Categories
Espaço Fotos do Dia Tecnologia

CLA Está Pronto para Operações de Lançamentos de Grandes Foguetes

http://www.defesabr.com/Tecno/VLS_CLA%20.jpgTecnologicamente avançado e pronto para realizar lançamentos de grande porte. Essa foi a conclusão sobre o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) manifestada ontem pelos ministros Nelson Jobim (Defesa),Paulo Bernardo (Comunicações) e Moreira Franco (Assuntos Estratégicos) ao visitarem na manhã de ontem as instalações do CLA. A avaliação servirá como base para um relatório que será encaminhado pelo Ministério da Defesa para a presidente Dilma Rousseff com o objetivo de solicitar aumento do orçamento para investimento das atividades espaciais.A presença dos ministros no Centro de Lançamento de Alcântara dissipou definitivamente a polêmica de que o Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, poderia ser substituído por outro centro operacional, como vinha sendo especulado. De acordo com o ministro Nelson Jobim, a tecnologia já existente no CLA permite ao Brasil pensar na autonomia das atividades ligadas ao espaço, como, por exemplo, colocar em órbita os próprios satélites geoestacionários. Mas, para isso, ele reconhece que é preciso investir em operações com os Veículos lançadores de satélites (VLS), cujas atividades vão acontecer no CLA.

“Ter um programa espacial forte é fundamental para a autonomia do país, mas para isso temos que voltar nossos olhos para os nossos pontos centrais do Programa Espacial Brasileiro que se encontram no CLA e no programa Alcântara Cyclone Space (ACS)”, enfatizou Jobim.

“O que o Brasil precisa é ter capacitação e autonomia, e o desenvolvimento do CLA é fundamental”
Nelson Jobim
Ministro da Defesa

Recursos

Jobim ressaltou ainda que a visita ao Centro de Lançamento de Alcântara objetiva trazer novos recursos para o Programa Espacial como um todo, pois, no início deste ano, ocorreu um corte de R$ 50 milhões no orçamento destinado à Ciência e Tecnologia. Como reflexo do corte, foram reduzidos lançamentos previstos no cronograma anual do CLA, que de 14 passou para sete este ano.“Com base no que observamos, percebemos aqui uma tecnologia forte, preparada para lançamentos complexos. No entanto, ainda é preciso fazer novos investimentos para acelerar nossas atividades. Essa visita é a base de um relatório para solicitarmos novos investimentos à presidente Dilma”, adiantou.

Sobre a tecnologia do CLA, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, se disse impressionado não só com os recursos físicos, mas também com a preparação dos técnicos no CLA, o que deixa o governo bastante otimista com relação a futuros lançamentos. Quanto aos cortes no orçamento, o ministro classificou como ajustes necessários do governo, mas disse que está otimista com a possibilidade de novos recursos.

“Os programas de desenvolvimento, incluindo o espacial, são prioridades nos assuntos estratégicos brasileiros. No futuro, criaremos os nossos próprios satélites geoestacionários. Não temos nenhuma dúvida que a presidente Dilma vai dar sinal verde para novos investimentos”, observou Paulo Bernardo.

Programa

Para o presidente da Agência Espacial Brasileira, Marco Antônio Raupp, a visita ao CLA serviu para definir pontos atualmente prioritários do Programa Espacial Brasileiro, que é simbolizado pelo Centro de Lançamento e Alcântara Cyclone Space, que devem realizar lançamentos de grande porte no próximo ano no Maranhão.“Os dois pontos fundamentais do programa são a ACS e o Centro de Lançamento de Alcântara. No próximo ano, a ACS deverá lançar o foguete Cyclone 4 e o CLA será responsável pelo lançamento do VLS, pois plataforma de lançamento encontra-se em fase de finalização”, destacou.

Raupp viajou no início do mês a Ucrânia, onde conheceu a tecnologia empregada no foguete Cyclone 4, que será lançado do CLA. “Eu voltei de lá muito otimista. O processo de fabricação do foguete está bastante adiantado e para nós, que somos responsáveis pelas instalações físicas do CLA, o programa ACS é uma de nossas prioridades”, definiu.

Sistemas

O novo sistema da Sala de Controle do Centro de Lançamento de Alcântara, que estava em fase de testes nos últimos lançamentos, foi inaugurado oficialmente ontem com a presença dos ministros, do presidente da AEB, Marco Antônio Raupp, e do comandante da Aeronáutica, Juniti Saito. A modernização da sala foi iniciada há três anos.Ontem, foi simulado o funcionamento de todos os sistemas da Sala de Controle, como telemedidas, rastreio e de monitoramento de vôo. Os sistemas analógicos foram substituídos por digitais, o que minimiza questões de interferências nos lançamentos.

A comitiva visitou ainda a Casamata – sala de monitoramento do foguete – que também foi modernizada, e a Torre Móvel de Integração (TMI), que se encontra em fase final da interligação dos sistemas eletrônicos e de comunicação. Os ministros sobrevoaram a área onde está sendo construído o sítio de lançamento da ACS.

De acordo com o diretor do CLA, coronel Ricardo Rodrigues Rangel, a visita dos ministros consolida a importância do Centro para a autonomia do país. “Hoje com a conclusão da modernização do CLA, mostramos que estamos completamente preparados para lançamentos de grande porte. A visita dos ministros é um reflexo disso. Nós estamos preparados para fazer o primeiro vôo de qualificação do VLS em 2012”, enfatizou Rangel.

MAIS

Torre Móvel de Integração

Investimento:
R$ 44 milhões

Conclusão:
Inicio de 2012

Primeiro lançamento:
Primeiro semestre de 2012

SETORES MODERNIZADOS

Sala de Controle:
– desempenha as atividades de telemedidas, rastreio e monitoramento dos foguetes durante o lançamento

Casamata:
– setor responsável pelo monitoramento e preparação do foguete antes do lançamento

Modernização:
– substituição dos equipamentos analógicos para digital para otimizar as atividades de rastreio

CLA

O Centro de Lançamento de Alcântara – CLA, organização do Comando da Aeronáutica, é subordinado ao Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial – CTA e atua nas missões de lançamento e de rastreio de engenhos aeroespaciais, coleta e processamento de dados de suas cargas úteis, incluindo testes e experimentos científicos de interesse da Aeronáutica, relacionados com a política
nacional de desenvolvimento aeroespacial.

Fonte: O EstadodoMaranhão via AEB

24 replies on “CLA Está Pronto para Operações de Lançamentos de Grandes Foguetes”

òtimo, + q foguetes iremos lançar da CLA? O VLS está em fase de testes, ou seja ainda e experimental…vamos de sonda isso e aquilo…sds.

Pois é carlos argus!!! E veja tamben que só agora foi passado os equipamentos de analogicos para digitais mas pelo menos esta feito e tem prazo agora pra lançamento. Espero que de tudo certo.

O dinheiro do aumento de soldo dos militares, está indo para o projeto espacial brasileiro, que é federal.
Absurdo!

1maluquinhosays:

É né e esses 3 porquinhos são especialistas e experts em avaliarem e certificarem né e espero que não seja igual na estorinha que as casas se foram…….Moreira Franco Ministro da Secretaria de Assuntos Extrategicos rsrs rsrs Esse deve ser embalsamado e ficar para a posteridade rsrs rsrs So no Brasil mesmo que se tem essas bizarrices rsrs rsrs

1maluquinhosays:

Sr.Nelson Jobim a finalidade de Alcantara não resumisse somente em termos capacidade de lançarmos nossos proprios satelites não criatura mas no ingresso do pais no seleto e altamente rentavel clube de lançadores de satelites é maior e mais complexo que teu raciocineo rsrs rsrs

Torre Móvel foi uma excelente ideia.
.
Só esta faltando uma coisa, O foguete!

COMEÇOU A CAMINHAR
.
.
É impressionante como é o nível de pessimismo para com o Brasil.
.
Reclamam quando o projeto de pesquisa espacial não anda e se anda, reclamam que é tarde de mais,e se está funcionando, reclama porque é pouco dinheiro e se tem dinheiro, reclama que é errado colocar ali.
.
É dificílimo mesmo as coisas e as pessoas no meu querido Brasil.
.
Mas é bom assim, pelo menos as reclamações são por esta fazendo alguma coisas que não seja a contento;o pior se não estivesse fazendo nada;seria catastrófico.
.
Mas aos poucas o programa brasileiro esta tomando uma certa dinâmica própria, produto de uma política que ainda necessita ser aprimorada até chegar ao nível de excelência, igual as das grandes potências que dominam a área espacial.
.
Estão certos, em passos lentos mais precisos e constante,o que não pode é ficar estático.

Cadê o VLS ?? Em que patamar de desenvolvimento ele está ?

O dinheiro dos superfaturamentos no Brasil em 10 anos já seria suficiente para mil foguetes deste.
E tomara que já tenham um VLS militar. Não entra na minha mente… anos 70 começamos!.. temos escolas de ENGENHARIA NUCLEAR, BÉLICA E AEROESPACIAL já faz um tempo.. centrífuga mais eficiente do mundo. Até pesquisa em propulsão a laser. Isto é muito estranho. Devem esconder da população a realidade só pode. Tecnologias escondidas da sociedade com que propósito? Não tem como não pensar em conspiração.

Cils Zayitsays:

Cade o Cyclone 4?

Eduardo Ramossays:

tomara que dessa vez tome-se todos os cuidados em todos os procedimentos antes do lançamento para evitar outra tragedia como a ocorrida em 22 agosto de 2002 que vitimou 21 tecnicos do CLA e trouxe irreparaveis perdas ao programa espacial brasileiro , se foi fatalidada ou erro humano ou ate sabotagem que se evite isso para que dessa vez possamos lançar um foguete seja nacional ou ucraniano enfim ,sabotagem espero que a ABIN e PF tenham competencia para evitar uma ação criminosa contra o Cyclone 4 e que as forças armadas evitem que qualquer avião ou sonoboia possa chegar perto do litoral de alcantara para decartar qualque ameaça ao lançamento não querendo ser radical mas qualquer turista estrangeiro que estiver na quela região na data de lançamento e suspeito quero poder ver o lançamento espero que alguma TV compromissado com o nosso pais possa transmitir ao vivo o lançamento

Concordo com vc Lucena, estou esperando 2012 chegar, sucesso no lançamento do nosso VLS e a compra de novos caças seja qual for , compra das novas fragatas , termino do upgrade dos F5 e,A1 e A4, novos subs, novos heli franceses e russos,novas vants, novos blindados, enfim uma nova força militar que há anos esperávamos, e isso tudo com TT, gerando empregos aqui. Muito bom.

Falou tudo lucena…
vamos deixar de ser pessimitas…
é claro que é pouco… mas ja Évalgo!

Quando o inimigo tem poder até sua sombra dar medo; Sua
sombra estar mais distante, anda cabisbaixa. Vamos mostrar
que é possivel aos brasileiros mudar de patamar sem prejudicar uns aos outros, todos tem lugar ao sol até
mesmo os mais hunildes, espere e verás!
Quanto ao foquete é uma questão de tempo, Aguardem!
O Sr.RAUPP sabe como anda a construcão do projeto CYCLONE,
esteve lá.
Os representantes das verbas estão motivados, isso é ótimo.

Se jogar dinheiro e ter paciência para fazer bem feito ai acredito que tudo dará certo agora!…sorte Brasil.

1maluquinhosays:

O problema que o grosso da grana investiada os Ucranianos so hipotecando a Ucrania tem como nos ressarcirem rsrs rsrs e aos que perguntam onde esta o nosso VLS ou em que estagio esta os Ucranianos ja levaram ele la pra Cabo Canaveral rsrs rsrs E o pior de tudo,repassam de pronto todo os segredos do Cyclone aos EUA que estão interessados e com eles ja se associaram nisso e a nós seus socios e credores não repassam nada rsrs rsrs Calma galera vai subir um foguetão arrumado 100% nacional.Ate o propulente é Tupyniquim.Enquanto isso contente-sem com este intrigante video caseiro capturado em uma localidade que não tem base de lançamentos e nem de testes http://www.youtube.com/watch?v=77s_ee765h8 QUE RABÃO BONITO O BICHANO TEM HEIM…

1maluquinhosays:

Pelo amor de Deus gente compreendam que Alcantara ja é um sussesso e realidade e torna-se a cada dia mais sofisticada e operacional.O proposito do Brasil la esta a decadas de anos luz a frente do que um mero VLS e um mero Satelite.De la sera lançado boa parte das solicitações de lançamentos de satelites do mundo e isso gerara uma fortuna ao Brasil.

muito boa noticia agora so falta o que o candidato eneas falava

Eu já vi esse foguete de perto. Assusta … Gostei de ver a iniciativa dos brasileiros de refazer logo o projeto, e com mais cuidado. Tomara que dê certo.

Cils Zayitsays:

É fato que ao saberem da parceria Brasil-Ucrania, os ianques logo desembarcaram em solo ucraniano e foram investigar o acordo bilateral. Exigiram dos ucranianos que não repassassem a tecnologia do foguete aos brasileiros. Eles estão com todos os dados do artefato, o que me deixa mais arisco ainda, pois fica mais fácil uma nova sabotagem. Espero que no lançamento do cyclone ou vls, as forças armadas isolem a região toda, incluindo a costa.
Uma perguntinha: Porque tanto medo dos brasileiros dominarem a tecnologia dos lançadores??? Será que existe uma arma secreta brasileira que depende desses veículos?

Cils Zayit, realmente … Não dá para confiar nos americanos. Eles vão jogar areia na nossa iniciativa de defesa. Sou mais termos uma parceria tecnológica com os russos, chineses e indianos. Outra coisa, os militares brasileiros estão ganhando muito mal. Isso é um absurdo!
Tem que mudar alguma coisa em relação às FFAA. Precisamos de militares tecnológicos e futuristas.
Dilma tem que tirar Jobim e colocar um Ministro da Defesa com visão futurística e tecnológica,e valorizar mais os pesquisadores e cientistas das FFAA.

David Queirozsays:

Cils Zayit, É que eles sabem que o Brasil domina todo o processo de enriquecimento de urânio, além de que eles ficaram espantados quando um fisíco brasileiro do Ceará desvendou todo o processo fisíco-matemático da detonação e construção da mais poderosa arma nuclear dos EUA que é a W87, nessa época a AIEA caiu de pau no Brasil e até exigiram que a publicação do livro fosse proíbida.
Ou seja, nós podemos enriquecer urânio de forma autônoma, pois dominamos todo o ciclo, e também sabemos fazer bombas atômicas, o que falta somente é o VLS. Por isso, é que eles tem tanto medo de que o Brasil consiga o domínio dessa tecnologia espacial, pois em uma eventual guerra, poderíamos atingir qualquer parte do mundo com nossas ogivas (convencionais ou nuclear), a partir da base de Alcântara.

Felipe Rodrigosays:

Não da pra construir uma casa com 5 mil reais, do mesmo geito que o brasil não vai fica pareô ha pareô com outros países se não aumentar seu investimento na aérea Espacial.

Comments are closed.