Defesa & Geopolítica

Rapidinhas do Irã

Posted by

EUA podem atacar instalações nucleares do Irã

Os EUA podem efetuar um ataque preventivo contra instalações nucleares iranianas se os dados de inteligência mostrarem que Teerã está se preparando para construir uma bomba nuclear, afirmou o chefe do Pentágono, Leon Panetta, em uma entrevista à rede de TV CBS.

Panetta observou que, apesar das tentativas de impedir a realização do programa nuclear iraniano, Teerã está na fase na qual já pode construir uma bomba.

Provavelmente, os iranianos vão precisar de cerca de um ano para fazê-lo, talvez um pouco menos, mas sob a condição de terem uma fábrica de enriquecimento de urânio, escondida em algum lugar no Irã, – disse o ministro de Defesa dos EUA.Fonte: Voz da Rússia

Irã inicia exercícios militares no estreito de Ormuz

O Irã começou dez dias de exercícios navais no Estreito de Ormuz neste sábado, aumentando a preocupação sobre um possível fechamento do canal de transporte de óleo mais importante do mundo, caso ocorra um conflito militar entre Teerã e o Ocidente.

O exercício militar, chamado de “Velayat-e 90”, acontece enquanto a tensão entre o Ocidente e Irã vem aumentando, devido ao programa nuclear do país islâmico.

Alguns analistas e diplomatas acreditam que a República Islâmica poderá tentar bloquear o Estreito caso entre em guerra com o Ocidente devido à suspeitas de que o país esteja fabricando a bomba atômica.

Os arqui-inimigos do Irã, Israel e EUA não descartam uma ação militar, caso a diplomacia e as sanções contra o país não consigam deter a atividade nuclear do Irã.

O Irã diz que quer a energia nuclear apenas para fins pacíficos.

“O Irã certamente tem poder militar para executar a decisão de fechar o Estreito de Ormuz, mas essa decisão deve ser tomada pelas principais autoridades do país,” teria dito Habibollah Sayyari, comandante da Marinha iraniana, de acordo com a agência de notícias trabalhista semioficial do país, a ILNA.

O Irã já disse antes que responderia a qualquer ataque tendo como alvo os interesses dos EUA na região e Israel, além de fechar o Estreito, o único canal de acesso para os mercados estrangeiros de oito países árabes do Golfo –parceiros dos EUA.

FECHAMENTO DA REGIÃO

Autoridades iranianas não deram nenhuma indicação de que o Estreito será fechado durante o exercício e até agora, ele não foi fechado durante exercícios anteriores.

“Os principais objetivos desse exercício são: exibir o poder defensivo e dissuasivo do Irã, e, ao mesmo tempo, enviar uma mensagem de paz e amizade no Estreito de Ormuz e nas águas livres,” disse Sayyari.

“Ele também mostrará o poder do país de controlar a região, além de testar mísseis, torpedos e armas.”

“Velayat” é uma palavra em persa que significa “supremacia” e é usada atualmente como um título de deferência para o Líder Supremo Ayatollah Ali Khamenei.

EUA, Grã Bretanha e Canadá anunciaram novas medidas contra os setores de energia e financeiros do Irã no mês passado e a União Européia está estudando uma proibição às importações de petróleo iraniano, que já está em vigor nos EUA.

REUTERS, EM TEERÃFonte: Folha

Irã mostra poder militar no Oceano Índico

O Irã começou hoje os treinamentos militares em larga escala nas águas da parte oriental do Estreito de Ormuz até ao Golfo de Adem.

Nas manobras de 10 dias Velayat-90 participarão navios de superfície bem como submarinos, aviões não-tripulados e artilharia costeira. Durante os treinamentos serão testadas as armas mais avançadas, incluindo lança-mísseis.

Através do Estreito de Ormuz, que liga o Golfo Pérsico e o Golfo de Omã, passam mais de 40% do petróleo transportado por via marítima. O Irã ameaça bloquear o movimento de navios através do estreito em caso de uma operação militar contra o país. O estreito tem um comprimento de mais de 200 quilómetros e uma largura no lugar mais estreito de pouco mais de 50 quilómetros.

Fonte: Voz da Rússia

9 Comments

shared on wplocker.com