Defesa & Geopolítica

Brasil e Bolívia reforçam acordo de combate a ilícitos na fronteira

Posted by

Foto: Mariana Lopes

Por Graziela Rezende

Patrulhamento de fronteira, atividades militares para combater ilícitos e o reforço de um acordo entre as Forças Armadas do Brasil e as Forças Armadas do Estado Plurinacional da Bolívia serão discutidos na manhã desta quarta-feira (25), na sede do CMO (Comando Militar do Oeste), em Campo Grande. A chegada de representantes das Forças Armadas Bolivianas está prevista para as 10h e se estenderá até amanhã.

 

Os países em questão buscam manter suas Forças Armadas em estado de cooperação desde 2002, quando foi realizada a I Reunião GTBD (Grupo de Trabalho Bilateral de Defesa), em Brasília. Em 2005, os governos do Brasil e da Bolívia assinaram, em La Paz, o Acordo de Cooperação Mútua para Combater o Tráfego de Aeronaves Envolvidas com Atividades Ilícitas Transnacionais. Em 2007, os governos assinaram, em Brasília, Acordo sobre Cooperação no Domínio da Defesa, com o objetivo de promover ações conjuntas de treinamento, instrução e exercícios militares.

 

No ano passado, os Ministros de Defesa da Bolívia e do Brasil assinaram, em La Paz, o “Memorando de Cooperação Militar”, onde foram acordados alguns entendimentos como: cooperar mutuamente em casos de desastres naturais, manter canais de cooperação e intercâmbio de informações nas unidades de fronteira, para o controle de atividades ilícitas, tráfico de armas e luta contra o narcotráfico, entre outros.

 

De acordo com a assessoria do CMO, a delegação brasileira será chefiada pelo General-de-Exército José Carlos De Nardi, Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas. Já a delegação boliviana será chefiada pelo Tenente-Brigadeiro-do-Ar Tito Roger Gandarillas Salazar, Comandante em Chefe das Forças Armadas da Bolívia.

 

 

Fonte: Mídaimax

5 Comments

shared on wplocker.com