Defesa & Geopolítica

Alexander Nevsky o 2º SSBN da Classe Borei entra em serviço ativo neste próximoa sábado na Marinha Russa

Posted by

YuriE.M.Pinto

Com Informações: Ria Novosti

O segundo submarino nuclear lançador de Mísseis Balísticos da nova classe Borey entrará em serviço da Marinha russa neste sábado na Marinha Russa. O comissionamento do navio na frota, bem como, a cerimônia de hasteamento da bandeira no submarino  Alexander Nevsky, está prevista para o próximo dia 21 de dezembro no estaleiro Sevmash no norte da cidade de Severodvinsk.

O Ministério da Defesa informou no mês passado que a entrega do navio seria adiada até 2014 após o fracasso do lançamento dos sistemas de mísseis “Bulava’ (clava)  durante os testes de mar em setembro. O mau funcionamento foi o último de uma série de oito fracassos do novo míssil desenvolvidos para os novos submarinos da classe Borei, 8 de um total  20 lançamentos falhou.

Os novos navios de classe Borei estão atualmente incapazes de realizar seu papel principal de dissuasão nuclear, enquanto os mísseis Bulava  não completarem seus testes com êxito e forem liberados para o serviço. O atraso causado pelos mísseis tem refletido no atraso da construção dos demais navios da mesma classe, a Marinha Russa tem em stand by os pedidos para os novos submarinos da classe que espera-se serem um total de 08 navios, devido a ineficiência dos mísseis.

O Alexander Nevsky, tem umcomprimento de cerca de dois campos de futebol, pode transportar 16 mísseis Bulava, cada um equipado com até dez ogivas nucleares com sistemas de guiamento independente-direccionáveis. O primeiro navio da classe Borei, o Yury Dolgoruky, entrou em serviço em janeiro de 2013.

 Os SSBN compreendem uma perna de tríade nuclear estratégica da Rússia, juntamente com mísseis balísticos intercontinentais baseados em terra e a força de bombardeiros etsas armas são a maior garantia russa de sua soberania.

O Borei é a primeira classe de submarinos de mísseis balísticos da era  pós-soviética, e forma a base da frota estratégica de submarinos, substituindo os envelhecidos monstros do mar da classe Typhoon, Delta-4 e Delta-3.  A Rússia espera que em última análise, oito navios do tipo entrem em serviço até 2020. O terceiro navio da classe, o Vladimir Monomakh, está previsto para ser lançado para testes de aceitação ainda  neste mês.

6 Comments

  1. Rafa_positron says:

    “O Alexander Nevsky, tem um comprimento de cerca de dois campos de futebol”

    😮


    pois é… pra vcs verem,,,, desde a decada de 70 que a Marinha tenta fazer um Sub Nuclear e ainda não conseguiu

    imaginem o quão complexo é fazer um monstro desses !!!

    Parabens à Russia

    • Lucas Senna says:

      Tem um infográfico que eu vi uma vez, no DAN se não me engano, que mostrava que os submarinos nucleares são os objetos mais complexos criados pela humanidade. São 980 mil peças diferentes, nem mesmo um ônibus espacial chega perto disso.

      • GilmarJose says:

        É isto mesmo Luca Sena.

        Eles possuem mais peças do que um ônibus espacial. Teoricamente, são mais complexos de construir.
        Por isso, apesar de serem uma arma muito cobiçada, pouquíssimos países tem capacidade de construí-los.
        Os Russos estão neste time, e estão muito bem.
        Quem sabe um dia chegamos lá.

        Vou te dar uma dica.
        Se você ainda não viu, procure assistir ao filme:
        “Caçada ao Outubro Vermelho”.
        Garanto que você vai se surpreender.

        Sds.

  2. Parabéns aos Russos, os Bulavas c certeza terão seus defeitos corrigidos..qto ao BRASIL…Trágico.Sds.

    • Ilya Ehrenburg says:

      Escolhido uma bosta que é a cara da FAB.

shared on wplocker.com