Defesa & Geopolítica

5 novidades da indústria armamentista russa no Maks-2013

Posted by
5 novidades da indústria armamentista russa no Maks-2013
2/09/2013 Boris Egorov, Gazeta Russa

Após visitar o Salão Internacional de Aeronáutica e Espaço Maks-2013, a Gazeta Russa reuniu as principais inovações da indústria armamentista russas apresentadas no evento em Jukovski, na região de Moscou.

Famosa equipe de acrobacias aéreas “Cavaleiros da Rússia” fizeram show aéreo durante o Maks-2013 Foto: Ministério da Defesa da Federação Russa / mil.ru

Radar para o Caçador Noturno

O Consórcio Tecnologias Radioletrônicas (Kret, na sigla em russo) apresentou um novo radar N025E, que não tem par no mundo e será instalado a bordo do helicóptero de combate Mi-28N (mais conhecido como caçador noturno). A novidade é o fato de o módulo transmissor e receptor do radar e suas antenas serem colocados acima das pás da aeronave. Isso permite manter a tripulação informada sobre a situação no campo de batalha enquanto o helicóptero fica em um abrigo. Além disso, o radar avisa a tripulação de objetos e formações meteorológicas perigosos para o voo e ajuda o equipamento eletrônico de bordo a traçar um trajeto mais seguro.

 

TU- 214R , um dos aviões mais secretos da Rússia

Pela primeira vez, o público teve a oportunidade de ver um dos aviões mais secretos da Rússia, o TU- 214R. Projetado para missões de reconhecimento radiotécnico e opto-eletrônico a partir do avião de passageiros Tu- 214, o avião apareceu pela primeira vez em fotos em maio de 2012.

O avião será utilizado no programa internacional Céu Aberto, que permite aos países signatários sobrevoar os territórios uns dos outros para monitorar suas atividades militares. De acordo com os especialistas, o Tu- 214R deverá ser uma alternativa ao Il -20M, operado pelas Forças Armadas russas há 40 anos. Especula-se que o Ministério da Defesa poderia comprar o novo avião de reconhecimento, depois de responsável pela pasta, Serguêi Choigu, ter visitado o salão.

Foto: Olga Sokolova

Aeróstatos

O centro de pesquisa e desenvolvimento de Dolgoprudni, nos arredores de Moscou, apresentou rampas móveis de lançamento de balões de 60 e 80 metros cúbicos, destinados a monitorar áreas geográficas específicas. Os balões podem subir a uma altura de 300 metros e levar a bordo retransmissores de comunicação, analisadores, filmadoras e termovisores e outras cargas úteis com um peso não superior a 15 kg. As rampas podem ser instaladas em um automóvel com capacidade de carga de até três toneladas. Os balões são mais práticos e mais baratos do que aviões ou helicópteros no monitoramento de focos de incêndios florestais.

Foto: Boris Egorov

O primeiro protótipo do Ka-62

A holding Russian Helicopters apresentou o primeiro protótipo do helicóptero multimissão Ka-62 equipado com os aviônicos mais recentes, além de pás e célula feitas de materiais poliméricos compostos. No futuro, será  possível compatibilizar a aeronave com o sistema europeu de localização por satélite Galileo, projetado pela União Europeia e a Agência Espacial Europeia em cooperação com a China, Israel, Coreia do Sul, Ucrânia e Rússia.

O Ka-62 foi projetado para transportar 12 a 14 passageiros ou 2,5 toneladas de carga pendurada em seu gancho externo. Pode ser usado para atender a demandas do setor de gás e petróleo, assim como operações de busca e resgate. Espera-se que a aeronave receba a certificação até o final de 2014 e que o primeiro lote de helicópteros seja entregue aos clientes em 2015.

Ka-62 Foto: Boris Egorov

Míssil terra-ar Vítiaz

O consórcio Almaz-Antei apresentou um novo sistema de mísseis antiaéreos de médio alcance, o S-350E Vítiaz (Cavaleiro). O novo sistema utiliza um radar capaz de localizar alvos a 360ª e um posto de comando instalados em um automóvel, assim como mísseis de médio alcance usados pelo sistema de defesa antiaérea S-400 e mísseis de curto alcance.

No futuro, o sistema Vítiaz deverá substituir parcialmente os S-300 obsoletos e completar o escudo de defesa antiaérea e antimíssil da Rússia, que integrará também os novos sistemas S-400 e S-500.

Fonte: Voz da Rússia

7 Comments

shared on wplocker.com