Defesa & Geopolítica

S-350E Vityaz, sobre medida para o Exército Brasileiro?

Posted by
Vityaz (1)

Unidade lançadora 50P6

E.M.Pinto

Plano Brasil

Leia Também:

Vityaz o novo sistema de defesa aérea Russo

“Vityaz” entra em operação em 2013

Sistemas de defesa Russos

 

 

Com vocês, o Almaz S-350E Vityaz…

O Sistema S-350E Vityaz 50R6 é um novo sistema de defesa terra-ar móvel, projetado, desenvolvido e fabricado na Rússia pela indústria de Defesa Almaz-Antey. O desenvolvimento do sistema, teve início em 1990, dese então, uma série de disparos de mísseis e sistemas foram efetuados com sucesso, a Almaz avaliou uma gama de possibilidades operacionais para o campo de atuação do sistema. Em 1998 após inúmeras avaliações, o setup do sistema foi congelado e a Almaz chegou a definição de um sistema que encontra o europeu SAMPT um análogo ocidental mais próximo.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/19qGbJc” standard=”http://www.youtube.com/v/1x_n5yKIRk8?fs=1″ vars=”ytid=1x_n5yKIRk8&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep4554″ /]

A princípio chegou-se a especular que o S350 fosse um sistema desenvolvido para exportação. até porque juntamente com a Rússia, a Coréia do Sul , tradicional cliente de produtos ocidentais especialmente dos Estados Unidos, desenvolveu a partir do Vityaz o seu sistema próprio de defesa Anti-aérea KM-SAM Chun Koong. Ademais o Vityaz foi declaradamente um sistema desenvolvido para Bielorússia, desde a sua concepção.

KM-SAM Chun Koong

KM-SAM Chun Koong

É provável que o sistema seja voltado principalmente para o mercado de exportação, porém claramente o S-350 é um sistema que vem para complementar as famílias de sistemas S-300 / S-400. A versão desenvolvida pela Coréia do Sul é simplificada em relação ao Vityaz o sistema também denominado Cheolmae-2 conta com o suporte técnico e assessoria da Almaz Central Design Bureau.

Fontes Russas, rebatem a ideia inicial de que o sistema visa apenas a exportação, para os analistas russos o Vityaz foi concebido para substituir os obsoletos sistemas S-300PS, cuja vida útil está chegando ao fim nos próximos dois ou três anos.

2nlvjbr

Bateria de sistema S50E Vityaz

Esta fontes chegam a afirmar, que o período de evolução do sistema foi necessário para que as tecnologias pudessem ser adaptadas as novas necessidades da defesa e que não necessariamente foram moldadas aos requisitos estrangeiros, mas que isto ocorrera por coincidências operacionais.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/19qG3cG” standard=”http://www.youtube.com/v/La3J-6fKOAk?fs=1″ vars=”ytid=La3J-6fKOAk&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep3945″ /]

O Sistema

O novo sistema terá um radar mais avançado e um lançador com capacidade para lançar 16 mísseis o que supera numericamente o sistema por si, já demonstra a superioridade em relação aos apenas quatro mísseis lançados pelo S-300.

Vityaz (2)

Unidade de comando e controle 50K6

Em fevereiro de 2013, o Ministério da Defesa e Almaz-Antey russo anunciou o primeiro teste operacional  de uma bateria do sistema Vityaz 50R6. De acordo com o Almaz, o Vityaz poderia substituir os modelos mais antigos de  SAM, como o S-125, com capacidades adicionais de defesa contra múltiplaos alvos e capacidade anti-mísseis de cruseiro e UCAVS.

De acordo com informações divulgadas em 2003, o sistema pode ser entregue em duas configurações: uma versão otimizada para protegção contra armas de alta precisão, mísseis de cruzeiro, bombas inteligentes e UAVS táticos.
Esta versão seria capaz de envolver simultaneamente até oito alvos.

Vityaz (3)

Unidade lançadora 50P6

Uma versão multi tarefa, que seria composta por um radar e até quatro lançadores com 32 “pequenos” mísseis cada, enquanto que a bateria seria ainda composta por um posto de comando móvel, ligado a um máximo de dois radares e até oito lançadores.

Uma bateria pdrão do sistema é composta por Unidades Lançadoras e veículos de comando-controle, Cada sistema S-350E Vityaz 50R6 normalmente inclui:

  • 03 lançadores 50P6
  • 01 sistema de radar de controle de fogo com alvo e vigilância 50N6A
  • 01 sistema comando e controle do veículo 50K6
  • 01 Estação de retransmissão para a comunicação

Veículos de transporte e apoio 

Vityaz_Hero_50P6_launcher_unit_medium_range-air_defense_missile_system_Almaz-Antey_Russia_Russian_defence_industry_005

Unidade lançadora 50P6 equipado com 12 sistemas de lançamento

O sistema de mísseis S-350E Vityaz 50R6 é montado sobre o chassis padrão dos veículos BAZ-6909, denominado 50P6. O Lançador pode comportar até dois mísseis  em que cada um dos casulos, que podem ser substituídos por um grupo de quatro armas menores e de menor alcance.

O  lançador vertical, pode comportar até doze recipientes tubulares, em duas linhas de seis. O sistemas de mísseis embarcados nas baterias do S-350E Vityaz 50R6 é bastante variável, e abrange basicamente 3 famílias de mísseis básicos sendo a principal arma o míssil 9M96 originalmente projetado para o sistema S-400. 

Mísseis 9M96

Mísseis 9M96

A família de mísseis 9M96, é amplamente utilizada tanto pelos sistemas  S-300 quanto S-400. Este  míssil foi desenvolvido nos finais dos anos 90. É extremamente compacto e possui capacidade de abater outros mísseis de cruseiro ou mesmo e rota terminal de alta velocidade.

Alcance: entre 40-120km Velocidade: 16.000 km/h
Tipo de ogiva : Alto Explosivo Massa da ogiva : 26Kg.
Massa total: 333Kg Comprimento: 4.75 M.
Diâmetro: 240mm Sistema orientação: Inercial/designador activo na fase final

A versão básica do 9M96 possui alcance estimado em 40km,  porém á outras versões como a 9M96E que destina-se a exportação e possui alcance de 40km – e altitude de altitude 20km.  A versão 9M96M por sua vez, possui longo alcance, estimado em 120km  e altitude de engajamento de 30km, perfísi idênticos a versão de exportação a 9M96E2.O fabricante produz ainda um modelo de treinamento,  9M96R que possui altitude máxima de 35km.

Os mísseis são orientados por sistema  inercial e utilizando um datalink  e um radar de Banda-X MFMTR para orientação meio curso, o sistema usa ainda um radar de um tipo não revelado. A pequena ogiva de fragmentação 24 kg explosão é projetado para produzir um padrão de fragmento controlado, utilizando vários iniciadores para moldar a onda de detonação através do explosivo. Um fusível radar inteligente é usado para controlar o tempo e padrão de ogiva.

Míssil 9M100 é o segundo da imagem, a sua aparência atual é desconhecida, há muito poucas informações sobre este míssil disponível na Net.

Míssil 9M100 é o segundo da imagem, a sua aparência atual é desconhecida, há muito poucas informações sobre este míssil disponível na Net.

 

51623_Fakel_AAMs_122_26lo

Os mísseis  9M96 cumprem funções duplas de anti-míssil e anti-aérea. O menor 9M100 míssil também pode ser usado contra aeronaves, UAVs e mísseis de cruzeiro. Esta arma é usada para  a defesa em curto alcance e altitude, o sistema é equipado com o míssil 9M100 com orientação por IR.

As informações que dispomos sobre estes mísseis são escassas, porém, dão conta que o seu alcance seria de no máximo 15 km, o que por vezes também é referido como a sua altitude máxima.

Vityaz (6)

Unidade lançadora 50P6

O Vityaz pode ser equipado aina com míssil 9M96E designado como uma arma ‘hit-to-kill‘ o qual não possui ogiva de fragmentação, a sua função é a de abater armas em rotas terminais por impacto direto, ideal, o Míssil faz uso  de canards e vetorização para impulsioná-o e assim alcançar fatores “G” extremamente altos bem como, velocidade angular. Esta função indicam claramente como uma arma destinada a abater mísseis de cruzeiro e MIRVs em rotas terminais.

[embedplusvideo height=”395″ width=”650″ editlink=”http://bit.ly/19qFShr” standard=”http://www.youtube.com/v/BvDYHFMZ608?fs=1″ vars=”ytid=BvDYHFMZ608&width=650&height=395&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep3311″ /]

25kn8s4

Especificações da bateria de mísseis S 350E Vityaz

Mobilidade e aerotransportabilidade

Os lançadores do sistema S-350E Vityaz são montados no chassi de caminhão BAZ-6909 8×8.  O veículo possui motor, embreagem e uma caixa de velocidades que são montados atrás da cabine. O motor YaMZ-8424,10-033 é do tipo multi-combustível de quatro tempos de oito cilindros em V, movido a diesel e refrigerado a líquido e com uma potência de 470 hp. A suspensão é do tipo barra d etorção wishbone independente, com amortecedores telescópicos.

O sistema de regulação de pressão de ar do pneu  é centralizada e controlada a partir dos bancos do condutor e inclui uma válvula de controle de pressão, válvulas de bloqueio das rodas e dos tubos. A cabine é de um metal estampado e soldado tipo de porta dupla de três assentos. A cabine é montada numa caixa blindada que oferece ligeira proteção balística aos condutores. Equipamentos auxiliares incluem  filtragem dos sistemas de ventilação,  aquecimento, comunicação, e inclusive um sistema de descontaminação e proteção para ataques de armas químicas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Veículo base das baterias Vityaz o caminhão 8×8 BAZ-6909

O veículo BAZ-6909 pode deslocar-se carregado a uma velocidade máxima de 80 km / h, com um alcance máximo de cruzeiro de 1,000 km. O veículo pode enfrentar obstáculos de gradiente de 57%, 38% inclinação lateral, vadeando profundidades de até 1,4 m e trincheiras de no máximo 1,5 m.

A Bateria é aerotransportada, um quesito bastante importante e que foi contemplado desde o início do projeto por conta da adaptabilidade do projeto frente as ameaças e novas realidades de operação.

Pronto para o combate

Vityaz (7)

Unidade Radar 50N6A

Uma bateria padrão do sistema S-350E Vityaz 50R6  inclui um sistema de controle de fogo e abrigo montado com radar integrado que realiza as funções de vigilância e rastreamento de alvos, três plataformas lançadoras de mísseis e um veículo de reabastecimento de mísseis. Todos os três componentes são montados sobre o mesmo veículo de chassis 6 × 6. A carga básica de mísseis por bateria é de 48 armas.

Vityaz (8)

Unidade Radar 50N6A

Cada conjunto lançador do veículo possui duas camadas de seis mísseis prontos para disparo em seus casulos de lançamento vertical. Todos os componentes do sistema de veículos utilizam quatro estabilizadores operados hidraulicamente para estabilizar-se no local de lançamento da bateria.

Cada bateria também tem a sua própria unidade de potência auxiliar. Os veículos componentes usam um Datalink  para transmitir e receber informações do sistema de controle de fogo.
Após o exposto, fica a pergunta, há lugar no Exército Brasileiro para um sistema de defesa Terra-Ar como o Vityaz?

Vityaz (4)

Unidade de comando e controle 50K6

Tipo Lançamento de míssil de peso
Sistema de defesa Terra-ar de curto alcance – 9M100: 3,073 kg
Mísseis – 9M96E/9M96M: 333 kg
– 9M100, Comprimento míssil
– 9M96E ou 9M96M – 9M100: 2,5 m
Usuários País – 9M96E/9M96M: 4,75 m
Rússia, provavelmente Bielo-Rússia Alcance
Propulsão – 9M100: 10 a 15 km max.
Foguete de propelente sólido – 9M96E/9M96M: 1 – 40 ou 120  km max.
Carga explosiva Sistema de orientação
9M96E/9M96M: 26 kg FRAG-HE – 9M100: inercial com IR
– 9M96E.9M96M: inercial com radar homing terminal ativo
Veículos de radar e comando
– Radar multifuncional 50N6A
– Comando 50K6 e veículo de controle

108 Comments

shared on wplocker.com