Defesa & Geopolítica

KH 101 o míssil de cruzeiro furtivo russo pode entrar no serviço operacional ainda em 2013

Posted by

KH101missile

E.M.Pinto

Plano Brasil

O Kh-101 é um míssil de cruzeiro avançado cujo desenvolvimento e esperado para ser concluído ainda em 2013. A arma será usada para substituir os atuais Kh-55 a bordo dos bombardeiros estratégicos russos, Tu-160 e Tu-95.

A princípio o Kh-101 foi desenvolvido para transportar uma ogiva convencional de 400 kg entretanto, já especula-se uma variante equipada com uma ogiva nuclear para substituir os atuais mísseis destas funções.

O míssil possui características stealth (furtivas) é de difícil detecção por radares, seu perfil de voo é de alta velocidade subsônica e perfil de voo de baixo altitude.

Kh-555 (1)

O Kh-101 também tem sido referido como o homólogo russo para os mísseis de cruzeiro AGM-129 norte americanos. O míssil possui sistema de navegação de alta precisão com base no sistema de navegação por satélite GLONASS e inercial como backup, com um buscador baseado em sistema termal de TV para missões de ataque de precisão.

O desenvolvimento Kh-101 foi fortemente influenciado pelo sucesso das campanhas militares norte-americanas no final dos anos 90 onde o papel das armas lançadas a distância demonstrou o poder de desequilíbrio no campo de batalha.

Os dados revelados dos mísseis são superlativos, testes já realizados demonstraram que sua precisão é de CEP de 10 metros ao alcance máximo de impressionantes 5 mil km, a velocidade de cruzeiro é de Mach 0,8 ou 957 km/h, a ogiva convencional do míssil é de 400 kg e seu peso máximo de 2400 kg segundo o flightglobal.

101

Cada aeronave Tu-95 pode transportar até 08 mísseis e o Tu-160 até 12, um segundo míssil da família o Kh-102 compartilha componentes e desempenho com esta variante. A principal diferença entre eles é a sua ogiva. O Míssil deve entrar em serviço operativo efetivo nas forças estratégicas russas ainda em 2013.

Clique nas imagens do TurboSquid para vê-las em melhor resolução

16 Comments

  1. CEP de 10 metros ao alcance máximo de impressionantes 10 mil km, a velocidade de cruzeiro é de Mach 0,8 ou 957 km/h, a ogiva convencional do míssil é de 400 kg e seu peso máximo de 2400 km

    Realmente impressiona!!

    Realmente ficaram aterrorizantes os TU-95 com esses misseis… mortais!!

    Bastariam poucos pro nosso Exército aprender que as baterias anti-aéreas que temos são piada de mau gosto, sevem mais camadas de proteção …

    Bastariam poucos pra nossa FAB cair do “Monte Olimpo” …

    Bastariam poucos pra fazer a nossa marinha ir pro fundo das ilusões …

    Valeu!!

  2. César Pereira says:

    Só pelo nome do míssil já da para saber que ele e capaz de fazer um verdadeira sujeira ao inimigo !

  3. BARCA says:

    O Tupolev Tu-95 é lindo,sou fã desse avião.

  4. Lucas Senna says:

    10 mil km? Acho que você digitou algo errado ai ein EMP… É isso mesmo cara? 10 mil km nesse pequenino ai? Putz, agora fiquei impressionado.

  5. Kazin says:

    E andam dizendo por aí que a Rússia irá entrar em decadência porque terá apenas cem milhões de habitantes. Cem milhões é gente pra caramba!!! Se bem nutridos, bem educados e bem armados… Quero ver quem irá encarar..

  6. Symon says:

    Lixo russo para enganar trouxa.

    • Aurélio says:

      É symon lixo russo para elimar a escória americana. Eheheheheh

    • Aurélio says:

      Ops ” elimar ” não! Eliminar .

    • Paulo Piloto says:

      Lixo deve ser o seu conhecimento sobre material bélico.

  7. Alvez8O says:

    Uma solução inteligente e de relativamente baixo custo, que procura compensar a atual inferioridade em furtividade que os bombardeiros estratégicos russos apresentam em relação aos estadunidenses B2.

    O EUA já possui caças (F22) e bombardeiros estratégicos furtivos. Em relação aos caças furtivos, a Rússia já tem uma expectativa de uns 3 ou 4 anos para ter o seus…
    Más quanto aos bombardeiros estratégicos furtivos (que o EUA já possui) o caminho russo ainda é longo, talvez estejam operacionais só lá por 2025.

    Porém, estes mísseis de cruzeiro furtivos de
    ultra-longo alcance e alta precisão, compensarão a falta de tecnologia stealth dos atuais bombardeiros russos, já que com estes mísseis poderão fazer ataques furtivos sem o serem… E sem precisar se expor penetrando em áreas protegidas…

    • Aurélio says:

      Os EUA só tem estes brinquedinhos porque pegaram os projetos prontos dos alemães, e ainda assim levaram quase 20 anos para fazê-los voar. Aliás anglo-saxão , era bom só de briga, hoje nem isso. O B2 é uma cópia modificada do Hoten Ho 229 alemão, que já era invisível ao radar na 2ª guerra. Dê uma olhada no vídeo abaixo!!

      http://www.youtube.com/watch?v=pP4Ucigr2Rg

      • João Paulo Caruso says:

        Dizer que o design do B-2 é inspirado nos aviões alemães tudo bem, mas dizer que é uma cópia é muito desconhecimento.
        É claro que o cidadão que escreve uma coisa dessas não não tem a menor ideia do que está dizendo.

      • _RR_ says:

        Aurélio,

        As experiências com asas voadoras foram iniciadas muito antes da Segunda Guerra Mundial, por franceses, alemães e americanos; todos quase ao mesmo tempo.

        Mas antes mesmo que os alemães fizessem voar o Horten Ho229, os americanos lançaram o Northrop N-1M… O maior problema identificado sempre foi com relação ao controle; a asa voadora é naturalmente instável. Assim sendo, somente após o desenvolvimento dos sistemas FBW de controle é que foi possível “domar” a asa voadora e assim fazer o B-2.

        Sistemas como mísseis de cruzeiro podem ter seu embrião nas V1 alemãs, mas já nos anos 50 americanos e russos evoluíram essa tecnologia. O Regulos americano, por exemplo, voou pela primeira vez ( salvo engano ) em Março de 1951, sendo introduzido em 1955…

  8. Simplesmente impressionante…10.000km, os Russos estão sempre se superando. Um país bem ,do ponto de vista Brasuca,armado, capaz de levar terror a dua ou + marinhas de qlq país…parabéns…Qto ao BRASIL..SOS Fx-2…p ontem.Sds.

  9. Quanto ao alcance,a s fontes divergem, é muito provável que fique entre 1200 e 2000 km, porém uma busca por fontes mostra que muitos sites renomados o classificam como 5400 km outros 5400 milhas náuticas, outros ainda 3000 km.
    Eu sinceramente acho que é algo dentro dos 1200 e 200 km.
    mas vamos aguardar por mais informações e lanço uma nota corrigindo, esta informação de 10000 km vem de algumas fontes que eu considero fiáveis embora discorde dela.
    abraço
    E.M.Pinto

  10. Pingback: PAK DA planejado para entrar em serviço já em 2025

shared on wplocker.com