Defesa & Geopolítica

EUA lançam navio de guerra mais caro do mundo

Posted by

553837-zumwalt2

ROBERTO GODOY

O navio de guerra mais poderoso do mundo é, também, o mais caro: o novo destróier americano Zumwalt, o DDG 1000, custou US$ 7 bilhões – preço do desenvolvimento do projeto, mais a construção da primeira unidade de uma série de três. Descontado o investimento, só o navio saiu por US$ 1,4 bilhão.

553837-zumwalt

“É um ”drakar” da idade da tecnologia”, afirma Júlio Penteado, engenheiro naval com especialização militar, comparando o destróier às embarcações dos guerreiros vikings – os mais temidos da Europa há 1.200 anos. Para o engenheiro, o desenho revolucionário do Zumwalt e as inovações que incorpora, “estabelecem referências que não poderão ser ignoradas no planejamento das frotas modernas”.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/1dn7vol” standard=”http://www.youtube.com/v/moSkXCUJHjY?fs=1″ vars=”ytid=moSkXCUJHjY&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep6340″ /]

Nada é convencional no novo navio. O uso dos materiais compostos no casco e de nódulos de titânio (apenas na torre de comando) tornam o destróier quase invisível ao radar e a sensores eletrônicos. A representação nas telas de busca equivale à de um barco de pesca de pequeno porte. Nas máquinas, um sistema de troca de calor reduz a temperatura e evita a localização pela emissão de ondas térmicas.

ddg1000-11

O DDG-1000 é definido pela Marinha dos EUA como um navio para múltiplas missões, lançador de mísseis, “dedicado a ataques contra alvos em terra”. É mais que isso. O lote pretendido inicialmente, de 32 unidades, deve chegar a 24 contratadas até 2030, com expectativa de vida útil além de 2060. “Ele será o suporte da política de Defesa dos EUA na região da Ásia e do Pacífico”, avalia o analista Jay Korman, lembrando que “o preço proibitivo dessas primeiras embarcações será inevitavelmente reduzido na sequência do contrato”.

USS-Zumwalt-Stealth-Ship2

O processo de barateamento já começou. O segundo navio da classe, o Lyndon B. Johnson, terá a ilha de comando executada apenas em aço com revestimento especial para driblar o radar de um eventual inimigo. Jay acredita que a medida implicará “redução nos custos na faixa dos US$ 220 milhões”. Com 180 metros de comprimento – o tamanho de um campo e meio de futebol – o impressionante Zumwalt é o maior destróier americano.

ddg1000-14

Escassamente tripulado, com 140 militares, tem grande poder de fogo. Ao menos 80 mísseis de cruzeiro Tomahawk – com alcance entre 800 e 1.300 quilômetros e ogiva de 450 quilos – de alta precisão, combinados com os Sparrow, antiaéreos, foguetes e torpedos, compõem o arsenal regular. A artilharia fixa usa granadas propelidas capazes de cobrir até 100 quilômetros. Dissuasão. O novo destróier é o sucessor de uma classe extremamente bem-sucedida, a Arleigh Burke, iniciada em 1991, e da qual foram entregues 62 navios. “Esperamos do DDG-1000 que seja invisível ao inimigo, que possa ver tudo com seu inacreditável sistema sonar-radar e, combinando tudo isso com a maciça capacidade de ataque, signifique um decisivo elemento dissuasivo – é o nosso futuro”, disse o então secretário de Defesa, Leon Panetta, no Congresso, em 2012.

Diferente de qualquer outro, o destróier (no Brasil, seria um contratorpedeiro) praticamente não tem estruturas externas. A tripulação raramente será vista. Para compensar esse regime, os estaleiros Huntington Ingalls e seu associado Bath Iron, garantem ter criado “espaços com a dimensão do conforto humano”, explicitado nos alojamentos, áreas de lazer e refeitórios. A façanha parece difícil em um casco estreito (máximo de 24 metros) e por isso sujeito a oscilações que exigem controle eletrônico em condições adversas de clima.

 

Fonte: Estadão

43 Comments

  1. cabeca de jarro "the har head" says:

    Acho que é difcil derrubarem a hegemônia yankee diante do mundo , acho que nem mesmo uma união chino-Russa.
    Eles investem o do dobro que o mundo na militar .a

  2. helveciofilho says:

    por LUCENA
    .
    .
    .
    Os EUA já tem o avião militar mais caro e moderno do mundo,o F-22 e agora eles tem o navio mais caro e moderno do mundo…bem o final dessa história temos uma ideia como terminará e quem deve gostar muito disso, é o contribuinte americano em especial,aqueles que moram nos obamavilles espalhado na terra das oportunidades…huahuahua… 🙂

    • helveciofilho says:

      por LUCENA
      .
      .
      Cidade foi a 2ª que mais perdeu habitantes nos EUA
      .
      .
      (*)Por : Cláudia Trevisan, enviada especial
      .
      .
      Os brancos foram os primeiros a sair de Detroit. Em 1950, representavam 84% da população. Hoje 83% são negros. Mas eles também estão indo embora: na década encerrada em 2010, 185,4 mil afro-americanos saíram da antiga capital mundial da indústria automobilística. Nesses dez anos, Detroit foi a cidade americana que perdeu o maior número de habitantes, com exceção de Nova Orleans, devastada pelo furacão Katrina.
      .
      Kurt Metzger, que há quase quatro décadas se dedica a analisar os dados de Detroit, diz que a hemorragia de habitantes começou após a Segunda Guerra e precedeu a decadência da indústria. Na volta da guerra, os soldados receberam incentivo financeiro para ocupar os subúrbios. Sob a forte segregação, os negros não, e ele ficaram em Detroit.
      .
      A saída da população branca acentuou-se a partir de 1967, quando a cidade registrou um dos mais violentos conflitos raciais do país após uma batida policial em um bar para negros. Os choques provocaram a morte de 43 pessoas e deixaram outras 1.189 feridas.
      .
      (**)As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.
      .
      .
      [ istoedinheiro.com.br/noticias/137395_CIDADE+FOI+A+2+QUE+MAIS+PERDEU+HABITANTES+NOS+EUA ]

    • helveciofilho says:

      por LUCENA
      .
      .
      .
      “(…) “Esperamos do DDG-1000 que seja invisível ao inimigo, que possa ver tudo com seu inacreditável sistema sonar-radar e, combinando tudo isso com a maciça capacidade de ataque, signifique um decisivo elemento dissuasivo – é o nosso futuro(…)”
      .
      secretário de Defesa, Leon Panetta, no Congresso, em 2012.
      .
      .
      Embora sendo um contratorpedeiro com características furtivas,em um conflito com uma potência como a Rússia com seus submarinos,os mais modernos e carregados de mísseis e tudo mais,pode-se chegar a conclusão se levarmos em conta os custos e benefícios entre o submarino e esse contra torpedeiro furtivo,vai sair realmente muito caro,usando as palavras do embaixador americanos com relação ao nosso submarinho nuclear,realmente um elefante branco aquático a peso de ouro.
      .
      O extraordinário contratorpedeiro furtivo como é o Zumwalt e as qualidades furtiva dos atuais submarinos de 5º geração,deixa uma grande e a calourada polêmica….o projeto do Zumwalt Vs subarinos 5° G,entre custo e benefícios,qual será os prós e contra na hora de optar na escolha de um projeto ?
      .
      Já se busca através de submarinos,lançar VANT por exemplo,corre o risco desse projeto de contratorpedeiro ficar,com as novas classes de submarinos que estão a surgir,ficar mais proibitivo ainda,até para os padrões americanos.

      • Deagol says:

        “Embora sendo um contratorpedeiro com características furtivas,em um conflito com uma potência como a Rússia com seus submarinos,os mais modernos e carregados de mísseis e tudo mais,pode-se chegar a conclusão se levarmos em conta os custos e benefícios entre o submarino e esse contra torpedeiro furtivo,vai sair realmente muito caro”

        Concordo que os submarinos levam vanatgem sobre às embarcações de superfície, mas a situação não é tão simples assim. Muitas vezes os submarinos são detectados antes que possam atacar .
        Diversas vezes submarinos russos e americanos invadiram as
        águas uns dos outros, isso aconteceu muito durante a guera fria e acontece até hoje.
        O caso do Akula que permaneceu na costa americana não é uma grande novidade nem tão pouco surpeendente.

        E eu lembraria que os navios americanos geralmente são escoltados por submarinos nucleares, muits vezes os submarinos vão na frente e caçam uns aos outros,
        Se a afirmação ” Só existem submarinos e alvos” fosse veradeira ninguém fbricaria navios.

        Pode ter certeza nesse eto momento tem submarinos americanos seguindo submarinos russos sem serem percebidos, assim como o contrário também é possível.

    • Eduardo Ramos says:

      Amigo ! helveciofilho lembrando-o que há muito tempo os Americanos gastão o equivalente a BIP´s inteiros de pequenos Países em uma só maquina de Guerra esse navio não chegou nem aos pés do Northrop-Grumman B-2 Spirit, que custo por unidade o equivalente há US$ 2,1 bilhões Doláres mais isso aconteceu antes da crise economica e das insanas Guerras do Iraque e Afeganistão, saudações.

      • Eduardo Ramos says:

        Perdão leia-se PIB´s Produto Interno Bruto soma das riquezas produzidas por um nação

  3. Blue Eyes, Na Resistência says:

    Coitados dos yankes !!!… tão quebradinhos e perdendo espaço em tecnologia para o orientais… que tristeza !!! 🙂

  4. Deagol says:

    “É mais que isso. O lote pretendido inicialmente, de 32 unidades, deve chegar a 24 contratadas até 2030, com expectativa de vida útil além de 2060”

    Não sei se entendi direito, mas eu pensava ( e afirmei, erradamente, aqui no PB) que essa classe de navios tinha sido abandonada pelo fim da Guerra Fria. Achei que ó três unidades seriam produzidas. Talvez os americanos tenham mudado de ideia.

    Mudando um pouco o foco, esse sim pode ser considerado uma embarcação furtiva, diferente dos modelos europeus e russos que possume assinatura reduzida (refletem menos no radar, mas ainda assim são alvos relativamente grandes.

    Se não me engano, os Zumwalts também possuem um sistema de propulsão muito mais silencioso do que qualquer outro navio dificultando sua localiação por submarinos, além de um moderno sistema ASW.

    • Isso mesmo Deagol, a USnavy cancelou o programa na sua segunda unidade,a informação do estadão está desatualizada.

  5. Alvez8O says:

    Sem dúvidas, um impressionante navio de guerra…

  6. BrunoFN says:

    Um belíssimo e poderoso navio de guerra … mais ta ai .. ja imaginaram as criticas… se esse super projeto fosse da MB ?? ”’caro d+!!!” .”melhor compra o class X ”. ”’sonho megalomaníaco ”’ … .. e todo aquele ”blablabla” besta q certa o Prosub…… parabéns ao EUA .o DDG-1000 se tornou uma realidade pra eles … e eu aki sonhando com Arleigh Burke.. pra MB ….

    • ViventtBR says:

      Certos projetos aqui são difíceis mesmo. Nem laboratórios para simples experiências científicas temos no ensino fundamental, e raros no ensino médio. Nosso povo é muito alheio a vivência científica. Até se assusta com certas propostas.
      Imagina propor um projeto para enviar um brasileiro a Lua? Isso seria taxado de loucura pura.
      Infelizmente nosso povo e seus políticos saídos de seu seio não acreditam neles mesmos. Estamos fadados a rabeira das nações de ponta com essa nossa gente de olhar medíocre para nossas potencialidades.

      E dá-lhe dinheiro para compra de produtos de alta tecnologia concebidos e realizados por povos sem medo de enfrentar e investir no novo.

      Essa tecnologia de forma e arranjo para baixos RCS usada nessa nova escolta americana é lógica e conhecida. O diferencial dos americanos é não esperarem que outros a materializem. Parabéns a eles (seus políticos no Congresso) por seu arrojo e determinação em fazerem dos EUA uma nação verdadeiramente independente e soberana.

      Nosso Brasil e seus políticos que tomem vergonha na cara, com essa nossa eterna conduta medíocre.
      Aqui em São Paulo onde estão nossos arranha céus de mais de cem andares?… ahh! já sei. A lei orgânica do município é contra. Pois é… E segue o bonde da mediocridade brasileira geral.

  7. HMS_TIRELESS says:

    Ao ver a magnitude desse navio, as tietes sino-russo-iranianas cortam os pulsos!

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      O tal do helvelcio pirou na batatinha… rsrsrsrsrsrsrs… tá falando sozinho e vomitando sandices verborrágicas a 3×4… rsrssrsrsrsrs… o antiamericanismo dele virou caganeira… puuuzzzzzzzsss… 🙂

      • MalExGrimmjow says:

        Furtivo sim o mais tecnológico do mundo tbm, porém oque da caganeira em vcs dois seria o “Pedrão” não?

        Esquisitão q se diz Iniciado, bom, se deveria mudar essa imagem, já te falei peixada ela queimo seu “filme”.

        Fico imaginando se o Pedrão estivesse no mediterrâneo junto com a flotilha russa creio que o processo seria bem mais rápido.

        Não ofenda um comentário feito e embasado, que coisa feia, nem vc sabe dizer como seria possível ele pirar na batata.
        De argumentos não respostas imbecis e pejorativo.
        Modo advocate: off
        huahauhauahuahauhauhauahuahuuha.

      • PÉ DE CÃO says:

        são apenas puxa saco de gringo se os americanos fizerem latinha de merd@ e dizer que essa prolonga a vida voce vera o tiraleite e o zoinho catarata correndo para compra
        mas isso é normal para quem acostumou vivendo ajoelhado pagando sapo para gringo

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Pra quem paga pau pros russos vc não tem moral alguma… vc e o gremilim acima… vão balançar umas bonecas russas, meninas… aqui é papo pra macho e não para franguinhas… o RR já botou o gremilim no lugarzinho de otário dele… quis vir aqui dar uma de advogado do diabo defendendo o rei do ctrl, o pedante hevelcio caganeira (com um nome desse eu me matava !!!… rsrsrsrsrsrssrs)… quer pagar pau de otário, dá nisso… lambedores de botas russos… 🙂

      • _RR_ says:

        MalExGrimmjow,

        Se o Petr Velikiy estivesse por lá, apenas aumentaria a lista de alvos…

  8. A I WW vai fazer 100 anos, q esse sistema atual de coisa tenha + cuidado afinal está passando a cena deste mundo…os iankss estão só c um problema cx…coisa q já vai passar..Quem viver verá.Sds.

  9. teropode says:

    Uma obra prima, resta aos outros correrem atras ou investirem em meios para neutraliza-lo , senhores ,este planeta ainda nao mergulhou nas trevas porque o IMPERIO esta no comando, a china observa ,imita e sonha ser semelhante na grandeza ,espero que se e somente se chegarem na mesma posiçao, que tenham o mesmo CHARME e GLAMOUR !

  10. RobertoCR says:

    É interessante como as coisas funcionam nas engenharias, apesar da unanimidade em torno do conceito de “convergência”.

    O que é provavelmente o mais avançado navio de guerra do mundo tem uma proa bem similar aos navios de guerra da I GM. Conceito que foi abandonado logo em seguida.

  11. helveciofilho says:

    CHARME e GLAMOUR
    .
    .
    .
    O que mais charmoso e clamoroso que o Titanic,o rei dos mares onde até Deus não o afundaria,só esqueceram de falar para uma pedra de gelo e hoje ele jaz com todo o seu glamour nas profundezas gélidas do oceano atlântico.
    .
    Que mais clamoroso e charmoso que o encouraçado Bismarck,a menina dos olhos da Alemanha nazista que assombro a marinha imperial britânica e foi para os braços de netuno só porque um antiquado aviãozinho apara aquela época, torpedeiro britânico Swordfish, que ninguém dava nada para ele, que virou um herói Davi que apagou as luzes da ribalta do Golias Bismarck,e foi com todo seu glamour e charme e toda a tecnologia de ponta para o fundo do mar.
    .
    Que tal então, do charmoso destróier USS Cole foi atacado por um botezinho barato e virou morada para os peixinhos no mar do oriente médio.. 😉
    .
    Mas que tal do famoso morcego negro indetectável e invisível, o F-117A Nighthawk que fora abatido por uma artilharia de 5° categoria na Sérvia por armas cafonas e antiquadas na frete da tecnologia ufanizada americana… rsrsr…dizem as más línguas que fora abatido com uma espingarda 12 para caçar pato…hahah…
    .
    Que tal o Glamour do supra-sumo de tecnologia e caro do famoso RQ-170 Sentinel ,se me lembro muito bem do reboliço que muitos americanófilos fizeram aqui;…”ai meu Deus..ai meu Deus…. não pode é impossível,é mentira;é faek,é impossível….;com as mão na cabeça…hahahah..nem se compara o charme do RQ-170 com os souvenir depois que o famosos fora jameado pelos russos até “pousar” em território persa…rsrsr
    .
    E se for para os blindados caros de milhões de Dollares,com todo seu charme e glamour são detonados por umas ridículas cabeças de granadas barata comprada pelos maltrapilhos insurgentes(resistência) nos países de homens de barbas feias e roupas cafonas que colocaram para correr os elegantes soldados com seus uniformes sofisticados e com cabelos bem cortadinho e cheios de brilhantinas.
    .

    • ViventtBR says:

      Bem, nessa lista ainda cabem os maiores e mais poderosos couraçados já construídos: os japoneses Yamato e Musashi, ambos no fundo do mar.
      Mas dor de cotovelo não é fácil, o Yamato tem revistas em quadrinhos, mangás, séries para tv, e foi também ressuscitado no recente japafilme Space Battleship Yamato.
      O bichão inafundável foi afundado mas os olhinhos puxados não aceitam até hoje. rsrsrs!!!!

    • Deagol says:

      Comentário invejoso e sem sentido.

      Sempre que os americanos demonstram sua superioridade tecnológica sobre os russos surgem essas bobagens.

      Pq não citou o kursk que afundou sozinho?

      Embora eu deteste a Veja, ela tem razão.

    • _RR_ says:

      helveciofilho…

      O USS Cole sobreviveu… Foi reparado e posteriormente retornou ao serviço…

      • Blue Eyes, Na Resistência says:

        Mas o Kursk REALMENTE afundou sozinho… 🙂 … esse helvelcio caganeira é de matar… rsrsrsrsrsrsrs… de rir… como é invejoso !!!… pobre de espírito…

      • Deagol says:

        Caro Blue Eyes.

        Tens toda a razão, e só não houveram mais catátrofes com submarinos russos pq os EUA e UE emprestaram dinheiro a eles. Caso contrário o norte da Rússia seria um deserto nuclear.

        Saudações!

        .

  12. PÉ DE CÃO says:

    esse navio parece aquela estória do titanic que nem deus afundava
    tomou na testa
    hoje o mundo em matéria de explodir de destruir e de matar esta tao evoluído que em um conflito tudo pode acontecer
    mas as thilider americanas adoram a propaganda ,isso os gringos são muito bons!!!

    • Blue Eyes, Na Resistência says:

      Outro invejoso… mas que pobreza de espírito !!!… e é essa gente que quer comandar o país… tamos no sal com uns jurunas desses a querer ditar regras do que desconhecem… Ô povinho medíocre e ignorante… a inveja os corta por dentro… pé de pato; mangalô três vezes… só assim para afastar a zica que esse povinho joga na gente… 🙂

      • PÉ DE CÃO says:

        apareceu a margarida!!! ,quando escreveu isso ,por acaso estava de frente ao espelho rsrsr

      • Deagol says:

        Caro Blue Eyes

        “Outro invejoso… mas que pobreza de espírito !!!… ”

        É bem isso, recalque pq os poderosos russos estâo sempre uma geração atrás.

        Saudações.

  13. santos says:

    Eu não entendi duas coisas o número de mísseis é de 80 só de tomahawk ou inclui os antiaéreos e harpon também? se for o total geral acho poucos mísseis para um navio desse porte,a não ser se tem paióis com recargas.Outra coisa esses navios terão peso de deslocamento de 14000 toneladas e serão classificados como destróier enquanto os ticonderoga com 11000 toneladas são cruzadores.Fica meio complicado de entender.Ademais a tecnologia empregada nesses navios está anos luz à frente de qualquer navio atualmente em operação ou em construção. MUITA COISA É NOVIDADE ATÉ MESMO PARA A US NAVY.É O FUTURO DA GUERRA NAVAL DANDO OS PRIMEIROS PASSOS.

    • ViventtBR says:

      Qual seria um dos pontos fracos dessa novíssima escolta americana?
      A meu ver a enorme automação e eletrônica embarcada é uma das possibilidades de ser seu Calcanhar de Aquiles.
      Qual o tempo de inicialização ou reinicialização de seus sistemas?
      No caso de uma interrupção no fornecimento e gerenciamento de energia o navio e seus sistemas de armas digitalizados ficam totalmente inoperantes?
      Ou uma queima de parte de seus milhares de microships, por um poderosos pulso eletromagnético, como ficaria seu controle?


      Às vezes, o inatacável pode até ser bem frágil, podendo virar então uma presa totalmente indefesa para o inimigo. Basta descobrir seu ponto fraco e se obter os meios de atingi-lo.

      • ViventtBR says:

        Se detona uma ou várias bombas de pulso eletromagnético nas suas proximidades, não há necessidade nem de chegar perto e talvez o estrago nessa escolta high-tech já seja feito.

      • Deagol says:

        É?
        e o que você diria sobre os novos submarinos russos que são altamente automatizados?

        É óbvio que esse navio tem proteção contra pulsos eletromagnéticos.

      • Deagol says:

        “Se detona uma ou várias bombas de pulso eletromagnético nas suas proximidades, não há necessidade nem de chegar perto e talvez o estrago nessa escolta high-tech já seja feito.”

        O mesmo vale para todos os navios do mundo que utilizarem energia elétrica e equipamentos digitais.

      • Deagol says:

        “No caso de uma interrupção no fornecimento e gerenciamento de energia o navio e seus sistemas de armas digitalizados ficam totalmente inoperantes?”

        Todos os navios do mundo dependem do fornecimento e gerenciamento de energia dos motores, nesse ponto o zumwalt não é mais vulnerável do que qualquer outro navio.

        “Basta descobrir seu ponto fraco e se obter os meios de atingi-lo.”

        Ainda bem que você resolveu todas as dificuldades para afundar a embarcação mais moderna do mundo.
        Como é fácil né?

      • ViventtBR says:

        E vc acha, que o único comentarista que trouxe uma possível condição de neutralização do poder desse novíssimo destroier americano, ao contrário de vários que apenas ficaram embevecidos e babando por esse novo poder dos mares, não sabe que todos os navios do mundo, que não sejam a vela, têm comandos elétricos e eletrônicos?

        Santa paciência!

        O que eu fiz dentro de um site dedicado a temas de geoestratégica foi alavancar uma possível fragilidade, em termos de ação bélica, contra essa última palavra em tecnologia naval estadunidense recentemente lançada aos mares. Para qual SIM temos que pensar em como agir contra ela.

        Mas quem sabe vc possa, aproveitando este espaço de discussões de armas, nos propor uma possível ação de ataque (totalmente diferente da minha hipótese) contra essa belonave de última geração, e seus avançados sistemas de proteção?

      • ViventtBR says:

        E,
        Ao invés de apenas críticas azedas e tolas a um comentário, nos traga um enriquecimento, um contraponto, ao artigo.

        Senão, ao não agregar nada de positivo ao campo das ideias desta comunidade virtual, vc passa apenas por Troll.

      • Deagol says:

        Quem está trolando é você.

        Como não conseguiu identificar as fraquezas do navio apontou para uma solução óbivia, que funciona bem contra qualquer outro navio.

        O Zumwalt não é indestrutível, dependendo da distância pode até ser atingido por mísseis ou torpedos. A furtividade e os novos sistemas de defesa apenas aumentam a dificuldade para o inimigo.

        É claro que se explodir uma arma nuclaer nas proximidades qualquer navio afunda. Você não apontou nenhum ponto fraco, apenas disse uma coisa óbvia.

        “ao não agregar nada de positivo ao campo das ideias desta comunidade virtual”

        Você também não agregou nada, portanto não pode reclamar.

      • ViventtBR says:

        Que interessante…
        Tudo tão óbvio que só no meu comentário, entre tantos outros, e os seus inclusive, é que se encontra algo sobre um possível modo de lidar com as proteções dessa embarcação.

        Até parece que vc é um mariner, ou oficial da US Navy, e ficou desagradado e decepcionado por ter, já no lançamento à agua dessa nova embarcação de combate, sido mostrado um modo dela ser combatida.

        E mais uma vez..
        Meu comentário é específico a essa embarcação de última geração e a seus meios de defesa, e não aos demais navios, não misture as coisas.

        Não tente mascarar e misturar tudo muito bem determinado e claro no meu comentário. Vc está confundindo apenas a si mesmo.

        Quanto a misseis, torpedos e tiros contra essa belonave só serão válidos após ser rompida suas defesas, e é a isso que minha hipótese se refere.

shared on wplocker.com