Defesa & Geopolítica

Metralhadora elétrica RMG 7.62mm Rheinmetall – De cano triplo

Posted by

A RMG 7.62mm é rapidamente integrada àsua plataforma operacional (torreta remotamente controlada, entre outras), bem como  colocada em funcionamento num curto intervalo de tempo graças à tecnologia  “Plugand Play” incorporada ao sistema. Imagem Rheinmetall Defence

Ivan Plavetz

A Rheinmetall Defence, a maior indústria de armamentos da Alemanha, esta trabalhando no desenvolvimento de um novo modelo de metralhadora baseada na sua  RMG 50 de 12.7mm. Trata-se de uma versão calibre 7.62mm x 51mm dotada de três canos e  projetada principalmente para ser instalada em estações de armas remotamente controladas.

Segundo informações divulgadas pela imprensa local, a nova arma distingue-se totalmente daquelas que usam sistemas de multiplos canos rotativos do tipo Gatling (normalmente de seis unidades), como por exemplo, a M134 Minigun estadunidense ou GSh-6-23 russa, as quais alcançam uma elevada cadência de disparos entre 4 mil e 10 mil por minuto gerando altas quantidades de calor e consequentemente mais chances de aparecimento de danos que comprometem seu funcionamento em pleno combate.

Apesar da relativa baixa cadencia de disparos da RMG 7.62, a Rheinmetall assegura que sua segurança operacional é superior às das clássicas metralhadoras do tipo Gatling. Imagem Rheinmetall Defence

A nova RMG 7.62mm, a qual alcança no máximo 800 disparos por minuto e pode ser regulada para variar essa velocidade, utiliza somente um jogo de  três canos  para atirar, sendo que cada um deles é substituido automaticamente  pelo seguinte na medida que sensores especiais detectam a elevação de temperatura para um determinado valor  limite. Essa comutação de tubo é realizada por motor elétrico ao invés da forma manual, reduzindo os riscos a que os operadores ficam sujeitos.

Outra característica relevante da RMG 7.62mm é a rápida integração àsua plataforma operacional (torreta remotamente controlada, entre outras) e rapidez de sua entrada em funcionamento graças à tecnologia  “Plugand Play” incorporada ao sistema.

 

Fonte: Tecnologia & Defesa

4 Comments

shared on wplocker.com