Defesa & Geopolítica

Brasil e/ou Itália poderão ser parceiros em projeto de caça de quinta geração turco

Posted by

Segundo o site O INFORMANTE (aqui)autoridades turcas estão em busca de parceiros para o desenvolvimento de um caça de 5ª geração e o Brasil e a Itália são os países preferidos, as informações são do site DefenseNews. As autoridades turcas em breve iniciarão conversas com a empresa brasileira Embraer e a italiana Alenia Aeronautica.

Os turcos, esperam iniciar as negociações com os dois países ainda esse ano e quem conduzirá as negociações será a empresa Turkish Aerospace Industries (TAI), uma vez que o governo turco depositou toda confiança na empresa. Uma fonte precisou que em 2012, as autoridades turcas já saberão quem realmente irá aderir ao projeto.

A empresa aeroespacial turca mencionada acima, recebeu do governo turco, mais precisamente do escritório nacional de compras, ou da Subsecretaria da Indústria de Defesa (SSM), a bagatela de US$ 20 milhões para o ‘design conceitual’ do caça, cuja a expectativa de construção seja de 9 anos (2020).

A Turquia cada vez mais conduz seus próprios programas para a criação de armas top de linha, e isso é mais visível no âmbito naval e armas de infantaria. Mas a mentalidade turca também vem mudando na área especial, vide o programa que o país leva a cabo para a construção de veículos aéreos não-tripulados (UAVs) de alta tecnologia. Especialistas sugerem que os esforços no programa FX (nome do programa para a construção do caça de 5ª geração) visam a independência tecnológica do país, onde os turcos se afastariam cada vez mais a dependência das tecnologias americanas. O país ultimamente vem dando declarações que não medirá esforços para ampliar o seu poderio aéreo.

Em dezembro passado, o ministro da Defesa Nacional da Turquia, o senhor Vecdi Gönül, já havia salientado que o seu país iria desenvolver e fabricar seu próximo caça, com ou sem a ajuda de parceiros estrangeiros.

Gönül disse que o seu país também poderia cooperar com a Coréia do Sul, mas a chance é remota, uma vez a Coréia do Sul exigiu ser dona de grande parte do projeto.

Por outro lado, posteriormente a Itália apresentou uma proposta para a Turquia sobre a criação do primeiro caça do país. A proposta incluí a transferência de tecnologia e a possibilidade da produção local, disse o embaixador italiano na Turquia, Gianpaolo Scarente.

“Há uma proposta de projeto. Gostaríamos de participar de um programa muito importante para criar um caça nacional para a Turquia. Ele (o programa) esta na fase de avaliação dos estudos agora, mas temos a proposta”, disse Scarante ao jornal turco Hürriyet em uma recente entrevista no Palácio Veneza, em Istambul.

“O caça mais importante do mundo agora é o sistema Eurofighter. Gostaríamos de compartilhar com a Turquia, a fim de colaborar para realização desse objetivo importante, que é dar a Turquia um caça nacional”, disse Scarante.

Scarante disse desde o início de a Itália se propôs ajudar a Turquia e que seu país iria transferir tecnologia para a Turquia, bem como propiciar à Turquia a nacionalização do caça a fim de levar a capacidade industrial para o país.

“Queremos compartilhar nossa tecnologia”

“Nossa atitude é a de cooperar na transferência de tecnologia, a fim de estabelecer uma cooperação industrial. Então, nós não queremos só vender produtos, objetos, sistemas, etc, mas também queremos compartilhar tecnologia e construir em conjunto a fim de melhorar a tecnologia e a capacidade do país”, disse ele.

Ministro da Defesa italiano para visitar a Turquia

Sacarante disse o ministro italiano da Defesa Giampaolo Di Paola vai visitar a Turquia dentro de duas semanas. Itália e Turquia realizaram o “dia da indústria de defesa” na capital italiana Roma dos dias 26-28 de janeiro, onde as empresas italianas e turcas discutiram as oportunidades de negócios em reuniões realizadas no Centro de Estudos de Alta Defesa (CASD).

Mais de 30 empresas italianas, incluindo a Finmeccanica e empresas líderes turcas, como Aselsan, TAI, Roketsan e Havelsan compareceram às reuniões. Sacarante disse que o objetivo dos “dias da defesa ítalo-turco ” foi apoiar a cooperação entre os dois países no domínio da defesa.

Um longa história de cooperação

“Há uma série de projetos de cooperação no sector da defesa entre a Itália e a Turquia. Temos uma história muito longa de cooperação. Por enquanto, temos uma excelente cooperação na indústria de satélite”, disse Sacarante. Cooperação alargada em sistemas de controle de tráfego aéreo e o controle do sistema de controle principal foi construído em Ancara, acrescentou.

Itália e Turquia também cooperaram na área de helicópteros militares, cooperação essa que permitiu a Turquia produzir em seu território helicópteros italianos sob licença.

Fonte: O Informante Via Hangar do Vinna

29 Comments

shared on wplocker.com