Defesa & Geopolítica

Exército argentino expõe aeronave não tripulada Lipán M3 na Tecnópolis 2011

Posted by

Por Infodefensa

Durante a megaexposição argentina de Ciência, Técnica e Arte Tecnópolis 2011, em Buenos Aires, expõe a aeronave não tripulada Lipán M3.

A Lipán M3 foi concebida para operações de vigilância, reconhecimento aéreo e inteligência, desenvolvida inteiramente pelo pessoal do Exército argentino, que vem pesquisando e desenvolvendo este tipo de avião desde 1996. A tecnologia VANT desenvolvida na Argentina é a primeira do gênero em toda a América Latina.

Este modelo é parte do primeiro Sistema Aéreo Tático Não Tripulado, e as primeiras unidades foram destinadas, no mês de dezembro de 2007, ao Destacamento de Inteligência de Combate 601 do Exército argentino. O projeto Lipán M3 está preparado para realizar missões noturnas e em condições meteorológicas adversas.

Características

O Lipán M3 pode obter dados e informações sobre as características geográficas das regiões exploradas e suas condições meteorológicas. Ele dispõe ainda de dispositivos de transmissão de sinais de vídeo de alta resolução, telemetria e dados de posicionamento global.

Com alcance de 40 quilômetros e autonomia de cinco horas, pode atingir a velocidade máxima de 170 quilômetros por hora, transportar 20 quilos de carga útil e chegar a 2 mil metros de altura. Sua envergadura é de 4,6 metros, comprimento de 3,55 metros e pesa 60 quilos.

A aeronave decola com controle remoto e, uma vez no ar, permite que seja programada uma rota com até 1.000 pontos de referência para voar de maneira autônoma, pousa de forma manual e sua autonomia só lhe permite manter a altitude e a velocidade.

É equipado com câmeras multifocais e um sistema de visão infravermelha, que são multiplexados para que as imagens possam sair do transmissor de vídeo e ser recebidas na estação de controle terrestre. Esses sinais são recebidos por uma antena direcional que se orienta manualmente, segundo o movimento do avião.

O Centro INTI-Electrónica e Informática e o Exército argentino estão desenvolvendo em conjunto um software para o movimento automático da antena para as aeronaves não tripuladas Lipán.

Fonte: Diálogo

13 Comments

  1. katholikoromano says:

    Porcaria tecnológica.

  2. Lucas says:

    Belo coco…. Os nossos israelenses sao muito melhores, claro que o deles e nacional, mas temos o nosso tambem, e esta muito bem… E ainda e muito menor que este, sendo operado para curto alcance apenas para indentificar alvos proximos e otimo, pois como dito aqui msm, parece 1 passaro…

  3. Gabriel lima says:

    CONCORDO O Brasil OU A ORBISAT RADARES MELHORES E MOTOR EH O DE MENOS NESSE CASO.. ESSE TEM UM PEQUENO RAIO DE AÇÃO E POUCA AUTONOMIA…….. POREM MOSTRA QUE A ARGENTINA TEM POTENCIAL EM TECNOLOGIA SERIA BOM MANTERMOS MAIS PARCERIAS COM ELES.. SE NAUM SAIR ND BLZ MAIS SE SAIR ESTAREMOS JUNTOS….!!!!!

  4. Gershon says:

    Felicitaciones a los hermanos argentinos.

  5. Adriano says:

    É legal ver a Argentina dar sinais de vida…

  6. Ramir says:

    Eles podem ter sido os primeiros, mas os nossos estão bem mais avançados.
    Mas é louvável a Argentina dar sinal de vida e desenvolvimento.

  7. lucena says:

    A TECNOLOGIA ARGENTINA
    .
    .
    Um excelente projeto é esse dos hermanos do sul,uma boa parceria para um futuro bem próximo; afinal eles tem um bom parque tecnológico reconhecido mundialmente.
    .
    Muita tecnologia da Argentina,tivera origem dos muitos alemães que para ali foram depois da II GM,assim como aconteceu com os EUA(operação clip no papel) e na Rússia(URSS).
    .
    O problema deles é igual ao nosso, faltou dindim,para ir em frente.

  8. Guilherme says:

    Tava pensando em fazer um desses em casa. Será que é possível? O problema certamente é desenvolver o software de controle e a transmissão de dados (que não deve ter componentes baratos).

  9. Eles estão de parabéns , é um produto nacional deles…Qto a nós vamos de produto judeuSS , e tendo empresas capazes de fazer = ou melhor…Sds.

  10. Rafael-JF says:

    Enquanto isso gastamos milhoes comprando do exterior,
    .
    As aeronaves Argentinas podem não ser grande coisa comparado com as que compramos de Israel.
    Mas já é um começo de independencia. ponto para eles.
    .
    Estamos esperando os nossos estarem totalmente operacional e fabricado em grande escala.

  11. Alexandre says:

    Os nossos já existem e tb são bons , é só olhar nas matérias postadas aqui no PB.
    ———————————————————-
    Aliás , só como sugestão, o PB poderia fazer como outros sites fazem, colocando os links de matérias relacionadas no final, seria de grande ajuda, principalmente para quem não vem acompanhando o PB.

  12. Mariano S.Silva says:

    Eu não sei se muitas das pessoas que aqui escrevem sabem que a Argentina, não só foi pioneira, como também foi quem lançou a ideia da fusão termonuclear por confinamento magnético. Os norte-americanos embarcaram neste bonde depois. Isto aconteceu no governo de Perón.

  13. Wi says:

    Não entendo muito bem porque,
    más cada vez que surge um “VANT novo no pedaço”, ele é pŕoclamado como o 1º a ser feito, talvez cada um deles tenham características próprias, que os tornem os primeiros em alguma coisa…
    .
    Links para matérias sobre alguns (existem outros projetos) VANTs do Brasil:
    .
    www*odenir*tumblr*com/post/1062537514/os-vants-do-brasil
    .
    http://www.planobrasil.com/2011/05/04/gyrofly-innovations-lanca-novo-modelo-de-mini-vant/
    .
    www*iae*cta*br/noticias/17062010_Projeto_VANT_concluido_junho.php
    .
    www*advivo*com*br/blog/luisnassif/usp-cria-primeiro-veiculo-aereo-nao-tripulado-nacional
    .
    *Trocar asteriscos por pontos.

shared on wplocker.com