Defesa & Geopolítica

Comando do escudo anti-mísseis da NATO vai ficar na Alemanha

Posted by

O centro de comando do futuro escudo anti-mísseis da NATO na Europa vai ficar instalado na base de Ramstein, no oeste da Alemanha, segundo fontes diplomáticas citadas por agências internacionais.

A decisão deverá ser oficializada durante a reunião de ministros da Defesa da NATO a decorrer esta quinta-feira e sexta-feira em Bruxelas, segundo as fontes.

O ministro da Defesa alemão, Thomas de Maizière, não confirmou a informação sobre Ramstein, mas disse que a Alemanha vai contribuir para o sistema com 24 mísseis Patriot.

O ministro, que falou à imprensa à entrada para a reunião, disse por outro lado que a base alemã vai continuar a ter um papel importante depois da redução da presença militar norte-americana na Europa anunciada em Dezembro.

O escudo anti-mísseis visa proteger a Europa de mísseis balísticos.

A NATO pretende declarar a “capacidade operativa inicial” do escudo anti-mísseis na Cimeira de Chicago, em finais de maio, momento a partir do qual o sistema estará em condições de funcionar de forma limitada com capacidades já existentes, na sua maioria norte-americanas.

O objetivo é ir acrescentando elementos ao sistema para que esteja completamente operacional em 2018.

A Aliança Atlântica anunciou no ano passado que a Espanha acolherá quatro navios norte-americanos com mísseis interceptores, a Turquia um sistema de radares e a Roménia e a Polónia bases de mísseis interceptores.

O sistema é contestado pela Rússia, que exige garantias formais da NATO de que o escudo não será dirigido contra interesses estratégicos russos.

Fonte: JornaldeNotícias

14 Comments

shared on wplocker.com