Defesa & Geopolítica

BRITÂNICOS PEDEM EXPLICAÇÕES A ALMAGRO SOBRE BLOQUEIO A NAVIOS DAS MALVINAS

Posted by

O embaixador da Grã Bretanha no Uruguai, Patrick Mullee, pediu uma entrevista com o chanceler uruguaio, Luis Almagro, para tratar sobre a negativa à entrada de navios britânicos com bandeiras das Ilhas Malvinas no porto de Montevidéu.

Porta-vozes da diplomacia britânica afirmaram em entrevista ao jornal uruguaio El País que está sendo discutida “de forma urgente com as autoridades uruguaias o significado” do anúncio feito ontem.

A questão também é acompanhada pela Embaixada da Espanha no Uruguai, uma vez que vários barcos pesqueiros que usam a bandeira das Ilhas Malvinas são de propriedade de empresários espanhois.

Ontem, o presidente uruguaio, José Mujica, ordenou que se impedisse que embarcações pesqueiras britânicas vindas do arquipélago, cuja soberania é reivindicada pela Argentina, atracassem em seu país, de acordo com um trato feito no ano passado no âmbito da União das Nações Sul-americanas (Unasul).

Em comunicado, Mujica esclareceu que “não houve exigência do governo argentino para rechaçar a entrada de navios com bandeira inglesa, como se informou erroneamente em um meio de comunicação”.

Almagro, por sua vez, explicou ontem em coletiva de imprensa que, “se somos consistentes com nosso posicionamento político de que as Malvinas constituem o último enclave colonial europeu na América Latina, definitivamente temos que ter uma posição a respeito de barcos que tenham essa bandeira”.

Em outubro, os países-membros da Unasul ratificaram o apoio do grupo à posição da Argentina contra os exercícios militares britânicos realizados no arquipélago.

Fonte: Ansalatina

shared on wplocker.com