Defesa & Geopolítica

Google Earth captou estruturas não identificadas na China

Posted by

Click aqui para ver imagem

Vastas, mas não identificadas estruturas foram captadas por satélites, no deserto de Gobi, levantando perguntas sobre o que a China poderia estar a fazer numa região que poderia ser usada para fins militares, espaço e programas nucleares, segundo avançou recentemente o jornal «The Telegraph».

O governo chinês tentou impedir o serviço Google Earth de usar satélites para fotografar o seu território e recentes imagens tiradas sobre uma área específica do deserto Kumtang podem estar na origem dessa tentativa. Segundo o diário britânico, numa das imagens datada de 2007, uma massa de blocos cor de laranja foi cuidadosamente arranjada em um círculo. Já numa foto mais recente, os blocos parecem ter sido espalhados, pelo menos quatro quilómetros do local original.
No entanto, mais estranho e misterioso é o facto de alguém estar a encomendar grandes quantidades de fotografias de satélite desta área, afirmara a CIA. A primeira suposição recairia sobre os EUA, mas há quem a descarte, porque o governo norte-americano dispor dos seus próprios satélites, e estes são de melhor qualidade do que os do Google Earth.

O especialista Tim Ripley dissera ao «The Telegraph» que algumas das estruturas encontradas se assemelham às do estado do Nevada, em volta das instalações da Area 51, usadas para testar mísseis.

O objectivo das estruturas é desconhecido, mas alguns peritos sugerem que pudessem servir para uma variedade de teste ópticos para mísseis chineses, simulando mapas de ruas de cidades, vistas de cima.

Teorias da conspiração acreditam que a Área 51 acolhia aquilo que sobrou de uma nave espacial encontrada em Roswell, e vieram agora à tona hipóteses semelhantes sobre os locais recentemente encontrados no território chinês.

32 Comments

shared on wplocker.com