Defesa & Geopolítica

Armas da Rússia: o sistema antimíssil S-400

Posted by

Damos prosseguimento à série de programas dedicados aos melhores exemplos de armas russos. Um dos exemplos mais recentes é o sistema antimíssil (SAM), Triunfo (S-400) ou SA-21 Growler (Resmungão) na classificação da OTAN.

O S-400 se destina à destruição de todos os meios aeroespaciais de ataque existentes e futuros, assim como os aviões de reconhecimento, aeronaves táticas e estratégicas e os mísseis táticos e mísseis balísticos de curto e médio alcance.

Também se destina à destruição de alvos hipersônicos, aeronaves de interferências, de radar e de orientação de mísseis. Cada sistema S-400 pode atacar em simultâneo 36 alvos e guiar contra eles até 72 mísseis. O sistema S-400 pode atingir, a uma distância de 400 km, alvos aerodinâmicos, e, a uma distância de 60 km, alvos balísticos táticos voando a uma  velocidades de até 4,8 km por segundo: os mísseis de cruzeiro, aviões stealth.

O S-400 pode detectar um alvo a uma distância de até 600 km e atingir os alvos voando a uma altitude de 5 metros (compare-se: o sistema americano “Patriot” é capaz de atingir alvos voando a uma altitude não inferior a 60 metros). Tudo isso é possível graças a uma ogiva autoguiada completamente nova instalada nos mísseis e que pode funcionar em regime semi-ativo e ativo, especialmente contra os alvos voando alto.

Ao ganhar a altura, o míssil entra em regime de busca programado pela equipe terrestre e se guia sozinho contra o alvo detectado. Um sistema S-400 pode levar até quatro mísseis desse tipo. Em geral, segundo especialistas, o S-400 não só não tem análogos no mundo, mas também supera muito todos os sistemas desse tipo existentes. Atualmente, a Defesa Anti-Aérea russa está recebendo sistemas em causa. 

Fonte: Voz da Rússia

18 Comments

shared on wplocker.com