o rodo geral, não estaríamos passando por esses problemas com esquerdalhas na AL…

    • BARCA says:

      Caro Capa não é porque vc não gosta do Jango que vc tem o direito de rotular ele com esses adjetivos enlatados,tudo que não agrada determinado grupo políticio é taxado de ditador,despota,só faltou vc dizer que Jango iria transformar o Brasil em Cuba,Jango ao renunciar prestou um serviço enorme ao Brasil,pois além das forças internas os E.U.A enviaram ao nosso litoral uma frota, E O BRASIL CORRERIA O RISCO DE TER UMA GUERRA CÍVIL,O GOLPE INTERNO SÓ FOI ADIANTE PORQUE O RIO GRANDE DO SUL ADERIU,POIS VISTO QUE O RS ERA O ESTADO MAIS ARMADO DO BRASIL.procure sobra a Operação Brother Sam.

      • CAPA PRETA says:

        caro Barca, respeito sua opinião, mas a única parque que concordo foi esta.
        “Jango ao renunciar prestou um serviço enorme ao Brasil”

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Jango era um LADRÃO, assim como o molusco… afirmo e provo… roubou até os russos… junto com Sebastião Maia, seu “sócio”, queria se tornar o maior latifundiário da américa latina… isso não ouvi de qualquer um, mas de meu próprio pai que era escriturário de um cartório civil e teve acesso ao registro de assentamento das terras… eram milhares de hectares… e tenho dito…

  2. Carl_Carl says:

    Tem quem afirme até hoje que os EUA não tiveram nada com o golpe militar do Brasil, uma idiotice das maiores possível. Os yankees pagaram para os jornais colocarem matérias mentirosas sobre o avanço do comunismo aqui em nosso país, realmente existiam grupos que defendiam o comunismo, mas era algo muito menor que se passava pela imprensa. Outros grupos que foram comprados foram os políticos e militares. De fato os yankees pegaram pesado, estavam dispostos a qualquer coisa para continuar tendo influencia política e econômica no Brasil.
    Mas para piorar ainda existia o fator vira-lata dos militares que chegaram a dizer que queriam o embaixador Lincoln Gordon, o então embaixador dos EUA no Brasil, para presidente, era fechado nesse momento o destino de nosso país. Com a força que era para de fato nos defender nos traindo de forma rasteira não tínhamos mais nada para fazer se não nos render.
    Já os ditos comunistas eram forças simplesmente ridículas que reunião alguns poucos homens e mulheres, poderia se dizer que era um inimigo inofensivo e facilmente manipulado para sustentar um falso clima de medo. Eram perfeitos para os planos dos militares, o único problema é que os guerrilheiros eram tão fracos que muitas vezes os militares precisavam sujar suas mãos para incriminá-los colocando bombas em shows, banca de jornais, escolas entre outros atos terroristas.
    Se não fosse a interferência yankee talvez o Brasil tivesse se tornado um estado neutro, aberto o mercado para todas as nações e nossa economia tivesse crescido muito mais.
    É uma pena que mesmo hoje com tantas provas mostrando as atrocidades que os militares patrocinados pelos EUA cometeram no Brasil ainda tenha quem defenda essa nação inimiga e os golpistas disfarçados de heróis.

    Uma prova de como os militares golpistas eram na verdade heróis que lutavam contra os terríveis comunistas!
    https://www.youtube.com/watch?v=IWuggz3aWhw

    E como diz a musica, agora a coisa mudou e ficam rebolando chorando para não serem investigados usando uma lei ridícula para se defender da justiça. Queria ver se aqui fosse uma ditadura comunista, como falam alguns, o que seria do coro desses ratos vendidos. Ou muito melhor, se aqui fosse uma nação minimamente seria e mandasse esses criminosos para trás das grades como fez os argentinos e chilenos.
    https://www.youtube.com/watch?v=kcc1Qz1eQFo

    • Nascimento says:

      Mais uma pérola

      Os personagens da “Marcha da Família” (OS NOVOS)

      http://www.youtube.com/watch?v=EJNVPwkhghA

      PS: Deus não foi…. mas, o Diabo…

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Nascimorto, vou dar uma olhada no vt da “marcha das vadias”… com certeza tu deve ter participado com relevância dessa passeata “alvissareira”… 🙂

      • Nascimento says:

        Tem mulher e carnaval….. é claro que tô dentro!

        Agora!

        Me fale da sua fantasia de Lanterna Verde. Aquele que se defende com o “anel”.

        KKKKKKKKKKKKKKKKK!

        Ia esquecendo, de “poder” e com todo o respeito!

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        rsrsrsrsrsrs… comunalha bossa nova… UI !!!…

  3. Carl_Carl says:

    Isso é genocídio, ou seja, um crime seriíssimo que poderá levar-los a cadeia, mas aqui é Brasil e a impunidade defende todo tipo de bandido.
    https://www.youtube.com/watch?v=NkyE8nKMajE

    • Nascimento says:

      Roda Vida: Os golpes de Almino Afonso nos entrevistadores

      O “historiador” Villa faz ficção a partir dos 27″; aos 38″ Eliane Cantanhêde diz que Jango não tinha apoio popular, o que é falso; aos 58″, Almino destroça o “historiador”.

      http://www.youtube.com/watch?v=VbGcj_Hy_-0

      • Nascimento says:

        Antes de mais nada saudações!

        Eu já havia postado em alguma matéria que defendia eles de novo. A descoberta desses documentos. Porém não tinha visto o vídeo.

        Essa história toda é revoltante!

        PS: Pode estar chegando ao fim as “mil e uma noites” de Sherazade no SBT!

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      E o genocídio dos cubanos, cerca de 25.000 ???… não falas nada não ???…

  4. 1maluquinho says:

    A COMISSÃO DA INVERDADE E A MILICADA FRACASSADA
    Missão dada,missão não cumprida e ao final arreganharam as pernas.
    Bem a cara do Brasil.

    https://www.youtube.com/watch?v=kpxkDzKSr98#t=1338

    Diferença entre Socialismo e Comunismo
    https://www.youtube.com/watch?v=W9wgLxuaPGU

    Comunalha Narco-Latrina as custas da Petrobras com endosso da socia Odebrecht ja dona de quase metade do Brasil.

    Quando não restar mais nada alguem ira querer fazer alguma coisa mas como fazer alguma coisa se ja não restar mais nada?
    O povo coitadinho reivindicante de bolsismos caga e anda pra tudo doutrinado a aspirar momentos no mais safado individualismo.
    Prostituidos e prostituidas que não sabem o que fazerem com a alforria e perambulam nas proximidades da Casa Grande com saudades das senzalas,tapas na cara e dedadas no rabo.
    Se tivessem cumprido o prometido e exterminado os vermes ou teriamos Lacerda ou Juscelino como presidente e o Brasil hoje não estaria como esta agora nessa eterna idiotia de carqueticos cagões incompetentes e bandidos travestidos de herois.

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      Até tu, maluco, dando ouvidos ao Olavão ???… rsrsrsrsrsrsrs… no final as coisas acontecem exatamente como ele diz… não a toa ele é um GÊNIO… ainda que amaldiçoado pela esquerdalha ele se sobressaia sobre o lamaçal de mentiras fabricadas pela esquerdopatia…

  5. 1maluquinho says:

    ESTE É O VIDEO MAIS ADEQUADO DE SER APRECIADO PARA ESTA MATERIA

    https://www.youtube.com/watch?v=GNkziKTM_nc

    • 1maluquinho says:

      É possivel notar nesse video que indiquei acima que os EUA não temiam que o Brasil se transforma-se numa nova Cuba e sim numa nova China,por nosso potencial.Os EUA sempre temeram um Brasil desenvolvido que rivalize com eles por nossa filosofia e postura sempre anti-intervencionista em defesa do dialogo entre os póvos.
      Assusta o imperio Americano um pais de livre expressão que se faz voz e lider de excluidos.
      Hoje a Russia e a China compreenderam isso e se fazem porta vozes dos que nunca foram ouvidos.A nova ordem mundial justa a qual nos encaminhamos na verdade foi pensada e sugerida pelo Brasil ate mesmo pela ditadura militar que ao perceber as intenções imperialistas afastou-se dos EUA.

  6. ViventtBR says:

    Avaliação perfeita de Robert Kennedy…”Goulart é malandro, mas não muito esperto”…

    …João Goulart como parente do ex-Presidente Vargas foi malandro ao se favorecer dessa influência e ajuda política.

    Mas com medidas de governo: Aproximação com China e possível redução de envio de lucros de multinacionais americanas para os EUA, fatos esses que fatalmente criariam desemprego lá na América, é claro que isso era, em plena época de guerra fria, uma tremenda burrice. Principalmente vindo de um país sem poder bélico algum.
    O tal Robert Kennedy devia estar pensando na reunião com o Jango: “Pô! Esse cara não sabe nem quem é os EUA, e nem mesmo quem é o Brasil, não passa de um Burro, de um asno, estamos de mal a pior com esse aliado!”


    Não sou americanófilo, mas fatos são fatos.

    • Carl_Carl says:

      O fato é que os yankees planejaram e financiaram uma ditadura selvagem no Brasil. Se Goulart era malandro ou burro isso não justifica o que os malditos yankees fizeram a nosso povo.
      Não existe justificativa para tanta maldade, e para piorar a unica que os militares lacaios dos yankees nos deram era mentirosa, o tal “movimento comunista” era uma mentira (repetida até hoje, aliás), o único perigo para o Brasil vinha do Norte Azul assim como é hoje!

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        A escolha era: ANOS DE CHUMBO, com os militares ou RIOS DE SANGUE, com os comunistas… vc escolhe… no mais, vc é tolo e leviano… de novo: https://www.youtube.com/watch?v=8VtXhnxWHC0 … desminta ele… se puder…

    • 1maluquinho says:

      Os propositos eram outros meu camarada e vão muito alem de simplesmente virar a bandeira.Os EUA sempre temeram e temem o potencial do Brasil.Tanto nossos militares e tambem aqueles que se enganjaram na luta armada FORAM TODOS USADOS por serem idiotas e ate hoje não nos libertamos da idiotia.

  7. Era um grd político, é bom, pois ñ ordenou a contenção dos amotinados das n FAS q emporcalhou n história…sds.

  8. Vympel1274 says:

    Falo isso á anos aqui no Plano Brasil……
    Operações de desestabilização interna realizadas pelos EUA em vários países pelo mundo inclusive nos dias atuais são o que devemos atentar, e em vez de defendermos os “direitistas” ou os “esquerdistas”, seja lá de qual época sejam, deveríamos analisar os fatos ocorridos no passado e com base neles estabelecer estratégias para enfrentarmos nossos problemas externos no presente e futuro, sempre lembrando que o BRASIL é a nossa única escolha.

    Estamos em uma área geopolítica na qual os EUA mandam desde sua unificação como país, como era dito no “destino manifesto” redigido por eles mesmos e infelizmente são eles e seus aliados os quais devemos monitorar constantemente visando nossa segurança geoestratégica.

    Exemplo disso atualmente e a tentativa da mudança do termo “atlântico sul” para “bacia do atlântico”, a qual poucas pessoa perceberam as implicações nela contida. Quem se lembra das manifestações a favor da “internacionalização da Amazônia”, em que várias entidades governamentais ou não, dispuseram a censurar o Brasil no início dos anos 90?

    Quem domina a mídia internacional já sai com uma enorme vantagem nas disputas internacionais, e os EUA/OTAN estão na dianteira dos demais países do mundo quanto a isso.

    O que falar da invasão do Iraque, que foi uma guerra criminosa levada a cabo sem o aval da ONU, e baseada numa mentira (armas nucleares), e ainda os principais dirigentes do governo dos EUA eram acionistas das empresas de reconstrução do Iraque?

    O que falar da invasão da ilha de Granada (1983), um estado caribenho independente que foi invadido por representar perigo a segurança dos EUA, por associar-se a Cuba?

    O que falar da independência do Kosovo, que também tinha maioria albanesa e seu processo de desanexação da sérvia foi avidamente defendido pelos EUA/OTAN, e em que medida isso difere da Criméia?

    Muito se fala da ilegalidade da invasão da Criméia (que independente de ser de suma importância para a segurança geoestratégica da Rússia, ainda era território ucraniano), na qual Vladimir Putin ao meu ver, FEZ A COISA MAIS CERTA, devido ao fato de perceber que, A CURTO PRAZO, já havia perdido sua influência na Ucrânia para a UE, então tomou aquilo que lhe era mais vital, que era a Criméia, devido a seu valor histórico e estratégico.

    Se observarem o mapa da região, verão que se a OTAN dispor bases na Ucrânia, estas bases estarão de cara com Moscou, o que representa uma grande vulnerabilidade que eles devem impedir a qualquer custo, e isto se dá na anexação da Criméia e da movimentação de tropas na fronteira lesta com a Ucrânia, ou seja, se a segurança geoestratégica russa for comprometida na região, estes estão dispostos a invadir este país, como já deixaram mais que claro. Analisando esses fatos, vocês acreditam que Putin está tão errado assim?

    De quem é a culpa afinal? Da Ucrânia, é claro, que não teve sucesso em construir um país com uma economia estável, que traria qualidade de vida para seu povo, impedindo assim que outros países levassem a cabo operações de desestabilização interna trazendo caos institucional e de suas forças armadas, as quais não estavam capacitadas em cumprir sua missão de soberania nacional.
    Na verdade, em que somos tão diferentes dos ucranianos?

    • 1maluquinho says:

      O mesmo fazem agora meu caro Vympel embutindo no ativismo a doutrina do capaxismo travestido de boa intenção.
      A tempos EU afirmo que todo ativismo e mesmo grupos tipo Anonymous entre outros são ferramentas de dominação.Como eles mesmo gostam de afirmarem “todas as opções estão sobre a mesa” e jogam de todas as formas.
      Fazer o Brasileiro acreditar ser o Brasil o paraiso livre de perigos e usar do ativismo ambiental para nós mesmos nos impedirmos de desenvolver-nos.
      Um exemplo:As hidreletricas Amazonicas são essenciais para ser levar serviços,infraestrutura,desenvolvimento e para assim podermos gerenciarmos,defendermos e protegermos a nossa Amazonia.Ai vemos intelectuais,artistas e toda sorte de bem intencionados fazerem o jogo dessa manipulação.A quem estes sempre serviram e a quem estes servem senão ao Irmão Caim do Norte!
      Por outro lado uma comunalha no poder que so sabe roubar e fazer o jogo geral externo não so comprando aliados narco-latrinos mas tambem propiciando fatias a gananciosos.
      Espera passar as eleições e veremos eles darem Alcantara e a defesa aeroespacial aos EUA.Escreva o que te digo.Dividem o bolo e os EUA são os unicos que ainda não levaram uma fatia.
      Onde confunde-se cultura com folclore,educação com escolaridade implantam assimetricamente uma programa covarde de descaracterização da sociedade seja usando fatos para produzirem isterismos,seja banalizando conceitos e costumes.As tentativas de legislar sobre as familias,vulgarização da sexualidade,liberação das drogas.Boiolizar,entorpecer e banalizar a sociedade e introduzir ortodoxias.
      Falta de programas de educação moral,civismo.A tempos ja relatei isto aqui,inusitadamente eu estava no patio do Colegio Castelo onde tem tambem a Faculdade Salesiana em Macaé RJ e vi o colegio formado cantando o hino nacional e o hino da bandeira para seu hasteamento.Apos isto antes de se dirigirem a sala de aula a Madre Superiora deu uma preleção sobre o interesse externos nas riquesas do Brasil e a necessidade de as defendermos.Isso deveria ser obrigatorio no corriculo escolar como era ate o final dos anos 70.Despertar em nossas crianças e nossos jovens o patriotismo e o amor ao Brasil.

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Sem querer, maluco, parece que lutamos pelas mesmas coisas, mas de modo diferente… se tem uma coisa que detesto é entreguista… deviam todos parar na ponta de uma corda, seja entregando o país ao narcossocialismo bolivariano ou a interesses alienígenas que sacrificam a nação para que meia dúzia viva nababescamente como fidel na miserável cuba… sobre o que vc falou da IURD, é pura verdade… também não é o que queremos para o país… precisamos sim é de INDEPENDÊNCIA de verdade… quem manda aqui somos nós e com LIBERDADE e não sob a batuta de uma camarilha de ladrões esquerdopatas depravados pelo poder que nos roubam noite e dia… por mim, se precisasse, daria o sangue com satisfação para nos livrar de toda peste que queira subjugar o povo brasileiro… somos verde-amarelo e não vermelho ou qualquer outra cor… só uma depuração total nos livrará dessa corja…

  9. Alvez8O says:

    O próprio General Castelo Branco, foi provavelmente assassinado pelos serviços secretos estadunidenses e aliados locais, pois estava contra a continuidade e o endurecimento do regime militar, ocorrido em 1967/1968…

    “Castelo Branco morreu, logo após deixar o poder, em um acidente aéreo, mal explicado nos inquéritos militares, ocorrido em 18 de julho de 1967.

    Um caça T-33 da FAB atingiu a cauda do Piper Aztec PA 23, no qual Castelo Branco viajava, fazendo com que o PA-23 caísse deixando apenas um sobrevivente.

    No processo sucessório, Castelo foi pressionado a passar a faixa presidencial para o general da linha dura Artur da Costa e Silva, mas estava organizando com o Senador Daniel Krieger um movimento contra o endurecimento do regime”

    Aliás parece que Castelo Branco era mesmo mais legalista, pois já tinha, em 1955, ajudado na remodelação administrativa do Exército e apoiado o movimento militar chefiado pelo ministro da Guerra, general Henrique Lott, que garantiu a posse do presidente eleito Juscelino Kubitschek, já naquela época ameaçado de sofrer um golpe de estado pelos militares.

    • 1maluquinho says:

      E o mesmo fez com Lacerda e Juscelino não é mesmo e Kennedy não tomou na mesma moeda?

  10. Nascimento says:

    Do ponto de vista dos valores democráticos, um golpe de Estado não tem justificativa. Não se faz e não se aceita que outros façam. Deve ser denunciado, punido.

    Por isso é traição, cobardia. Por isso é tão difícil falar sobre ele — embora se fale muito. Tem gente que diz que nenhum assunto rendeu tantos livros e tantas reportagens. Mas se diz pouco. Porque são verdades duras. Os vencedores de 64 contaram sua história e querem repetir a versão de 50 anos atrás ainda hoje. O grau de sofisticação varia, a erudição também. Mas a narrativa é a mesma.

    Por que será? Não estão sequer arrependidos. Não. Eles não acham que erraram. Aqui está o problema.

    Mas foi um crime e como tal deve ser visto e analisado. Não pode ser tolerado.

    Não se pode pensar nele como o filme “Matou a família e foi ao cinema.”

    É justamente pela tamanha gravidade, que, 50 anos depois, o país tem dificuldade para discutir o que houve com clareza e honestidade e tirar suas consequências.

    Nossos valores fundamentais – que começam na democracia, no respeito a soberania popular – não foram respeitados. Havia uma eleição marcada para um ano depois. Foi cancelada – e tudo mais, num pacote grotesco de violências, desmandos, abusos.

    Não tem nada a ver com o “contexto da Guerra Fria,” como se quer acreditar, enobrecendo um argumento para a subordinação e a dependência. A questão é “tentativa contra a soberania do Brasil.”

    As falhas e erros de João Goulart, que eram reais, não explicam tudo e não justificam nada. A questão é anterior e maior. Imagine um crime cuja pena mínima é 20 anos de prisão.

    Não dá para fazer risinhos nem piadinhas.

    Pela palavra traição, não há subterfúgio nem solução optativa.

    Trecho retirado de http://altamiroborges.blogspot.com.br/2014/04/a-palavra-final-sobre-1964.html#more

    • 1maluquinho says:

      Depende meu camarada.
      Se existem insurreições legitimas porque golpes não podem serem legitimos?
      Voce conhece bem a historia do Brasil?Nã a que ensinam nas escolas pois é manipulada e mentirosa mas a verdadeira!A nossa historia é sangrenta e toda ela fundamentada encima de golpes.A propria proclamação da republica foi um ato de alta traição de 3 generais despotas que se transformaram nos 3 primeiros ditadores Brasileiros.
      Então é valido aquilo que agrada a primeiro modo e invalido aquilo que não agrada,mas não agrada a quem se falamos muito em liberdades e democracia e nada é decidido pela vontade da maioria e sim por seletos e seus pontos de vista ou seus gostos.

      • Nascimento says:

        A sua “guerra” foi feita para se brecar reformas sociais e atender os interesses dos EUA. O que não adiantou muito porque mais uma vez toda a América do sul encontrar seu caminho.

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        A comunalha perdeu em 64 e vai perder de novo… agora através do povo… e definitivamente…

  11. Nascimento says:

    A VERDADE QUE VEM DOS PORÕES

    A opinião envenenada

    Outro lado da obscura história da ditadura que embruteceu o Brasil desde 1964 é trazido pela edição de quarta-feira (2/4) da Folha de S. Paulo, com uma reportagem feita numa das bibliotecas da Universidade do Texas, em Austin, com base numa entrevista concedida pelo ex-presidente João Goulart ao historiador americano John Foster Dulles, em 15 de novembro de 1967.

    O depoimento, feito três anos e meio após o golpe que o derrubou e nove anos antes de sua morte, ocorrida em dezembro de 1976, mostra um homem sereno e lúcido, consciente de que o golpe foi tramado pelo governo dos Estados Unidos. O documento, segundo a interpretação do enviado especial Lucas Ferraz, esclarece que João Goulart nunca planejou um golpe de Estado e não tinha a menor simpatia pelo comunismo, ao contrário do que diziam os jornais da época em grandes manchetes. Ele tentava apenas promover reformas “a favor da independência, do desenvolvimento, do bem-estar e da justiça social”.

    Jango entendia, na ocasião da entrevista, que o golpe havia ceifado a chance de o Brasil impulsionar o processo democrático na América Latina. Seu sonho de promover a justiça social foi provavelmente a matriz do movimento reacionário: como sempre, as forças conservadoras da sociedade brasileira se opunham a qualquer política que viesse a colocar sob risco seus privilégios e promover uma redução das desigualdades. As empresas jornalísticas que vieram posteriormente a dominar o cenário da mídia brasileira são justamente aquelas que atuaram como porta-vozes desses interesses oligárquicos.

    O texto traz poucas revelações, porque a Folha provavelmente guarda a íntegra do documento, ou sua parte mais substancial, para a edição de domingo, mas é suficiente para destacar um elemento importante para a análise daqueles acontecimentos: a consciência que tinha João Goulart de que a imprensa havia cumprido um papel central na interrupção do processo democrático em abril de 1964. A “feroz oposição da imprensa contra o seu governo” provocou, segundo a reportagem, o “envenenamento da opinião pública”.

    Alguma relação com o Brasil do século 21?

    Trecho gentilmente retirado de http://altamiroborges.blogspot.com.br/2014/04/a-verdade-vem-dos-poroes.html#more

    • 1maluquinho says:

      Nascimento voce sabe o que é uma guerra,pelo que vejo desconhece.
      Guerra é guerra meu camarada e nela voce usa o que pode e o que não pode para sobreviver.
      Antes que pense que defendo a ditadura militar saiba que sou contra a qualquer tipo de imposição na marra.
      Meu tio avo chamava-se mais conhecidamente Brigadeiro Mello Maluco e foi um dos cabeças do movimento de 64 e quando cresceram o olho no poder ele saiu fora.Foi o unico que saiu fora ou se recusou e NÃO FOI ESCULACHADO por ninguem porque tinha cacife e moral.Foi adido militar em Washington e Ministro da Aeronautica.
      Tive tambem meu avo materno que era um conhecido artista de teatro e foi encontrado morto proximo ao Campo de Santana,proximidades da Faculdade do CACO foco do movimento estudantil.Alegaram que ele tinha sido atropelado mas a autopsia revelou fragmentos de madeira em seu cranio.Foi morto por golpes de cacetete.
      Então meu camarada tive parente dos dois lados e cresci vendo essa disputa dos mais antigos e dos mais novos e te digo que ambos foram usados.Foram usados nossos militares assustados pela manipulação Americana que na verdade temia um Brasil Socializado por nosso potencial e não por politica pois temiam uma nova China ainda mais no continente Americano.E foram usados tambem os idiotas estudantes que se marginalizaram e praticaram atos terroristas e crimes comuns para agariarem fundos para uma pseudo revolução que nunca veio e que nuca viria.
      Onde esta todo o dinheiro que eles roubaram nos assaltos?Hoje devem serem fortunas em contas no estrangeiro enriquecendo terceiros.Nem mesmo as reais lideranças eles conheciam.Eram uns otarios manipulados e usados por astutos.
      Ver hoje pessoas que não vivenciaram nada disso e que desconhecem a fundo tudo o que realmente rolou esquizofrenizarem idiotias.Quem vivenciou tal epoca tem hoje no minimo 70 anos de idade.
      Os bandidos que roubavam e matavam em nome dessa pseudo revolução muitos são os mesmos que hoje estão na vida publica fazendo o que sempre fizeram,mentindo e nos roubando.
      Se pergunte a si mesmo se eles tivessem vencido se hoje nós poderiamos estarmos aqui tratando tais assuntos!
      De todos que viveram esta epoca e participaram ativamente ate agora so vi um que foi sujeito homem embora sendo homossexual ter a coragem de falar a verdade.Foi Fernado gabeira,que pra quem ja assistiu o filme “O que que é isso companheiro” é o guerrilheiro mais inteligente e que conversa no cativeiro com o embaixador Americano.Ele foi o unico macho que disse : “Não não lutava por democracia e sim para implantar a ditadura do proletariado” (entrevista com Maria Gabriela).Ele não so foi macho de falar a verdade mas macho quando militava na guerrilha tambem,porque todos os outros foram frangas e caguetavam seus companheiros o que tornou facil desbaratar e derrotar tudo.
      Essas frangas bandidas e mentirosas que jamais defenderam ou lutaram por democracia agora querem na marra tornarem-se herois e serem indenizados as custas do povo Brasileiro.
      Pra mim nossos milicos foram bundões pois deveriam terem exterminado todos e hoje não teriamos esses bandidos nos roubando.

      • 1maluquinho says:

        Ainda te digo mais.Ele hoje não tem na historia do Brasil e na propria FAB a qual ele amava seu lugar de destaque justamente por ter propria personalidade e não baixar a cabeça pois o primeiro comando que um soldado Brasileiro aprende é : “Comando errado não se executa.
        Teve muito mais honras e muito mais glorias do que muitos outros juntos.
        Hoje é lenda dentro da FAB principalmente no que ele ajudou a fundar e fez dele sua vida o esquadrão Senta Puá

      • Nascimento says:

        Eu não conheço e nem conheci ninguém que não fale sob tortura. E não foi só os seus familiares que perderam parentes na ditadura pelos quais eu lamento muito. Foi acima de tudo golpe para manter regalias de uma minoria civil, que hoje herdaram ou são donos de grandes conglomerados no país.

      • 1maluquinho says:

        Voce não sabe o que é uma guerra e se soubesse veria que foram ate bonzinhos pois se fosse eu não restaria um unico verme hoje nos roubando.
        Voce fala de manter o poder para propiciar regalias a seletos mas é cego pra enchergar que essa comunalha hpje faz muito mais que isso.
        Amiguinho Nascimento FHC privatizou o Brasil e Lula desnacionalizou o Brasil.
        Ambos são merdas oriundas de uma unica bunda afinal de contas neste pais situação e oposição são microbios da mesma origem,todos não passam de bandidos.
        E amiguinho é direito internacional reconhecido se usar a força necessaria se preciso for para se fazer cumprir a lei.A força é instrumento cumpridor da lei.
        Jamais prevalecera no Brasil essa comunalha que não passa de organização criminosa.Escreva o que te digo,basta transgredir a constituição e tudo caira.
        Os tribunais anseiam pelos imundos.
        Não me venha justificar com os erros do passado quem pratica crime contra a nação e o proprio povo.
        Voces que defendem estes bandidos deveriam terem vergonha de fazerem apologia ao crime organizado.

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Não adianta, maluco… essa corja PETRALHA não tem vergonha na cara… roubar é dos males que eles perpetram contra a nação o menor… pior é o controle total que estão perpetrando contra as instituições nacionais… estão tirando o direito de greve das policias civis e federal, irão extinguir as polícias militares estaduais e inflar a tal guarda nacional bolivariana (os de quepes vermelhinhos), calarão os MP’s via legislação infraconstitucional, e sente-se para não cair: acabarão com a tripartite dos poderes, ou seja, judiciário, executivo e legislativos serão unificados sob uma provável ditadura civil, como na Venezuela (o ministro Cardozo disse em público da “necessidade” de se rever a tripartição dos poderes, algo que todas as constituições modernas DO MUNDO já consagraram e que aqui será exterminada)… cabe agora saber quem será o nosso futuro MADURO… rsrsrsrsrsrs… não quero estar vivo para ver esse país ser alijado… tenho pena das próximas gerações… irão comer o pão que os comunas amassaram… só uma guerra civil para limpar esse país… infelizmente…

  12. Nascimento says:

    O golpe está de volta! Vamos reagir!

    Enviado por Miguel do Rosário on 09/03/2014 – 2:25 pm 24 comentários
    A carta de um general do Exército publicada no site da Sociedade Militar, onde ele fala abertamente em intervenção militar e pede a opinião pública para se mobilizar em favor de um movimento neste sentido, nos obriga a algumas reflexões e ações de caráter emergencial.

    Arrisco algumas razões para o surgimento desses ovos de serpente e sugiro, humildemente, algumas reações.

    1) Há uma falha histórica do Brasil, onde os valores democráticos vieram impostos de cima. Temos séculos e séculos de autoritarismo e apenas poucos anos de democracia. Seria preciso um investimento mais assertivo em valores democráticos, a ser disseminado pelo sistema de educação pública e pelas redes de TV. O governo poderia aproveitar os 50 anos de golpe para elaborar spots para a TV aberta com aulas sobre democracia, contendo denúncias contra a ditadura, em horário nobre.

    2) A questão da mídia é novamente central aqui. Nossa mídia ainda é a mídia da ditadura. Quem detêm os meios de comunicação no país ainda são as mesmas forças que impuseram o regime militar. As forças da redemocratização tiveram espaço aberto na mídia a partir dos anos 80, mas a propriedade permaneceu em mãos dos mesmos de antes. Eles agora estão voltando a botar as manguinhas de fora para mostrar quem é que manda na comunicação social brasileira.

    3) Assim como antes, acena-se com o fantasma do comunismo para assombrar setores manipulados da classe média. É preciso uma resposta de alto nível, explicando que essa é uma tática enganosa. Soa até ridículo falar isso, mas enfim, alguém precisa esclarecer a esse povo que o Brasil não caminha para nenhuma ditadura comunista. O partido no poder, o PT, nasceu sob a égide da democracia, em oposição às vertentes autoritárias da esquerda.

    4) Talvez a coisa mais importante a fazer é mostrar, de maneira mais simples e popular, que a ditadura brasileira foi fundamentalmente corrupta. Hoje sabemos, aliás, que o golpe de 64 foi comprado. A cúpula militar se vendeu por propinas milionárias. Generais estavam no bolso de empresários, e houve inclusive muito financiamento estrangeiro. Até um intérprete semi-conservador do golpe, como Elio Gaspari, que escreveu alguns livros sobre a ditadura, mostra claramente que o regime foi corrupto até os ossos. Corrupto, caótico e incompetente.

    5) Nestes 50 anos do golpe, o Brasil que acredita na democracia se vê diante de um desafio que precisa ser superado. As comissões de verdade precisam de um apoio maior. A luta contra a ditadura agora é simbólica, e não menos importante.

    6) A pregação por uma nova intervenção militar é um movimento apenas hipocritamente apartidário, porque bebe sua força no ódio ao PT. Assim como, em 1964, se alimentava do ódio ao PTB, ao varguismo e ao movimento sindical. A reeleição de Dilma Rousseff, portanto, precisará se politizar também neste sentido, como uma reafirmação dos valores democráticos contra aqueles que não aceitam ser derrotados pelo voto. A vitória de Dilma, reafirmando a liderança e popularidade do PT junto ao grande eleitorado, será uma vitória também contra esse monstro bizarro que fugiu de seu túmulo: o golpismo anti-povo, que não aceita que nenhum partido de esquerda assuma o poder, e se assumir o poder, que se mantenha nele por muito tempo.

    7) Não pode haver medo. As instituições democráticas precisam reagir com mais rigor e severidade contra esse tipo de agitação.

    8) A grande mídia, sobretudo aquela voltada para uma suposta classe média esclarecida, vai agir com bem mais discrição hoje, até porque ainda tem imagem queimada pelo que fez em 1964, mas não podemos nos enganar de que lado ela está. Observe que o general, em sua carta, dá destaque à “profissionais da mídia que ainda ousam remar contra a correnteza”, referindo-se aos conservadores cuja única função nos jornais é bater no PT. A mídia apoiará o golpe, de maneira subreptícia num primeiro momento, abertamente num segundo.

    9) A crise na Venezuela e a postura do governo brasileiro estão sendo muito distorcidos por uma suja campanha de desinformação. Hoje, Eliane Cantanhede, parece querer jogar o Itamaraty e as Forças Armadas (!) contra o governo. “O Itamaraty, como as Forças Armadas, bate continência [para o governo, para Dilma?]“, escreve Cantanhede, sugerindo que a nossa política externa está a serviço do PT. A colunista questiona, de maneira ignorante e desrespeitosa, a legitimidade do governo e do próprio PT, que é o partido que governa o país porque foi eleito para isso.

    Ao final de sua coluna, diz que “resta saber se essa posição do governo é também a do próprio Brasil – ou seja, a dos brasileiros”, novamente questionando a legitimidade do Executivo num ponto que é, eminente e exclusivamente, uma questão de governo. De governo eleito, reitere-se. Nâo se faz plebiscito ou pesquisa Datafolha para se saber qual será a política externa nacional. Pode-se fazer um plebiscito, eventualmente, para se saber se devemos entrar numa guerra ou não. Mas no caso da crise venezuelana, a obrigação do governo brasileiro é apoiar o regime democrático constituído, ou seja, o governo eleito daquele país, que mantém o poder através do sufrágio universal, em eleições limpas, o governo de Nicolás Maduro.

    10) Os golpistas de hoje estão surfando nas barbaridades midiáticas cometidas durante o julgamento do mensalão. A criminalização da política, em especial do partido dos trabalhadores, feita pela mídia, é o pano de fundo desse movimento em apoio a uma nova intervenção militar. Os discursos golpistas de alguns ministros, aplaudidos pela mídia, repercutiram profundamente em setores conservadores (ou seja, quase todos) das Forças Armadas. Qualquer movimento do STF no sentido de reverter os arbítrios absurdos cometidos na Ação Penal 470 agora se tornam pretexto para soluções de força antidemocráticas.

    Continua em at: http://www.ocafezinho.com/2014/03/09/o-golpe-esta-de-volta-vamos-reagir/#sthash.SrBL6ne3.dpuf

    • 1maluquinho says:

      kkkkkk so rindo mesmo

      • Nascimento says:

        E mensalão tucano…..

        Maluquinho a direita (oposição) não tem plano de governo. Não tem direção.

        E por isso precisam de golpe….

      • 1maluquinho says:

        Cara nem vou mais perder meu tempo contigo.
        O que voce leva nisso tudo se não leva nada não passas de um otario.
        Voce vem querer justificar roubos com outro roubo fala serio amiguinho toma vergonha na cara.
        Apologia a crime organizado tambem é crime amiguinho.

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Ladrão sempre entrega o comparsa para se livrar… ação típica da bandidagem esquerdopata… quer dizer então que os tucanos são de direita ???… rsrsrsrsrsrsrsrs… ignorante !!!…

  13. Nascimento says:

    E POR FALAR EM ESPERTOS……

    COMPROVADO!: “GLOBO” E GOVERNO DOS EUA TRABALHARAM PARA A DITADURA NÃO TERMINAR EM 1966

    Do blog “Os amigos do Presidente Lula”

    Documento da embaixada americana confirma; Roberto Marinho atuou nos bastidores da ditadura

    “No dia 14 de agosto do 1965, ano seguinte ao golpe, o então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Lincoln Gordon, enviou à seus superiores um telegrama classificado como altamente confidencial – agora já aberto a consulta pública – narrando o encontro que teve na embaixada com Roberto Marinho, o então dono das “Organizações Globo”. A conversa era sobre a sucessão ditatorial.

    O telegrama informava que Marinho estava “trabalhando silenciosamente” com um grupo composto pelo general Ernesto Geisel, na época, chefe da casa militar; o General Golbery do Couto e Silva, chefe do SNI; Luis Vianna, chefe da Casa Civil, e outros, pela prorrogação ou renovação do mandato do ditador Castello Branco.

    No início de julho de 1965, a pedido do grupo, Roberto Marinho teve um encontro com Castello para persuadi-lo a prorrogar ou renovar o mandato. O general mostrou-se resistente à ideia, segundo o relato. Nesse encontro, o dono da “Globo” também sondou a disposição de trazer o então embaixador em Washington Juracy Magalhães para ser ministro da Justiça. Castello, aceitou a indicação, que acabou acontecendo depois das eleições para governador em outubro. O objetivo era ter Juracy por perto como possível alternativa a suceder o ditador, e para endurecer o regime, já que o ministro Milton Campos era considerado gentil demais para a pasta, segundo relata o telegrama. De fato, Juracy foi para a Justiça, apertou a censura aos meios de comunicação e pediu a cabeça de jornalistas de esquerda aos donos de jornais.

    No dia 31 de julho do mesmo ano, aconteceu novo encontro. Roberto Marinho explica que, “se Castello restaurasse eleições diretas para sua sucessão, os políticos com mais chances seriam os da oposição”. E novamente age para persuadir Castello a “prorrogar seu mandato ou reeleger-se sem o risco do voto direto”. Marinho disse ter saído satisfeito do encontro, pois o ditador foi mais receptivo. Na conversa, Marinho também disse que o grupo que ele frequentava preferia que fizesse emenda constitucional para permitir a reeleição de Castello com voto indireto e com aquela formação do Congresso, onde não haveria risco de perder. Debateu, também, as pretensões do general Costa e Silva à sucessão.

    Gordon escreveu no telegrama ao Departamento de Estado de seu país que o sigilo da fonte era essencial, ou seja, era para manter segredo sobre Roberto Marinho ter informado ao embaixador americano o que o general-presidente havia lhe dito em privado.

    Pelo histórico de apoio das “Organizações Globo” à ditadura, esses fatos não trazem surpresa, mas agora há a confirmação documental.

    http://democraciapolitica.blogspot.com.br/2014/04/comprovado-globo-e-governo-dos-eua.html

    • 1maluquinho says:

      Amiguinho ditadura esta em curso nos EUA hoje ou voce acha que ela se implanta so com tanques nas ruas e tapas na cara?
      Mesmo com as contenções orçamentarias da nação mais poderosa da Terra referentes a sua defesa a mesma fez compras astronomicas de armamentos destinados a defesa interna e pra que heim senão para garantir Barata Osama no poder.
      Aprenda uma coisa meu camarada,quando algo adentre segurança nacional o buraco é bem mais embaixo,fica a dica.

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      FALA DEMAIS POR NÃO TER NADA A DIZER… sorry…

      • Nascimento says:

        Olá Blue Eyes!

        Amigão! Tudo Bem!

        KKKKKKKKKKKKKKKKK!

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        rsrsrsrsrsrs… desde qndo morto fala ???… rsrsrsrsrssrs…

  14. 1maluquinho says:

    SE LIGA NO PAPO NASCIMENTO E DEMAIS COMPANHEIROS
    Ja esta em curso o que pode-se chamar de tomada branca do poder no Brasil.
    Então a Globo é o cachorro morto que todos chutam não é mesmo e a quem serve a Record que muito inveja a Globo e que jamais tera condições de ser superior ao maior conglomerado de comunicaçao do mundo ficando atraz apenas da BBC.
    Notem a programação sensacionalista como se tudo que divulgam fosse algo novo e nunca antes acontecido.
    Vou mais alem.Lembram da greve de Bombeiros e PMs no RJ e BA?Pois bem.,os vazamentos das gravações telefonicas (e feitas por quem,senão pela propria Policia Federal) revelou manipulação politica da bancada evangelica para desestabilizar o governo.Então o Sr.garotinho tratava abertamente com lideres grevistas sobre aquartelamentos,revoltas,invasão do batalhão prisonal na BA para libertarem todos os presos levando ao caos a população.E os videos vazados mostrando os grevistas impedindo viaturas de sairem as ruas para socorrerem a população heim!
    Sabia foi a cupula da policia civil do RJ que detectou toda essa imundice e saiu fora esvaziando o movimento e afirmando : “A nossa sociedade é o nosso maior patrimonio”.
    Voces lembram quando desse episodio e eu falava dessas coisas e a maioria de voces inflamados dando razão a insubordinação e a baderna!
    Lembram das lideranças dos bombeiros comparecendo no programa do Wagner Montes na Record chorando e dizendo que lutavam por dignidade!A população do RJ abraçou a causa deles e todos saiam as ruas com fitas vermelhas no braçõ e nas antenas dos carros e depois vimos que fomos é traidos não é mesmo!
    Quando esses caras estiverem no poder no Brasil ja que tentamos a direita e a esquerda e fomos traidos por elas voces verão que o Bispo Macedo e todo seu secto trabalham para o mesmo patrão que a Globo alias toda a fortuna dele esta guardada em cofres Americanos e blindada pelo serviço secreto Americano e a nossa Policia Federal jamais conseguiu encontar nada né!Então os senhores lembrarão de minhas palavras pois conheceremos uma ditadura branca intrasigente e ortodoxa radical onde tudo o que não estiver contido no livro aceitavel deles sera considerado demoniaco,perseguido e combatido.Seremos tolidos de nossas liberdades e a maioria de nós sentira ate saudades dos tempos de chumbo.

    • Nascimento says:

      Maluquinho!

      Sobre o futuro eu não tenho como falar…. porém que venha a baila tudo o que aconteceu no passado. E que os culpados sejam punidos para que nunca mais aconteça.

      • 1maluquinho says:

        Sabe quando voce fara essa sua santa inquisição para se vingar daqueles que outrora dedaram teu rabo nunca kkkkk o povo Brasileiro não é esclarecido mas nunca foi covarde.
        Voce conhece lei,pelo que vejo conhece nada,se houve crime transcreveram.
        Jamais conseguirão impor o que querem e se insistirem nisso transgridirão a constituição e é tudo o que basta para dessa vez se fazer a verdadeira justiça.
        Lugar de bandidos é na cadeia ou numa vala cheia de merda com a cara toda furada de aço.

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      Continue a historinha… e o que acontece com os PETRALHAS ???… e a venefavela ??? … e os banqueiros e empreiteiras que bancam os PETRALHAS, e os milicos ???… conta tudo… to curioso… 🙂

      • ViventtBR says:

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        Como diria + ou – o amigo Blue Eyes…
        O filho do Saci Pererê com a Cuca está cada vez se superando bombasticamente mais:

        Não há nada de tão ruim que não possa ficar pior ainda… Os mimosos evangélicos vão detonar com a Pátria brasileira, de tal forma que a petralhada vai ficar parecendo com uma turma de escoteiros lobinhos.

        Vixe mãeinha!!!!

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. PÉ DE CÃO says:

    os gringos apavoraram a elite militar brasileira ,essa meia duzia de pau na jaca ,abaixou a calcinhas e aceitou ser apenas um capacho yanke nao honraram a farda .
    essa geraçao que deu golpe tanto no jango ou em outros presidentes e mais antigamente na monarquia brasileira
    só atrazaram a nação
    vao ficar nos livros da escola como apatridas pois é o que foram !!!!
    e sobre alguns falarem que esta correto um golpe contra o brasil apoiado pelos yankes e ainda fingem ser patriotas rsrs voces sao é medroso e fingem ser a favor dos americanos na real sao covardes e tem medo de lutar pelo pais brasil sobre todos os aspectos
    ai finge ser cego !!!!!e achar que sao direita kkkk vao enganar o diabo !!!

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      E a novistória vai ser reescrita por psicopatas como vc ???… rsrsrsrsrsrss… aprendam a escrever primeiro… 🙂

shared on wplocker.com