Defesa & Geopolítica

Caças F-22 Raptor dos Estados Unidos continuam proibidos de voar

Posted by

Bob Stevens, CEO da Lockheed Martin

Os testes realizados pela Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), após ocorrências de falta de oxigênio experimentada por alguns pilotos de F-22 Raptor nos últimos meses, não têm sido capazes de reproduzir as condições semelhantes com relação às ocasiões que elas ocorreram de fato.

Falando recentemente para um grupo de analistas que acompanham as investigações, Bob Stevens, CEO da estadunidense Lockheed Martin, fabricante da aeronave, disse que a empresa está trabalhando em estreita colaboração com a USAF, a fim de se alcançar uma resposta para o problema que levou a suspensão dos voos de toda a frota do modelo. “A USAF vem utilizando, a bordo de um F-22 especialmente destacado para os testes, uma instrumentação muito sofisticada para executar um minucioso monitoramento do sistema de geração autônoma de oxigênio instalado na aeronave. Os voos estão acontecendo para verificar se o problema existe realmente e se ele pode ser detectado, daí então tomaremos as medidas para eliminá-lo. Até agora eles não se repetiram e suas causas permanecem um mistério”, explicou.

Fonte: Tecnologia & Defesa

23 Comments

shared on wplocker.com