Defesa & Geopolítica

Rússia vai desenvolver substituto para o interceptador MiG-31

Posted by
scheme2hf8

Imagens Puramente Ilustrativas

scheme1if2

Imagens Puramente Ilustrativas

O interceptor de longo alcance  MiG-31, cujo desenvolvimento começou em 1968, ficará na ativa da Força Aérea da Rússia até o período 2028-2030. Conforme disse o Comandante da Força Aérea Viktor Bondarev, o avião continuará sendo atualizado, mas nos próximos sete anos a Força Aérea vai criar um novo avião de caça para substituir o MiG-31 interceptor.

mig-31_6

 “Nós começamos o desenvolvimento de uma nova aeronave deste tipo e eu acho que nós podemos desenvolver este avião antes do programa estatal de armamentos terminar em 2020″, disse Bondarev numa reunião com parlamentares russos.

O primeiro vôo do MiG-31 foi realizado em 1975, e em 1981 ele foi aceito no serviço. Ele se tornou o primeiro avião russo de quarta geração, e continua sendo a única aeronave adequada para patrulhas no Ártico. No total, de 1975 a 1994, foram produzidos mais de 500 jatos MiG-31. De acordo com Bondarev, a Força Aérea possui agora apenas 122 aviões. Alguns deles, até 2020, serão atualizados para o padrão MiG-31BM.

A Força Aérea da Rússia disse anteriormente que pretende receber 60 caças MiG-31BMs até 2020, sob um contrato assinado com a United Aircraft Corporation em 2011.

celenen1yk7

O MiG-31 tem uma velocidade máxima de até 3000 quilômetros por hora e tem um alcance de 1.450 km com combustível interno, que pode ser estendido para 5.400 km com reabastecimento ar-ar. Na versão da aeronave BM pode detectar alvos a uma distância de até 320 km. Dentre as armas básicas do caça estão mísseis “ar-ar” de vários tipos, que são montadas em seis pontos fixos e um canhão de 23 mm. A tripulação da aeronave é para duas pessoas.

mig-31

Fonte: Cavok

Comments are closed.

shared on wplocker.com