Defesa & Geopolítica

Irã anuncia avanço nuclear, mas EUA dizem não ver grande novidade

Posted by

Ahmadinejad observa piscina para combustível nuclear em usina do Irã – Foto: Escritório da Presidência do Irã / EFE

Em meio a uma crescente tensão com Israel, Estados Unidos e boa parte da comunidade internacional, o governo do Irã anunciou nesta quarta-feira (15) novos avanços em seu programa nuclear – o primeiro abastecimento de um reator com combustível nuclear fabricado no Irã e a construção de uma quarta geração de centrífugas capazes de acelerar o enriquecimento de urânio.

O anúncio foi acompanhado de imagens que mostravam o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, inspecionando os trabalhos. Entre as pessoas que o acompanhavam estava Fereydoun Abbasi Davani, filho de Majid Shahriari, um dos vários cientistas nucleares iranianos mortos em ataques recentes em solo iraniano. Para Teerã, as mortes fazem parte de uma campanha de assassinatos que tem envolvimento dos Estados Unidos e de Israel.

Ao comentar os avanços, o subsecretário do Conselho Supremo Nacional de Segurança do Irã, Ali Baqeri, afirmou, segundo a Sky News, que o “Irã só começou a enriquecer urânio a 20% porque os países ocidentais” não quiseram fornecê-lo. O comentário foi uma referência às negociações chamadas de P5+1, na qual Alemanha, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia discutiam com o Irã seu programa nuclear. O diálogo está paralisado devido às desconfianças, no Ocidente, de que o Irã pretende montar um arsenal nuclear e não usar seus reatores em tratamentos contra o câncer e para gerar energia elétrica, como alega Teerã.

O governo dos Estados Unidos respondeu imediatamente, dizendo, segundo a Reuters, não encarar os avanços como uma grande novidade.

Os Estados Unidos minimizaram o anúncio (…). “Francamente não vemos muita coisa nova. Não é uma grande notícia. De fato parece ter sido [um anúncio] sensacionalista”, disse a porta-voz do Departamento de Estado Victori Nuland. 

 Ainda que os EUA tenham minimizado o avanço nuclear iraniano, o anúncio deve irritar os negociadores ocidentais. A comunidade internacional não consegue romper o impasse com o Irã por meio das sanções cada vez mais duras contra o país dos aiatolás, nem mesmo após a última rodada de represálias, que incluiu um embargo ao petróleo do Irã por parte dos países da União Europeia a partir de julho. Também nesta quarta-feira, a Press TV, uma emissora estatal iraniana que transmite em inglês, divulgou que o Irã teria parado de exportar para seis países europeus em uma tentativa de contrapor o embargo. Um porta-voz do Ministério do Exterior do Irã negou a informação, dizendo que deu apenas um aviso aos embaixadores de Espanha, França, Grécia, Holanda, Itália e Portugal, mas a simples especulação serviu para elevar o preço do barril de petróleo no mercado internacional.

Fonte: revistaepoca

4 Comments

shared on wplocker.com