Chávez viaja a Cuba para cirurgia de retirada de tumor

Foto: Fernando Llano/Associated Press

Hugo Chávez recebe apoio de militantes em caravana antes de cirurgia para a retirada de um tumor maligno.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, viajou nesta sexta-feira a Cuba para fazer uma cirurgia para a retirada de um tumor na mesma região da pelve onde extraiu outro câncer em junho de 2011. O procedimento está previsto para o início da próxima semana.

No caminho do palácio de Miraflores ao aeroporto internacional de Caracas, militantes e seguidores de Chávez fizeram uma caravana em que se despedem do presidente antes da cirurgia.

Chávez acenou para os partidários, que carregavam cartazes e jogaram pétalas de flores em apoio à recuperação do mandatário. Pouco antes, na sede do governo, ele agradeceu as manifestações.

“Vou defender milímetro a milímetro, palmo a palmo, segundo a segundo esta vida que é de vocês, que pertence a vocês, para continuar dedicando tudo nestes próximos meses, neste ano, nos próximos anos desta década”, disse.

TUMOR MALIGNO

Na quinta (23), Chávez afirmou que a possibilidade de que a nova formação encontrada na mesma área onde extraiu um tumor maligno em junho de 2011 seja maligna “é maior do que [a possiblilidade que] não seja”.

“Ninguém pode dizer nesse momento que é outro tumor maligno e por isso temos que tirar, mas a possibilidade que seja maligno é maior do que [a possiblilidade que] não seja”, reconheceu o presidente.

Chávez também afirmou que ficará em Cuba “por vários dias”, sem determinar quantos seriam, e disse que continuará em contato com seu gabinete.

As declarações acontecem após a Assembleia Nacional venezuelana ter aprovado por unanimidade a viagem de Chávez, a segunda em que o presidente se afasta para tratamento médico.

Apesar da permissão de todos os parlamentares, a oposição pediu que o vice-presidente, Elías Jaua, assuma o cargo temporariamente. No entanto, a passagem de poder foi desconsiderada pelo presidente da Assembleia, Diosdado Cabello, por considerar que a viagem de tratamento não está entre os motivos para a “ausência temporal”.

CIRURGIA

Na terça (21), o presidente venezuelano disse que teria que passar por outra operação após médicos encontrarem uma lesão de dois centímetros em sua pélvis, durante exames em Cuba.

O líder socialista de 57 anos passou por duas operações em Havana no ano passado para remover um tumor cancerígeno da mesma área. Sua condição exata permanece um segredo.

“Não há metástase. Apenas essa pequena lesão na mesma área onde eles removeram o tumor”, disse Chávez durante uma visita a seu Estado natal, Barinas.

Mais cedo, o governo da Venezuela negou relato de que Chávez estivesse em Cuba para um tratamento urgente de câncer.

Fonte: Folha

9 Comentários

  1. Até que enfim o ditador descobriu que é um simples mortal, e que não pode tripudiar em cima da doença, conforme ele faz com todos.

  2. Sera que esse Jesus na frente dele é a prova de balas rsrs aiai meu sonho era ser um dos medicos da equipe medica a opera-lo e SEM QUERER QUERENDO retalha-lo todinho com o bisturi rsrs rsrs

  3. Maluquinho sonhando..Posso garantir que nao e so voce que tem esse sonho. E sonho do Obama, da CIA. da Mossad, do MI6, e de todos os representantes do imperialismo internacional que odeia Chaves, querem ve-lo morto, nao por que ele e comunista, nao o e, mas porque ele tem um programa politico que e nacionalista. A burguesia venuzuelana sempre foi fraca, covarde e corrupta, mais interessada em manter vinculos com os imperialistas do que em desenvolver economicamente seu pais. Dai o surgimento do fenomeno Chaves, um militar, usando o apoio de militares para mobilizar os pobres para por em pratica um programa de desenvolvimento que nao ultrapassa o sistema capitalista. Chaves nao e mais socialista do que o foi Peron, VargaS, Nkrumah, Kadafi, Saddan Hussein.Regime politico nacionalista. Esse e o crime de Chaves. Como foi o crime de Goulart e Allende.

  4. MELHORAS NA SAÚDE PARA QUEM PRECISA
    .
    .

    Eu espero que ele se recupere e vá às eleições e que ganhe aquele em que o povo venezuelano confie.
    .
    Saúde eu desejo a todos,é do cristão em desejar que todos tenham saúde,vida e paz plena.

  5. Dilma Rousseff está muito preocupada com a saúde do presidente da Venezuela, Hugo Chávez.
    .
    O motivo não é propriamente de ordem política, e sim econômica. O Brasil tem mais de US$ 5 bilhões em investimentos naquele país.
    .
    Chávez foi o presidente venezuelano mais próximo do Brasil até hoje. Como a Venezuela é um país dividido e terá eleições neste ano, a torcida é para que esse clima de tranquilidade nas relações entre os dois países não se altere, independentemente do que vier a acontecer.

    ********
    .
    .
    http://www.istoedinheiro.com.br/blogs-e-colunas/coluna/18_GUILHERME+BARROS

    .
    .
    Fico imaginando,qual fora o grande mal que o maluco beleza fizera ao Brasil,para que alguns brasileiros deseje a ele,uma morte violenta?
    .
    A não ser que,fosse uma questão de fórum pessoal,uma rixa antiga entre eles.Rsrs…
    .
    Provavelmente,um inimigo político local(outro venezuelano),não desejaria tamanha crueldade na sua morte,simplesmente o tirando do senário político,já seria mais do que o suficiente.

  6. LUCENA 5 Bilhões de investimentos né fora os 2 bilhões que Lula emprestou a Chavez para comprar armamento Russo.A Venezuela deve ate a alma a Russia e a China tambem.O Brasil é complacente e tem mania de doar dinheiro aos outros mas e a Russia e a China sera que serão complacentes tambem?Eu duvido.Embreve o povo da Venezuela trabalhara para pagar Russos e Chineses.Dilminha ganhou 58 bilhões do congresso liberados na ultima sexta-feira antes do ressesso de fim de ano no apagar das luzes.Dinheiro que foi tirado da ARRECADAÇÃO ANUAL DA UNIÃO (corresponde a 20% da arrecadação anual) ou seja fora do orçamento da União e para ser gasto como ela quiser gastar pois não houve discução ou apreciação em plenario para ser aprovado ou não.Deve ter tido um argumento bem forte para ser liberado pelos congressistas e ainda ser mantido em sigilo.

Comentários não permitidos.