Defesa & Geopolítica

PAK FA alcança importantes progressos em 2013

Posted by

Sukhoi PAK-FA T-50
Rustam, Moscou

Texto, tradução e adaptação: E.M.Pinto

Os últimos meses têm sido marcados por um progresso significativo no avanço do programa do caça russo de quinta geração PAK FA.

Em 27 outubro de 2013 em Komsomolsk-on-Amur voou o quinto protótipo do caça PAK FA, a aeronave T-50-5.

Em 20 de novembro, a aeronave foi submetida aos testes no aeródromo de “Instituto de Pesquisa de Vôo – Gromov” em Zhukovsky, perto de Moscou. No início de 2014 dar-se-ão prosseguimento aso testes avançados que estão programados para a conclusão em 2015. Até o momento do primeiro vôo do T-50-5 foram mais de 450 voos efetuados pelos quatro primeiros protótipos do T-50, iniciados pelo protótipo T-50-1 em 29 de janeiro de 2010.

em Komsomolsk-on-Amur a planta aviação que leva a homenagem a Yuri Gagarin construíu  mais quatro outros protótipos, as aeronaves T-50-6-1, T-50-6-2, T-50-7 e 8, que deveria ser apresentado antes do final de 2014.

Progressos nos sistemas embarcados.

Como parte do programa PAK FA estão em desenvolvimento dois promissores turbofans para esta aeronave, os dois projetos são executados sob os auspícios da “OPK” Oboronprom “grupo integrado ao motor – OJSC”. Nas instalações da  United Engine Corporation “(APC) atualmente, foi realizada a primeira fase de testes do AL-41F1, desenvolvido pela JSC “NPO” Saturno “, cuja produção ficará a cargo da JSC do grupo UMPO. O AL-41F1 terá um empuxo máximo de 14.500 kg e é mais um desenvolvimento da família bem conhecida dos motores AL-31F o qual usa o motor compressor modificado do AL-41F, anteriormente desenvolvido para um extinto programa de caça de quinta geração idealizado na era soviética sob o código IMF.

NPO-Saturn-51_0_5_Plus

Até o momento, foram produzidos 18 motores AL-41F1 do primeiro estágio, dos quais encontram-se em ensaios de bancada e os demais estão incorporados nos protótipos de voo dos caças T-50 que executam extensos testes em voo real.

No estágio atual de desenvolvimento sobre os elementos básicos do AL-41F1 alcançam 750 horas antes da revisão, este índice já os indicam para entrada em produção  pela UMPO.

Para maior performance, o PAK FA contará com um segundo motor em desenvolvimento  cujo empuxo será de 16.000 libras ou mais, o que deve ser levado a produção de cerca de 2020. O desenvolvimento do motor do segundo estágio é executado em cooperação entre a divisão das empresas “Motores para aviões de combate” JDC, e KB-integrador,  UMPO – OKB, Lyulka “.

Ao longo do programa também se juntou ao grupo a FSUE, STC  de Moscou) e JSC e NPP. Além disso, o trabalho envolve os designers de “NPO” Saturno “(Rybinsk) incluído  outra Divisão JDC -” Motores para aviação civil “. Os motores serão produzidos na fábrica da UMPO.

Sukhoi PAK-FA T-502
Os trabalhos no motor do segundo estágio do PAK FA incluem pesquisa para desenvolver um novo gerador de gás que compreende um compressor de cinco estágios de alta pressão, câmara de combustão e turbina em fase de alta e baixa pressão, bem como a pesquisa sobre o desenvolvimento de três estágios de compressores de baixa pressão.

Até o final de 2013 deverá estar concluído o projeto de engenharia do motor do segundo estágio e lançada documentação para a fabricação e núcleo motor. Em 2014, a produção está programada para ocorrer nas instalações da UMPO onde no mesmo ano iniciam-se os testes de bancada e geradores de gases-piloto e de demonstração do novo motor.

untitled

Os sistemas de controle de armas e Radar AESA, W-121 e N036 foram criados pelo Instituto de Investigação Científica Tikhomirov” (INPI Zhukovsky).

A estrutura é composta por cinco Radares N036 AFAR –  X-band, dispostos na frente da fuselagem,  são eles, dois AFAR sidescan N036B e N036B-01, e dois AFAR N036L N36L-01  L-band posicionados a meia asa, concebidos para fins de identificação e detecção.

Também foram desenvolvidos os sistemas de computador N036UVS RLC. Os testes de vôo dos protótipos de RFCs W-121 têm sido realizados desde julho de 2012, nos protótipos T-50 3 e 4 e agora na configuração mais completa,  será realizado no T-50-5. A produção em série de RFCs W-121 será realizada na JSC Ryazan, GRPZ.903394_original

O maior progresso no desenvolvimento da W-121 RLC é produção em massa o principal elemento de radar Afar os transceptores de módulos. A produção de tais módulos – amplificadores de microondas de banda larga para PPR, é um tipo de circuito integrado monolítico GaN. Estabelecida na FSUE “Científico-Industrial, Istok, região de Moscou, incluída na composição da Roselektronika.

O desenvolvimento dos módulos para o radar microondas N036 microondas teve seu desenvolvimento iniciado em 2003. 
O grande avanço ocorreu nos últimos quatro anos e a “Istok”  inaugurou a linha-piloto para a montagem, configuração, testes e produção em massa dos  sub-módulos do AFAR com capacidade de produção de 100 mil unidades por ano, isto após o sucesso no desenvolvimento da tecnologia que desde que a partir de 2010 produz série e a baixa temperatura multi-camadas de cerâmicas, a empresa, afirma ser possível estender a produção para 200 mil conjuntos de peças por ano.

O desenvolvimento de armas guiadas para o PAK FA ficou acargo dae Tactical Missiles Corporation. Os sistemas de mísseis ar-ar estão incluídos no Tactical Missiles Corporação JSC Moscow “State Bureau” Vympel. Para o PAK FA a “Vympel” está desenvolvendo novas gerações de mísseis de curto elongo alcance bem como os sistemas de alojamento interno para estas armas.

Na área de armas de curto alcance, o trabalho está em andamento para modernizar a família dos mísseis R-73. A principal direção da modernização foi a criação do “produto 760” (RVV-MD), a chamada “segunda fase da modernização.” Características foguete backfilled equipando seu sistema combinado de controle constituído por um buscador de calor, um sistema inercial (MIS) e correção de  receptor de radarOs mísseis poderão executar a aquisição do alvo mesmo após o seu lançamento .
Segundo a Vympel os testes demonstraram que os mísseis podem capturar o alvo mesmo após uma inversão de trajetória de 160 graus, as novas armas estão prontas para a produção em série.
Além deste desenvolvimento um novo míssil de curto alcance, altamente manobrável e designado K-MD está em desenvolvimento. O míssil é equipado com uma matriz térmica habilitada a possibilidade de reconhecimento um maior alcance de captura de cerca de duas vezes superior aos atuais, algo estimado em cerca de 80 km.
O motor com dual-mode permite operação de até 100 segundos, e o dispositivo de controle de fluxo de gás possui três canais. Os teste de lançamento desta nova arma estão previstas para  ocorrer nos anos 2014-2015.
No campo das armas de médio alcance destaca-se a modernização do R-77 com uma versão melhorada do foguete . A próxima etapa da modernização desenvolverá a arma RVV-SV. Que terá os seus tradicionais lemes dobráveis por sistemas fixos. O míssil está equipado com um novo radar multi-modo ativo-passivo  e de acordo com os dados conhecidos, a produção de RVV-DP deve ser iniciada em 2013.
Paralelamente ao R-77 um novo projeto de míssil de uma nova família encontra-se em estágio avançado de desenvolvimento, em breve teremos mais informações sobre este projeto.
Na área de armas de longo alcance para o PAK FA a “Vympel” está trabalhando em atualizar o R-37 o qual pode ser transportado nos compartimentos interiores do PAK FA. Os testes estão programados para 2014-2015.
Como armamento ar-superfície a Tactical Missiles Corporation está desenvolvendo novas armas baseadas nas bombas KAB-250 presumivelmente dotadas de sistemas de guiagem via Glossnas combinados com sistemas de orientação semiativo a laser. Uma nova geração de mísseis anti radar mísseis anti-radar Kh-58USHK o qual já foi demonstrado na MASK em 2011, já efetuou seus testes de voo e prepara-se para igualmente entrar na linha de produção.

Uma nova geração de mísseis modulares de curto alcance baseado na família Kh-38 deverá em breve ser testada as armas terão capacidades de engajamentos de alvos sobre quais quer condições e superfícies.

904419_original

1-O quinto Protótipo do PAK FA T-50 Numero 055 da cauda. Em novembro de 2013 em Komsomolsk-on-Amur K.

 

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/19NDj7Z” standard=”http://www.youtube.com/v/SzYs_-zuq9w?fs=1″ vars=”ytid=SzYs_-zuq9w&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep4436″ /]

63 Comments

shared on wplocker.com