Aviamost da Rússia pretende adquirir 40 aeronaves turboélices Skylander

Após a comunicação da sociedade russa AVIAMOST no dia 24 de janeiro, a GECI International confirmou a assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) para a compra de 40 aeronaves GECI (Sky Aircraft) Skylander SK-105. Existe ainda uma opção para adquirir até 260 aeronaves. A assinatura do contrato de venda e opções será para o primeiro trimestre de 2012 e as primeiras entregas em 2014.

O avião Sk-105 Skylander foi anunciado no dia 17 de outubro de 2001, no Show Aérea de Seul. A supervisão de design foi feita pelo falecido Norman Desmond, co-designer do Britten-Norman Islander. O primeiro corte de metal estava previsto para janeiro de 2004, e o primeiro de dois protótipos deveriam voar em maio de 2005, mas estas datas foram adiadas indefinidamente, enquanto era aguardado um financiamento adequado.

Em dezembro de 2007, os planos eram para o lançamento oficial do programa em abril de 2008, após a assinatura da carta de intenção pela operadora de fretes aéreos da Turquia ACT Airlines Group para 15 aeronaves a serem entregues entre 2011 e 2021. Simultaneamente, houve um acordo de parceria anunciado para distribuição do Skylander na Bulgária, Hungria, Macedônia, Turquia e vários países do Oriente Médio. A progressão foi retardada por uma mudança da fábrica de Portugal para França em 2008, e a data prevista para entrada em serviço permaneceu para 2011. O programa foi estruturado por um co-financiamento (inicialmente US$ 120 milhões) por três parceiros de risco, com a Korea Aerospace Industries sendo a primeira, em 17 de outubro de 2001, e a promessa de US$ 30 milhões para garantir a responsabilidade pela produção das asas.

Em outubro de 2009, um novo projeto da aeronave foi apresentado. Depois de outra mudança de local de fabricação da planta (agora para a Base Aérea de Chambley-Bussières, em Lorena), e a data prevista de entrada em serviço está agora no último trimestre de 2012.

Fonte: Cavok

Para seber do Skylander

http://www.aviacaogeraldotocantins.com.br/aviacaocomercial/Skylander105/Skylander-01c.png

Aviação Geral do Tocantins apresenta o Skylander SK 105, o mais novo comercial bimotor francês, para 19 pasageiros.

O Artigo como sempre bem ilustrado e informativo é de autoria do Cmdt. R. Maranhão piloto comercial e editor do site Aviação Geral, site paceriodo Plano Brasil dedicado as matérias de aviação civil, desportiva, comerciale executiva.

Sugerimos a matéria aos nossos leitores pois este novo projeto de aeronave parece-nos ser não somente um belo avião comercial, ams também seria (ao nosso ver) uma aeronave adequada à substituição dos C-95 Bandeirante da Força Aérea Brasileira em suas mais variadas funções, quem sabe numa reabertura do programa CT-X.

Confira esta excelente matéria repleta de ingráficos e esquemas, Boa leitura.

E.M.Pinto

Clique na foto para  acessar à matéria.

3 Comentários

  1. Já era para o Brasil ter projetado um avião nesta classe , mesmo para ser construido por outra Fábrica
    que não seja a EMBRAER com rampa traseira e asa alta.

  2. Alguém tem um comparativo das características do aparelho para confrontá-lo com as do CASA 212? Este tem a versão militar com rampa traseira e já foi cotado para a substituição do C-95. Sei que a motorização é melhorada e o desempenho geral melhor que o C-95 nas funções que iria desempenhar. O avião tcheco Let-100 (acho) também concorria, mas não tenho as características nem o parecer dele para apresentar. A concorrência foi abortada por motivos econômicos, lógico, e dificilmente voltará à baia antes dos mega eventos do mega ego do Lula. Vamos ver o que sobrará deste país.

  3. Avião desse porte e com essas caracteristicas só se for fabricado no Brasil.
    Teria ampla aceitação nas empresas de aviação regional do norte e nordeste e, claro, também nas Forças Armadas, onde poderiam ser colocados uns 200, substituindo os Bandeirantes C-95 e ampliando um pouco mais, para não ter que usar os Amazonas para tudo.
    *****
    Poderia ser fabricado pela Embraer, que já tem tradição, ou por algum outro player, para diversificar a produção.

Comentários não permitidos.