Defesa & Geopolítica

Tensão no Oriente: OTAN planeja invadir a Síria

Posted by

Enviado da Rússia à Otan, Dmitry Rogozin

A OTAN está planejando uma campanha militar contra a Síria para ajudar a derrubar o regime do presidente Bashar al-Assad, com uma meta de longo alcance de preparar uma ponte para um ataque ao Irã, o enviado da Rússia à Otan, Dmitry Rogozin, disse.

O Conselho de Segurança condenou na quarta-feira a violência em curso na Síria e pediu que as autoridades do país parem de usar a força contra manifestantes pacíficos. O Conselho ainda não pediu a interferência da OTAN.
“[Esta declaração] significa que o planejamento [da campanha militar] está bem encaminhado. Poderia ser uma conclusão lógica dessas operações militares e propaganda, que têm sido realizados por alguns países ocidentais contra a África do Norte”, Rogozin disse em uma entrevista ao jornal Izvestia publicado na sexta-feira.
(*) Clikc no mapa para ampliar

O diplomata russo apontou para o fato de que a aliança tem o objetivo de interferir apenas com os regimes “cujas opiniões não coincidem com os do Ocidente”.

Rogozin concordou com a opinião expressa por alguns especialistas de que a Síria e mais tarde Iêmen poderiam ser os últimos passos da OTAN no caminho para lançar um ataque contra o Irã.
“O laço em torno do Irã é de aperto. Planejamento militar contra o Irã está em andamento. E certamente estamos preocupados com uma escalada de uma guerra em grande escala nesta região enorme”. disse Rogozin.
Tendo aprendido a lição da Líbia, a Rússia “continuará a se opor a uma resolução forçada da situação na Síria”, disse ele, acrescentando que as conseqüências de um conflito em larga escala no norte da África seria devastador para o mundo inteiro.

Fonte: Ria Novosti, via Sempre Guerra

39 Comments

shared on wplocker.com