Defesa & Geopolítica

Palestinos miram outras 16 agências da ONU após reconhecimento da Unesco

Posted by

http://4.bp.blogspot.com/-7pmTyFMbOo8/TnfcOnIiZ3I/AAAAAAAABXo/daF9AeAZZ34/s1600/1442_Palestine_UN_1_460x230.png

Depois do reconhecimento como integrante pleno da Unesco os palestinos já fazem planos de conquistar o mesmo status em outras agências da ONU. O principal enviado palestino em Genebra, Ibrahim Khraishi, disse nesta terça-feira que acredita que se juntar a agência da ONU para cultura, educação e ciência vai “abrir as portas” para que o mesmo ocorra em outras 16 agências dentro de semanas.

Khraishi disse que os diplomatas palestinos estão agora planejando capitalizar os resultados da votação que permitiu o reconhecimento da Unesco e se preparam para integrar uma série de outras agências da ONU, além de outras organizações internacionais.

– Agora estamos estudando quando vamos buscar reconhecimento pleno em outras agências da ONU – disse Khraishi. – É nossa meta fazer parte de organizações internacionais e agências da ONU.

Ele disse que o voto da Unesco abre um precedente que permite a busca de um reconhecimento mais amplo.

– Estamos trabalhando nisso, um por um – disse. – Porque agora temos um precedente, nós somos membros plenos de uma das maiores e mais importantes agências da ONU, a Unesco. Então isso vai abrir as portas para nós em nossos esforços de integração a outras agências da ONU.

Em Jerusalém, Yigal Palmor, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, disse que a estratégia palestina não apenas enfraquece a necessidade por conversas de paz, como também pode causar graves danos ao trabalho das Nações Unidas. Ele disse que ao se juntar a agências da ONU, os palestinos tentariam sequestrar esses comitês e iriam pressionar os órgãos para que fossem adotadas agendas contra Israel.

– Haverá um grande dano colateral para os trabalhos das instituições internacionais – ele disse.

O governo Obama anunciou ontem um corte de recursos para a Unesco e funcionários do governo alertaram para um efeito cascata em outros órgãos da ONU em seguida.

Os palestinos desencadearam uma proibição de longa data do Congresso contra o envio de recursos dos EUA a organismos da ONU que reconheçam o Estado palestino antes que seja alcançado um acordo de paz entre israelenses e palestinos.

Ao se juntar a Unesco isso pode dar vantagem para os palestinos na tentativa de fazer parte da Organização Mundial de Propriedade Intelectual da ONU, cujas regras dizem que o reconhecimento como membro é “igualmente aberto” para aqueles que já fazem parte de agências especializadas da ONU. Mas não está claro se isso significa reconhecimento automático e o organismo não comentou o assunto.

A secretária de Estado assistente, Esther Brimmer, enfatizou que caso os palestinos se tornem membros deste organismo, isso “poderia ter sérias implicações para a liderança dos EUA nesta organização” que apoia a infraestrutura global auxiliando empresas americanas a proteger seus interesses de negócios em todo o mundo, segundo notas do Departamento de Estado.

“Os EUA são uma voz de liderança global em assuntos relacionados a patentes, direitos autorais e questões de marca e se os EUA se tornarem incapazes de fazer suas contribuições para a Organização Mundial de Propriedade Intelectual, o impacto dessa voz pode ser reduzido significativamente”, disse a agência americana.

Fadela Chaib, porta-voz da Organização Mundial de Saúde, outra agência da ONU baseada em Genebra, disse que qualquer nação que seja parte das Nações Unidas pode fazer parte do órgão. Para aqueles que não fazem parte, a Assembleia Mundial de Saúde pode aprovar o reconhecimento se um pedido escrito for recebido com ao menos 30 dias de antecedência. O voto da maioria simples dos países presentes na assembleia é considerado suficiente.

O corte de recursos dos EUA para a OMS seria danoso, disse Chaib.

– Claro que precisamos disso. Os recursos americanos são muito importantes, creio que para todos os órgãos da ONU – disse. – São recursos vitais para a OMS.

Fonte: O Globo

6 Comments

shared on wplocker.com