Defesa & Geopolítica

Importante: Paquistão mantém ordem para retirada de tropas norte-americanas

Posted by

Segundo informou a imprensa paquistanesa, o chanceler dos Emirados Árabes Unidos, xeque Mohammed Bin Zayed Al Nahyan, chegou ontem (28) à Islamabad para se reunir com o presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari. Ele sugeriu a Zardari que revogue o pedido de retirada das tropas norte-americanas da base militar de Shamsi. A sugestão, porém, foi rejeitada.

O chanceler chinês, Yang Jiechi, conversou por telefone com a chanceler do Paquistão, Hina Rabbani Khar, sobre o ataque aéreo da OTAN que matou soldados paquistaneses. Yang Jiechi afirmou que a China está chocada e acompanha atentamente o incidente. Ressaltou que os países e organizações internacionais devem respeitar a independência, soberania e integridade territorial do Paquistão. O grave acontecimento deve ser totalmente investigado e tratado adequadamente.

O chanceler chinês reiterou que a China vai apoiar como sempre os esforços paquistaneses para garantir a independência, soberania e integridade territorial do país.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia divulgou ontem(28) uma declaração na qual  apela à força da OTAN no Afeganistão para que faça uma investigação completa sobre o incidente. Afirma ainda que jamais permitirá aos países envolvidos que sabotem a soberania de outros países ao aplicar planos anti-terroristas.

Tradução: Sônia Qiu Revisão: Luiz Tasso Neto

Fonte: CRL

Paquistão fecha rotas vitais para OTAN e pede retirada da tropa norte-americana

Helicópteros da Otan atacaram uma base militar ao noroeste do Paquistão no sábado, matando 23 e ferindo 13 soldados. A autoridade paquistanesa decidiu fechar as rotas vitais de apoio às tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte lutando no Afeganistão, e pediu a retiradas da tropa norte-americana duma base aérea no sudoeste do país dentro de 15 dias.

Segundo uma declaração do gabinete do premiê paquistanês, o premiê do país Yosuf Raza Gillani presidiu uma reunião emergencial na noite do mesmo dia do incidente e considerou o ataque da OTAN como “uma ação que ultrapassou sua competência” e “completamente não aceitável”. A reunião tomou decisão de que a tropa dos EUA tem que se retirar da base aérea Shamsi, localizada na província de Baluchistan, no sudoeste paquistanês, além de fechar imediatamente as rotas vitais de apoio às tropas da OTAN.
Segundo a declaração, o governo paquistanês ainda vai avaliar de novo todos os projetos, atividades e acordos cooperativos entre Paquistão e EUA, OTAN e tropas de assistência de segurança internacional.
Tradução Xia Ren
Revisão Luiz Neto


22 Comments

shared on wplocker.com