Defesa & Geopolítica

UE RECONHECE MALVINAS COMO TERRITÓRIO DE PAÍS-MEMBRO, DIZ PORTA-VOZ

Posted by

Um porta-voz da alta representante para a Política Exterior da União Europeia (UE), Catherine Ashton, afirmou hoje que os tratados da União Europeia (UE) reconhecem as Ilhas Malvinas como parte do território de um Estado-membro do grupo.

Michael Mann, porta-voz de Ashton, disse que a questão das Malvinas “é sobretudo uma questão bilateral entre a Grã-Bretanha e a Argentina”, mas que, “em todo caso, o tratado esclarece que os Estados-membros concordaram associar as ilhas” à UE.

O objetivo do reconhecimento, segundo ele, é “promover o desenvolvimento econômico e social dos territórios e estabelecer relações estreitas entre eles e a União em seu conjunto”.

Mann explicou que a associação das Malvinas ao bloco europeu deve servir “para melhorar os interesses e a prosperidade dos habitantes” do arquipélago “com o fim de guia-los aos desenvolvimentos econômicos, sociais e culturais a que aspiram”. ( ANSA )

Fonte: Ansalatina

 

UE considera conflito das Malvinas assunto bilateral

A União Europeia (UE) considera que as novas tensões entre Argentina e o Reino Unido provocadas pela disputa das Ilhas Malvinas são um assunto dos dois países, afirmou nesta quinta-feira o porta-voz de Catherine Ashton, a chefe da diplomacia comunitária.

“Trata-se fundamentalmente de um assunto bilateral entre o Reino Unido e Argentina”, disse Michael Mann na entrevista coletiva diária da Comissão Europeia.

A tensão entre Londres e Buenos Aires pelas Malvinas aumentou nos últimos dias, quando o Governo argentino classificou de ofensivos os comentários feitos pelo primeiro-ministro britânico, David Cameron, que acusou a Argentina de “colonialismo” por sua insistência em reivindicar a soberania sobre as ilhas.

Cameron, segundo informa nesta quinta-feira o diário “The Times”, teria aprovado o aumento da presença militar do Reino Unido na região por causas das tensões.

Neste ano, a Guerra das Malvinas, que terminou em 14 de junho de 1982 com a rendição da Argentina, completa 30 anos. No conflito, morreram 255 soldados britânicos e 650 argentinos.

( EFE )
 
 

 

Fonte: Notícias.BOL

39 Comments

shared on wplocker.com