Defesa & Geopolítica

ENTREVISTA COM O MINISTRO DA DEFESA, CELSO AMORIM, E A MODERNIZAÇÃO EM ANDAMENTO DAS FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS

Posted by
SOLDADOHELICÓPTERO
Pela primeira vez na história, as Forças Armadas do Brasil apresentam à sociedade e à comunidade internacional um plano de defesa nacional.  O Livro Branco da Defesa Nacional descreve o programa de modernização das três forças e a estratégia de defesa do país.
Paulo Henrique Amorim debate o assunto com o ministro da Defesa Celso Amorim. Celso Amorim é o Chanceler mais longo da história do Brasil.
Assista na íntegra.
As riquezas do Brasil estão protegidas? O pré sal está protegido? Porque o Programa de Submarinos Nucleares? ESG Escola Superior de Guerra Mensagem de abertura ao Congresso Nacional Presidenta Dilma falou que Brasil precisa de poder dissuasório. Fortalecer a Comunidade de Países da América do Sul. Política para região – América do Sul – é cooperação.
Dissuasão é para ameaça externa
Cooperação na América do Sul é fundamental. Brasil é o décimo país em gastos com defesa. País que menos investe dentre os BRICS. Barão do Rio Branco criou bases das relações pacíficas com vizinhos. Diferente dos outros BRICS. Mundo hoje é multipolar, disputas por energia, recursos naturais. Plano é aumentar tropa em 20%. Gastos do Brasil são, comparativamente (em relação ao PIB), menores que de outros países. Chanceler mais longo da história do Brasil: Celso Amorim.
A América do Sul precisa ter uma dissuasão para fora. Garganta Atlântica.
Os EUA ressuscitaram a quarta frota e agora vem visitar a Garganta. Cooperação não deve ser apenas com a América do Sul mas também com a África. Navio Patrulha foi visitar a África e não Europa como de costume. Submarino Nuclear – 200 milhas + plataforma continental. Propulsão Nuclear permite submarino ficar submerso por grandes períodos. Projeto antecede descoberta do pré sal. Afinal somos o grande país do Atlântico Sul. Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares.
Foi boa idéia assinar?
“Prefiro lidar com a realidade.” Argumento da injustiça: tratado dividiu o mundo em quem tem e quem não tem armas nucleares. Tripé não é respeitado. Todos podem desenvolver para finalidades pacíficas. E, principalmente, armas existentes tem que ser eliminadas. Eliminação total das armas nucleares tem que ser o objetivo. Lançamento de satélites e do Veículo Lançador de Satélite. Compra dos caças. Sim, o Brasil tem capacidade. Presidenta Dilma tem fomentado a Indústria Bélica. Guarani. Temos que avançar muito na eletrônica nacional. Temos aqui Embraer. Super Tucano é sucesso. Acabamos de entregar avião de observação para a Índia. Avião brasileiro com radar indiano. Navio Patrilha brasileiro, Fragata importante. Submarinos serão feitos aqui. Contrato dos 36 caças. Será escolhido aquele que abrir mais a caixa preta para nós? Acesso a informação.
Antes ainda da vigência de tratados internacionais a Marinha brasileira quer exercer soberania sobre uma área ampliada das águas territoriais, a chamada “Amazônia azul”, por ser tão extensa quanto a Amazônia.
Argentina reconoce la superioridad de Brasil, sobre lo que hara de Brasil una de las mayores potencias del mundo.
[embedplusvideo height=”515″ width=”650″ standard=”http://www.youtube.com/v/xx7sHDzGui8?fs=1″ vars=”ytid=xx7sHDzGui8&width=650&height=515&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep7364″ /]
Ministro Celso Amorim e a Defesa Nacional (Integra) # Record News # Paulo Henrique Amorim
[embedplusvideo height=”515″ width=”650″ standard=”http://www.youtube.com/v/AVSqDdfm6ak?fs=1″ vars=”ytid=AVSqDdfm6ak&width=650&height=515&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep1164″ /]
Modernizações em andamento das Forças Armadas Brasileiras
shared on wplocker.com