Irritação entre outros países do Mercosul

Restrições argentinas preocupam Brasil, Uruguai e Paraguai

Todas as semanas, jornais uruguaios e paraguaios publicam alguma informação sobre o clima de irritação entre os empresários e os governos de seus países em relação à política protecionista aplicada pela Argentina. Os sócios menores do Mercosul já disseram, publicamente, que as barreiras aplicadas pela Casa Rosada estão afetando gravemente empresas nacionais e pediram algum tipo de solução ao governo Kirchner. O Brasil, mais cauteloso em suas declarações, também acompanha com preocupação o impacto das medidas adotadas por seu principal sócio comercial na região.O clima de nervosismo no bloco comercial também é notícia nos jornais argentinos. “Mercosul: cresce a tensão pelas barreiras argentinas”, noticiou recentemente o “La Nación”, um dos mais importantes do país. Nas últimas semanas, funcionários uruguaios, paraguaios e brasileiros passaram por Buenos Aires na tentativa de negociar acordos com a Casa Rosada que flexibilizem a entrada de seus produtos no mercado argentino. Na última sexta-feira, foi a vez do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Mendes Ribeiro, que conseguiu fechar um entendimento sobre a importação de suínos brasileiros na Argentina.

Estabelecimento de cotas pode ser solução

Nos últimos meses, as vendas do Brasil para o mercado argentino ficaram praticamente paralisadas pela política protecionista do governo Kirchner. Em entrevista junto a seu colega de pasta argentino, Norberto Yauhar, o ministro brasileiro disse que o problema será solucionado com a implementação de cotas para os produtos brasileiros.

– Ter cotas é melhor do que nada – admitiu um empresário brasileiro, que pediu para não ser identificado.

Em Montevidéu, um setor cada vez maior do governo do presidente José “Pepe” Mujica defende a necessidade de endurecer a postura nas negociações com a Argentina, barrando, por exemplo, a entrada de produtos argentinos no país. Mas Mujica ainda parece disposto a tentar uma solução pelo diálogo. O vice-presidente, Danilo Astori, chegou a dizer que a Argentina “desconheceu completamente o Tratado de Assunção (principal instrumento jurídico do Mercosul)”.

Na capital paraguaia, as queixas dos empresários são cada vez mais intensas, principalmente do setor de têxteis, que nos últimos meses teria registrado uma queda de 90% de suas exportações para a Argentina.

– Queremos negociar uma medida de exceção para nossos produtos – admitiu o secretário da Presidência do Paraguai, Miguel López Perito. (Janaína Figueiredo)

Fonte: O Globo via Exército Brasileiro

24 Comentários

  1. O Brasil e o demais países afetado pelos faniquitos da perua portenha,deveriam buscar no Reino Unido a parceria que não encontra com a Argentina…ai quero vê a banca da incompetente de “lábios de chupa ovo”! ;(

  2. O Brasil e o demais países afetado pelos faniquitos da perua portenha,deveriam buscar no Reino Unido a parceria que não encontra com a Argentina…ai quero vê a banca da incompetente de “lábios de chupa ovo”!

    ;(

  3. Como querem integração regional dessa forma?

    Ou os argentinos abrem concessões, ou correm sério risco de destroçar o mercosul. Simples assim. Já passou da hora do time da casa rosada entender que protecionismo e integração são opostos. Não há paciência infinita.

  4. A Argentina devia pensar melhor nas suas decisões geopolíticas se querem a América do Sul apoiando seu pleito às Malvinas.

  5. A cúpula bolivariana que comanda o Brasil sempre tem apoiado essa perua portenha, enquanto isso o Brasil só toma prejuízo.

  6. Enquanto o Governo o se encrenca o México, deixa os Argentinos montarem cavalo! Cade nossa soberania, ou tá saindo alguam coisa por fora?
    Isso é comunismo barato.

  7. A solução é dolorosa financeiramente, mas simples e obvia.
    Expulsar a Argentina do Mercosul antes que esse país destrua por completo o Mercosul de uma vez por todas. Mas pra isso precisa de presidentes decididos, o problema é que o Mercosul não tem hoje nenhum presidente com essa qualidade.

  8. A argentina sempre foi um país problemático, arranja encrenca com todos, não respeita tratados e acordos, e ainda querem apoio para a questão das falklands. A lei deles é a lei do gersom : “gostam de levar vantagem em tudo”.

  9. Onde encontram-se agora os viralatas altivos terceiro-mundistas com seus patéticos e ideologizados discursos de integração regional, como irmãos, e de apoio ao “pleito”argentino pelas Falklands?

  10. A solução é simples: reciprocidade. E tirar também o apoio quanto a questão das Malvinas.
    Vamos ver até onde os Argentinos conseguem chegar sem o apoio dos países do Mercosul.
    Esse tipo de atitude pede inclusive o desligamento do país do bloco.

  11. Ué voces todos não cantavam prosas e versos sobre a Argentina,o Mercosul,a Unasul,a integração sulamericana e o sonho de forjarmos um cinturão intransponivel a conter Imperialistas rsrs rsrs rsrs rsrs Eu sempre falei que esses merdas não valem o que comem muito menos o que cagam rsrs rsrs Nenhum pais que faz fronteira com eles os suportam.Como uma pessoa me disse a anos atraz : “Argentinos são Italianos que se comportam como Franceses mas no intimo queriam ser Ingleses ” rsrs rsrs Sempre compramos 40% das porcarias que eles produzem.Eles sempre levaram vantagens na balança comercial conosco e sempre quando tende para nós reclamam e logo impetram protecionismos e ate ameaças de retaliações.Brasil a eterna putinha que alem de ser entronchada adora levar tapas na cara e na bunda.

  12. O Brasil já deveria ter tomado uma atitude mais drástica, pois a Argentina precisa demais de produtos oriundos do nosso país, la loca presidente deles acha que tem poder de barganha nisso, falta uma doutrina de exportação dura contra eles e nada de ficar tentando ter quotas, que merda é essa, se contentar com quotas ? Ficam os empresa´rios se humilhando atrás de fazer acordos com o governo, ah que se danen, vão procurar outros parceios ou se juntam com os outros países prejudicados e vendem e compram deles e deixem a Argentina que já está na merda afundar mais ainda !

  13. Acho que a Argentina e’ o unico pais do mundo onde o presidente poe a esposa de vice, se alguma coisa acontecer o “seguro de vida” e’ a presidencia…
    Entre Bolivia, Paraguay , Venezuela e Argentina com “hermanos” desses tipo quem precisa de inimigos..kkkkkkk

  14. Nossa… quanta choradeira…
    Argentina é insignificante, qual o impacto dessas barreiras na nossa economia de um modo geral? quase nada…
    Prefiro comprar um desodorante e um carro argentino do que um produzido no méxico ou na coréia…
    Ela quer desenvolver a sua industria interna, ganhar votos e etc… logo logo o argentino deixa esse romantismo de lado e poem alguem competente no lugar dessa mocreia…
    SE A argentina dificulta a entrada de nossos produtos, que vendamos aos africanos entao pô

Comentários não permitidos.