Defesa & Geopolítica

Rússia envia navios de guerra para base na Síria, diz jornal

Posted by

A Rússia está enviando uma frota de navios de guerra para sua base naval na Síria, em uma demonstração de força que sugere que o governo russo está disposto a defender seus interesses no país, à medida que cresce a pressão internacional sobre o presidente Bashar al-Assad.

O jornal Izvestia divulgou nesta segunda-feira, citando o almirante russo aposentado Viktor Kravchenko, que a Rússia planeja enviar seu porta-aviões “Almirante Kuznetsov” e um navio patrulha, uma embarcação antisubmarino e outros navios. “Ter qualquer força militar além da Otan é muito benéfico para a região, uma vez que impede a eclosão de conflitos armados”, disse Kravchenko, que foi chefe da equipe da Marinha de 1998-2005, segundo o Izvestia.

Um porta-voz da Marinha, citado pelo jornal, confirmou que os navios de guerra russos seriam deslocados para a base de manutenção que a Rússia mantém na costa síria perto de Tartus, mas disse que a viagem não tem nada a ver com a revolta contra Assad. O jornal disse que o porta-aviões Almirante Kuznetsov seria armado com pelo menos oito caças Sukhoi-33, vários caças MiG-29K e dois helicópteros.

Sanções da Liga Árabe e pedidos da França para a criação de zonas humanitárias na Síria aumentaram a pressão internacional sobre Assad para acabar com a repressão, que segundo as Nações Unidas já causou a morte de 3.500 pessoas durante nove meses de protestos contra seu governo. A Rússia, que tem uma base de manutenção naval na Síria e cujo comércio de armas com o país rende milhões de dólares por ano, juntou-se à China no mês passado para vetar uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, apoiada pelo Ocidente, condenando o governo de Assad.

FONTE: Reuters via R7

62 Comments

  1. Rorcharch says:

    A tecnologia Russa pode ser rustica mas funciona em qualquer situação e ambiente, é extremamente mais resistente e confiável, além de extremamente capaz. Além do que, o ato deles botarem a frota lá é meramente figurativo. Pode-se ate facilmente destruir o porta-aviões, mas o contra-ataque é de submarinos nucleares, basta os EUA lançarem o primeiro torpedo, e alguns minutos depois o EUA vai literalmente brilhar mais que o sol… A razão pela qual EUA não enfrenta Russia é que ele sabe que vai ser varrido do mapa e não a nada que se pode fazer para impedir, a Russia é muito maior, suas cidades mais espassadas, densidade populacional menor, para destrui-la seriam necessarias muitas ogivas, e até preparar e lançar pode não se ter tempo suficiente.

  2. Só falta a chegada do Pedrão…se mt bemvindo. Sds.

  3. caiozin says:

    http://www.youtube.com/watch?NR=1&v=jm2UvE1aLh8
    SE NÃO GOSTAR DO VÍDEO, ENGULA !!!

  4. Anthony says:

    Rorcharch a tecnologia russa quando é boa é como dissestes, mas quando é má nem presta para lixo.

  5. Não significa nada, se EUA e Russia compactuarem e trocarem favores antes de qualquer coisa.

  6. Falken says:

    Vai lá agora Tio sam vai na Siria, quero ver se vocês são os caras agora.

  7. Fernando Augusto says:

    A Russia esta defendendo sua base, desde a guerra fria a siria é um ponto estrategico…

    O que o Rorcharch disse é verdade, a população americana é de 300 milhões, pelo menos uns 150 milhões moram nas costas (do pacifico e atlantico..)… 150 milhões é mais que a população da Russia, que não chega a 145… se alguns SINEVAS (com 4 ovigas de 100MT cada) atingir as principais cidades… acabo.

  8. Fernando Augusto says:

    Informante disse:
    30/11/2011 às 06:30

    tenho ctz que o lucas e o b52 vivem como diz o KLM na disneylandia onde o um grupo de seals acaba com um exercito inteiro


    Ou um OO7 que sozinho entra em uma base e mata tudo e todos, só com uma 7mm

  9. caiozin says:

    China + Rússia + Irã+Síria + líbano + hezbollah + talibã + Paquistão X OTAN

    TOMA OTAN !!! HAHAHAHA

  10. Mércio says:

    Americanos e OTAN não apitam nada, quando a Rússia assovia…

  11. claudio says:

    O grande problema em tudo isso é que ao mesmo tempo a argentina e inglaterra estão para entrar em uma guerra nas malvinas. A grande pergunta que não quer calar. E o Brasil. Como está sua posição. Se apoiar a argentina, temos arsenal moderno para combater a Inglaterra. Passamos da Inglaterra no comércio. Mas estamos anos luz no que se refere ao arsenal de guerra. Vejam por exemplo os ultimos navios de guerra. Os mais modernos do mundo. Estão chegando nas malvinas. Como está nossa marinha, exercito e aeronautica. Cadê a embraer. Que não fabrica um supersonico para a frota brasileira. A embraer ainda pertence aos gringos ? com a palavra a galera do PT, e dona dilma.

  12. claudio says:

    A situação parece estar piorando. As fotos de supostas crianças mortas por militares sírios contra uma família, parecem que vão ser o motivo para que a comunidade internacional aprove sanções contra a síria. Neste momento o tabuleiro do xadrez esta complicado e qualquer coisa que aconteça com as tropas russas vão acusar os USA. O Brasil agora poderia jogar um papel interessante para acalmar os nervos. Temos boas relações com a Turkia e poderiamos influenciar para que a Turquia não ajude os russo e nem deixe passar coisas por suas fronteiras. Agora que precisamos do super lulala.

shared on wplocker.com