Defesa & Geopolítica

Túnel espacial vai permitir testar propulsão elétrica

Posted by

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/imagens/010130111107-tunel-espacial-1.jpg

Simulador do espaço

A agência espacial alemã (DLR) concluiu a construção do primeiro túnel espacial.

Enquanto os túneis de vento conseguem gerar as condições de voo atmosférico, o simulador espacial consegue gerar as condições do espaço – 236 metros cúbicos de puro espaço em laboratório.

O objetivo é testar a propulsão elétrica, mais conhecida pelos motores iônicos.

O enorme tubo – 12 metros de comprimento por cinco metros de diâmetro – é uma estrutura parecida com uma panela de pressão às avessas, onde fortes bombas atuam para criar um vácuo quase perfeito.

Refrigeradores reduzem a temperatura interior para até -268ºC, para reproduzir com fidelidade as condições do espaço.

Motores iônicos

Os motores iônicos são excelentes alternativas para a exploração do espaço profundo porque geram uma aceleração constante usando uma quantidade de combustível muito pequena.

Mas o empuxo gerado por esta tecnologia é muito fraco para ser testado com eficiência na atmosfera, o que gerou a necessidade da construção do túnel espacial.

Além disso, o feixe de íons que gera o empuxo do motor pode danificar partes da nave – sobretudo os painéis solares -, e esses efeitos precisam ser mensurados antes que a nave seja lançada.

Missões como a sonda lunar SMART-1 e a exploradora de asteroides Dawn já usam motores iônicos.

O simulador alemão agora permitirá que as sondas inteiras – assim como satélites artificiais – sejam testados em condições reais.

Os motores iônicos são também considerados uma das alternativas para controlar o lixo espacial: todos os satélites artificiais teriam um minúsculo motor desses, que seria acionado ao final de sua vida útil, provendo uma reentrada controlada e evitando os sustos recentes do satélite UARS e do telescópio ROSAT.

Fonte: inovaçãotecnologica

19 Comments

shared on wplocker.com