Defesa & Geopolítica

Ministro das Relações Exteriores da França visita Helibras

Posted by

Foto: Helibras / Felipe Christ

Roberto Valadares Caiafa

O Ministro das Relações Exteriores da França Laurent Fabius (1º à esq.) visitou nesta sexta-feira (13) a fábrica da Helibras, em Itajubá, onde foi recebido pelo presidente da empresa brasileira Eduardo Marson e pelo CEO da Eurocopter Guillaume Faury (último à direita).

O Ministro veio ao Brasil conhecer empresas que recebem investimentos de grupos franceses, caso da Helibras, que é subsidiária da Eurocopter e mantém um convênio de transferência de tecnologia e conheciment

o através do projeto de fabricação no Brasil dos helicópteros EC725/ EC225.

A vinda de Fabius faz parte da visita de Estado do presidente da França François Hollande, que se reuniu com a presidente Dilma Rousseff na quinta-feira, em Brasília.

Programas militares

Um EC725 do Exército Brasileiro, onde a aeronave é designada HM-4 “Jaguar” (Foto: Roberto Caiafa)

A Helibras é a fornecedora do Programa HX-BR, 50 unidades do helicóptero de grande porte EC725 foram contratadas pelo governo brasileiro para serem utilizados pela Marinha, Exército e Força Aérea. 10 unidades já foram entregues, e o programa acaba de receber a certificação de conformidade nos processos de transferência tecnológica, emitida pela Força Aérea Brasileira.

Na Aviação do Exército, prosseguem os trabalhos de modernização dos helicópteros HM-1 Pantera, sendo que as primeiras unidades modernizadas deverão ser entregues no primeiro semestre de 2014 (de fato, o primeiro exemplar da versão, chamada pela Helibras de K2, já se encontra passando por extensivo programa de testes e certificações). 34 unidades serão submetidas ao processo.

O primeiro HM-1 Pantera K2 nas instalações da Helibras em Itajubá (Foto: Helibras)

Os aparelhos receberão uma nova cablagem, novo capô do motor, tela VEMD integrada a um novo glass cockpit, novo piloto automático de quatro eixos, novo motor Arriel 2C2CG capaz de desenvolver uma potencia máxima 40% maior do que o propulsor anterior, entrada de ar e radiador maiores e uma caixa de transmissão principal totalmente modernizada.

Também contarão com novos radares meteorológicos e altímetros, modernos rádios de navegação e de comunicação, além de um novo rotor de cauda, aumentando significativamente a performance e a segurança de operação dessas aeronaves.

A modernização do Pantera HM-1 para o padrão K2 possibilitará estender as vidas úteis desses helicópteros por mais 25 anos, sendo que o último deverá sair das linhas de montagem da empresa em 2021.

Centro Tecnológico de Helicópteros

Em outra vertente, o processo de cooperação tecnológica e convênio da Helibras e a Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) para pesquisa e desenvolvimento de um Centro Tecnológico de Helicópteros com capacidade de trabalhar no programa de uma aeronave nacional de asas rotativas segue a todo vapor.

Recentemente, a Helibras realizou a doação de equipamentos e peças como uma placa de colmeia para apoiar o desenvolvimento de um túnel de vento. A peça é fundamental na construção do equipamento, pois reduz a turbulência do ar tornando mais precisos os resultados dos ensaios.

O túnel foi criado por um estudante e um professor do Instituto de Engenharia Mecânica da UNIFEI e será usado para a realização de pesquisas relacionadas com a concepção, projeto e construção do primeiro helicóptero genuinamente brasileiro.

 

Fonte: Tecnologia & Defesa

One Comment

shared on wplocker.com