Defesa & Geopolítica

Deu no Cavok: Beechcraft AT-6 excluído da competição da USAF

Posted by

http://www.lockheedmartin.com/data/assets/ms2/images/AT-6-640.jpg

A Hawker Beechcraft Corp emitiu o seguinte comunicado na sexta-feira, dia 18 de novembro, depois de receber a notificação oficial da Força Aérea dos Estados Unidos, que seu Beechcraft AT-6 foi excluído de continuar no processo de licitação do programa Apoio Aéreo Leve (LAS) da USAF.

“Fomos notificados pela Força Aérea dos Estados Unidos através de uma carta que a aeronave Beechcraft AT-6 foi excluída da competição Apoio Aéreo Leve. A carta não fornece nenhuma base para a exclusão.

“Nós estamos confusos e preocupados com esta decisão, já que temos estado trabalhando em estreita colaboração com a Força Aérea por dois anos e com nossos parceiros (Lockheed Martin, CMC Esterline, Pratt & Whitney Canada, L-3 WESCAM e CAE), e investimos mais de 100 milhões dólares nos preparando para cumprir os requisitos específicos da Força Aérea. Além disso, o AT-6 foi avaliado e comprovou sua capacidade através de um programa de demonstração plurianual, financiado pelo Congresso, e conduzido pela Guarda Aérea Nacional.

“Nós temos seguido a orientação da Força Aérea de perto e, com base no que vimos, continuamos a acreditar que estamos oferecendo a aeronave de ataque leve mais capaz, acessível e sustentável, medido segundo a solicitação da Força Aérea para a proposta. Solicitamos um esclarecimento da Força Aérea e isso será explorado em todas as opções possíveis nos próximos dias.”

A Embraer é a concorrente do AT-6 com a aeronave Super Tucano. O Programa LAS é uma competição onde a aeronave vencedora deve levar um contrato avaliado em US$ 950 milhões do Departamento de Defesa dos EUA, fornecendo um lote inicial de 35 aeronaves, podendo chegar a 55 unidades.

http://rodrigo.cadoni.vilabol.uol.com.br/1670.jpgSuper Tucano

Super Tucano da Embraer foi construído especificamente para este tipo de missão, enquanto o AT-6 é uma adaptação que não ficou perfeita. A Embraer tem lutado para vender as aeronaves e por isso está oferecendo o Super Tucano de forma muito agressiva.

Pelo comunicado da Hawker, que corria como favorita na competição por ser uma empresa já estabelecida no país e ter um lobby mais forte junto ao Congresso, ainda espera reverter essa decisão, após solicitar a revisão e a explicação do motivo que causou a exclusão.

A empresa ainda disse que ganhar o contrato teria mantido sua linha de produção do T-6 aberta até depois de 2015. Cerca de 1.400 funcionários em 20 estados – incluindo 800 na Hawker Beechcraft em Wichita – trabalhariam nos programas AT-6 e T-6 para Beechcraft e seus fornecedores dos EUA e parceiros.

Fonte: Cavok

37 Comments

shared on wplocker.com