Defesa & Geopolítica

Fábrica de semicondutores anuncia investimentos no Brasil

Posted by

Serviços e fabricação

A fabricante de semicondutores Nanium, de origem portuguesa, anunciou que a empresa iniciará suas atividades no Brasil até a primeira semana de fevereiro.

A sede da empresa portuguesa ficará em Belo Horizonte e, em um primeiro momento, irá operar apenas na prestação de serviços, como consultoria na área de tecnologia aplicada.

O passo seguinte será a instalação de uma fábrica de semicondutores no país, em uma possível parceria com uma empresa nacional.

A localização da fábrica ainda não está definida. Entre os estados que podem receber os investimentos, estão Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Substituição de importações

Em reunião com técnicos do Ministério do Desenvolvimento (MDIC), os representantes da Nanium afirmaram que o projeto nasce com o “pé no chão”, mas ponderaram que o objetivo é viabilizar o negócio para produção imediata, fazendo “um trabalho significativo de substituição de importações” no Brasil.

A Nanium domina a tecnologia da fase de encapsulamento de microprocessadores, os “cérebros” dos equipamentos eletrônicos.

A empresa é controlada pelo estatal Banco Português (17,88% da ações) e pelos bancos privados Banco Espírito Santo e Banco Comercial Português, cada um com 41,06% das ações.

Nelson Fujimoto, secretário de tecnologia do MDIC, considerou o anúncio um gesto inicial importante justamente porque o Brasil hoje é o “terceiro maior produtor de computadores do mundo”, “um grande mercado para televisores e telefones”, mas tem uma balança comercial desfavorável na área de eletrônicos porque não tem produção relevante de semicondutores.

“Um dos nossos objetivos com o Plano Brasil Maior é atrair investimentos para suprir deficiências do país em alguns elos da cadeia produtiva. É o caso das tecnologias de informação e comunicação. Daí a importância desse anúncio,” ressaltou.

Semicondutores no Brasil

Até ao momento, o único projeto de fábrica de semicondutores no Brasil é uma joint-venture brasileiro-coreana chamada HT Micron, em fase de construção em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

Prevista para abrir as portas no final de 2012, a fábrica tem investimentos previstos de US$ 200 milhões

Fonte: inovacaotecnologica

22 Comments

shared on wplocker.com