Defesa & Geopolítica

Sevastopol e Vladivostok, os LHD Russos

Posted by

Rustam, Moscou

Tradução e adaptação: E.M.Pinto

Sevastopol e vladvostok

Na imagem a proa do Sevastopol e o navio Vladvostok completamente pronto.

Um fato marcante em 2013 foi a progresso significativo alcançado na construção dos navios de assalto anfíbio do tipo Mistral (LHD em russo DVKD), a Rússia ordenou na França um contrato de 17 de junho de 2011, para a compra de dois desses navios.

UDC STX BPC SEVASTOPOL (2)

Em 01 de fevereiro de 2013 em Saint-Nazaire foi realizada a cerimônia formal de integração à quilha do DVKD “Vladivostok”, cuja construção na doca seca do estaleiro doca STX France, foi feita em blocos com a instalação da seção de 100 toneladas da unidade habitacional do nariz da nave, feita em setembro de 2012.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/19NvJdD” standard=”http://www.youtube.com/v/QAD5mjkjmFU?fs=1″ vars=”ytid=QAD5mjkjmFU&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep6576″ /]

UDC STX BPC SEVASTOPOL (3)

Parte do navio foi construído pela JSC, no seu estaleiro no Báltico em São Petersburgo, a seção de ré foi finalizada em 01 de outubro de 2012, e o lançamento em 26 Junho de 2013.

Em 25 de julho de 2013 em Saint-Nazaire a seção de ré do “Vladivostok” foi introduzida no navio na doca seca do estaleiro STX France, conectando, popa e proa do navio ambas produzidas separadamente na Rússia e na França ambas as partes do casco foram unidas e concluídas até o final de agosto de 2013.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/17GXLTD” standard=”http://www.youtube.com/v/AWygPCpX6zU?fs=1″ vars=”ytid=AWygPCpX6zU&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep8434″ /]

15 outubro de 2013, em Saint-Nazaire sediou o lançamento oficial (na verdade vindo à tona na construção de dique seco) DVKD “Vladivostok”.

UDC STX BPC SEVASTOPOL (4)

Em fevereiro de 2014 é esperada a chegada em Saint-Nazaire o  primeiro grupo de marinheiros russos que comporão a Tripulação do navio.

Na França serão treinados cerca de 400 tripulantes Russos. A transferência do navio para a Marinha Russa será realizada em 1 de novembro de 2014.

6 Comments

  1. Rafa_positron says:

    Aos poucos, a armada russa vai voltando a ganhar grande poder

    Se bem que apenas 1 submarino borei com 16 BULAVAS ja impõe o respeito necessário

  2. Parabéns aos Russos, dois (2) LHDs e o n Sampa , ali paradão….triste.Sds.

  3. Henrique says:

    Parabéns aos Russos…. metas e objetivos traçados e em curso !!
    Estas embarcações seriam muito bem vindas aqui também, melhor até (minha opinião) que um PA como o São Paulo que em suma é “desdentado” e não acredito que façam algo a mais para melhor dotá-lo de meios defensivos e *ofensivos (*aeronaves).
    Abraço,

  4. Wolfpack says:

    E os americanos não vetaram esta venda da classe Mistral aos Russos? Ok, não deve ter nenhum componente americano neste navio. Tem gente que se souber, é capaz de ter um infarto. Parabéns aos Russos!

    • Rustam says:

      nos navios da Mistral há um sistema produzido em os EUA! ao contrário da Coréia e dokos espanhóis Juan Carlos, onde 60% ​​dos sistemas feitos nos EUA.

      Assim, os EUA não podem afetar o negócio e veto ao contrário da gripe!

  5. andrepoa2002 says:

    Parabéns aos russos, estamos precisando de um destes “tudo-em-um” na armada, quem sabe uns dois..

shared on wplocker.com