Defesa & Geopolítica

Uruguai recebe M41-C do Brasil

Posted by

M41-C

Por Hélio Higuchi e Paulo Roberto Bastos Jr.

Já se encontram em poder do Exército Uruguaio (EU) os quatro primeiros carros de combate (CC) M41-C, que foram doados pelo governo brasileiro.

O veículo é resultado de um reprojeto do carro de combate leve estadunidense M41/M41-A3 Walker Bulldog, dotado com o canhão M32, de 76mm, que o Exército Brasileiro (EB) começou a receber em quantidade cada vez maiores a partir dos anos de 1950, tornou-se a espinha dorsal da força de blindados brasileira. A partir da década de 1970, depois da explosão do preço dos combustíveis, o custo de operação de seu motor original, o Continental AOS 895-3 6 cilindros à gasolina, tornou-se proibitivo e começaram estudos para analisar a viabilidade de sua troca e uma possível atualização desse bom veículo. Chegou-se ao M41-C Caxias, projeto do CTEx com a empresa paulista Bernardini, que era um CC atualizado para os padrões da época, com um alto índice de nacionalização de componentes, dotado de um motor Scania DS14 V8 Turbo diesel e com o canhão recalibrado para calçar munição de 90mm, entre outras modificações. A partir da virada do século, com a chegada de equipamentos mais modernos, o EB gradualmente retirou os M41-C de suas unidades entregando-os aos Parques de Manutenção,  onde ficam aguardando sua baixa.

O EU, que há tempos vem sofrendo com uma quantidade insuficiente de meios, demonstrou interesse em receber até 80 M41-C já desativados, ou em processo de descarga dos Regimentos de Cavalaria Blindada (RCB), que ainda o utilizavam, para serem colocados em uso e também para servirem de repositório de peças. Este ano, já esteve no 9º RCB, de São Gabriel (RS), uma das unidades que cederá os M41-C, o capitan Javier Buscone, do EU, para vistoriar as viaturas disponíveis. Foram selecionados 25 dos 29 oferecidos.

Outro motivo do interesse uruguaio pelo carro é o fato de que já operam uma versão muito parecida com a brasileira, o M41A1 UR, da qual foral adquiridos 22 da Bélgica, depois de recuperados na Alemanha e, em 1998, foram modernizados também pela Bernardini, onde que receberam um motor similar ao dos brasileiros. Entretanto, optaram por equipá-lo com um canhão novo, o Cockerill Mk IV, de 90mm. Receberam as matrículas de E3048 a E3069, sendo que 20 deles estão baseados no Regimiento de Caballeria Blindado Nº 2, na cidade de Durazno, juntamente com um esquadrão de M113 e, os dois restantes estão no Regimiento de Caballeria Nº 4, em Montevideu. Os M41-C destinados ao Uruguai estão no 3º Batalhão Logístico, de Bagé (RS), onde serão revisados antes de serem entregues.

Fonte: Tecnologia & Defesa

29 Comments

shared on wplocker.com