Defesa & Geopolítica

Militares iranianos afirmam ter tecnologia de aviação próxima da dos Estados Unidos

Posted by

O Irão dispõe de aviões não tripulados indetetáveis cuja tecnologia está muito próxima da dos Estados Unidos, disse hoje o vice-comandante do Corpo de Guarda da Revolução, general Husein Salami, difundiu a agência EFE citando a televisão publica iraniana.

O Irão “tem aviões não tripulados (UAV) indetetáveis ao radar, cuja tecnologia não dista muito da dos Estados Unidos, Israel ou outros países desenvolvidos, e que podem voar dezenas de horas”, afirmou o general.

As declarações vêm a propósito do UAV americano RQ 170 Sentinel que os militares iranianos afirmam ter capturado, apresentando-o na estação pública de televisão iraniana IRIB, dizendo ser “um sonho e que outros países consideram alucinante”.

O vice-comandante militar reiterou que o UAV RQ 170 Sentinel, dotado dos mais recentes equipamentos eletrónicos para espionagem, violou o espaço aéreo do Irão e que as forças armadas do país “o fizeram aterrar com tecnologia aeroespacial iraniana”.

O avião norte-americano é a tecnologia mais recente para espionagem, e levava a cabo uma “operação de recolha de dados para a Agência Central de Inteligência (CIA)”, de acordo com os meios de comunicação social americanos citados pela agência EFE.

O general iraniano frisou que “fizeram baixar o aparelho perto da cidade Kashmar”, a cerca de 220 quilómetros da fronteira com o Afeganistão, em contraponto com fontes militares americanas que disseram que o aparelho “se perdeu no Afeganistão e caiu no Irão”.

Husein Salami, durante as suas declarações, nunca explicou a tecnologia utilizada pelo Irão para fazer aterrar o Sentinel, mas que de acordo com as imagens difundidas pela estção estatal o aparelho não sofreu danos na fuselagem.

O general reforçou que o RQ 170 executava uma operação de espionagem para a CIA o que o Irão considera “um ataque hostil” e merece uma “forte resposta”, sem nunca especificar qual e de que tipo.

Os meios de comunicação iranianos adiantaram ainda, de acordo com a EFE, que o Irão irá utilizar tecnologia retirada deste UAV para a integrar nos seus aviões, e que a Rússia e a China já pediram permissão ao Governo do Irão para inspecionarem o RQ 170 Sentinel norte-americano.

As autoridades iranianas já pediram ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e aos presidentes do Conselho de Segurança e da Assembleia-geral para condenarem a violação dos espaço aéreo iraniano, pelo aparelho não tripulado americano.

Fonte: RTP

36 Comments

shared on wplocker.com