Defesa & Geopolítica

Turquia volta a bombardear áreas do PKK

Posted by

Soldados turcos carregam os caixões de soldados que foram mortos em um ataque de membros dos PKK / MUSTAFA OZER/ AFP

Ataque do PKK contra postos militares turcos ao longo da fronteira com o Iraque já deixou 24 mortos e 18 feridos

A aviação turca voltou a executar na madrugada desta quinta-feira novas operações de bombardeio no norte do Iraque contra acampamentos dos rebeldes curdos, que mataram 24 soldados turcos na véspera.

Aviões F-16 decolaram durante esta noite da base aérea de Diyarbakir, principal cidade do sudeste e que tem população majoritariamente curda, para bombardear região montanhosa iraquiana que abriga várias bases do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Um ataque do PKK contra postos militares turcos ao longo da fronteira com o Iraque deixou 24 mortos e 18 feridos na quarta-feira.

Fonte: Band

Exército turco entra no Iraque com 22 batalhões

O Exército turco iniciou nesta quinta-feira uma operação militar no Iraque com 22 batalhões, para acabar com a presença do grupo armado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), informou o Estado-Maior das Forças Armadas turcas.

Em comunicado em seu site, o Estado-Maior das Forças Armadas turcas detalhou que a invasão no país vizinho iniciou em cinco áreas ao longo da fronteira com o Iraque.

“Com o objetivo de neutralizar os membros da organização terrorista, demos início a uma operação dentro do país e do outro lado da fronteira – no norte do Iraque – em cinco regiões diferentes com a participação de 22 batalhões das Forças Especiais do Exército, de policiais de elite e de amplo um apoio aéreo”, assinala a nota.

Dados dos militares turcos e da rede “NTV” indicam que entre 10 mil e 20 mil soldados participam da operação.

O início da operação ocorre enquanto Nechervan Barzani, sobrinho do presidente do Curdistão iraquiano, Mashud Barzani, e alto dirigente do Partido Democrático do Curdistão (KDP), está em Ancara para reunir-se com o Governo do primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan.

Em entrevista coletiva antes do encontro com Barzani, Erdogan disse que foi ele mesmo quem o chamou e considera possível que os combatentes curdos do norte do Iraque trabalhem com o Exército turco em sua luta contra o PKK.

Sobre a operação militar, o primeiro-ministro turco disse que dará resultado, sem dar mais detalhes.

Fonte: UOL

3 Comments

shared on wplocker.com