Defesa & Geopolítica

Rapidinhas geoestratégia

Posted by

Brasil vai construir hidrelétrica na Nicarágua

O Brasil vai construir uma hidrelétrica de US$ 1 bilhão na Nicarágua, em um projeto que envolve a Eletrobrás, a empreiteira Queiroz Galvão e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A obra – acertada com o governo nicaraguense durante a presidência de Luiz Inácio Lula da Silva – é considerada essencial pelo presidente Daniel Ortega, por razões estruturais, já que vai representar 27% da energia elétrica do país, mas também políticas. A hidrelétrica será um dos principais trunfos para a campanha de Ortega pela reeleição neste ano.

Para o chanceler, a hidrelétrica ajudaria a Nicarágua a garantir estrutura para indústrias brasileiras que quiserem se instalar no país. Em troca, seria possível aos empresários usufruir do tratado de livre comércio que o país tem com os Estados Unidos.

Do custo total da hidrelétrica, o planejado é que a Eletrobrás entre com pelo menos US$ 200 milhões. Outros US$ 342 milhões serão aportados pelo BNDES através de financiamento para bens e serviços exportados pelo Brasil para aplicação na obra. A construtora Queiroz Galvão entraria com outra parte, assim como o Banco Centroamericano de Integración Económica.

A engenharia financeira da obras prevê que a Eletrobrás e a Queiroz Galvão teriam, ao final, 90% da hidrelétrica, unidas em uma nova empresa, a Centrales Hidrelétricas de Centroamérica (CHC). Os outros 10% pertenceriam à Empresa Nicaraguense de Electricidad.

Pendências. Apesar da sutil pressão diplomática, ainda há detalhes a resolver para que o projeto se torne realidade. Entre eles, estão as mudanças no estatuto da Eletrobrás, que permitam a estatal se internacionalizar.

O que cabe ao governo local, no entanto, deve correr mais rápido agora. Prestes a enfrentar uma campanha para a reeleição de novembro, Ortega vê a hidrelétrica como um trunfo eleitoral. Apesar de ter, nas últimas pesquisas, alcançado mais de 47% das intenções de voto – é necessário apenas ultrapassar 35% para ser reeleito no primeiro turno – Ortega enfrenta uma oposição dura.

A Nicarágua cresceu 4,5% em 2010, mas tem hoje um apoio econômico importante da Venezuela de Hugo Chávez. A crise internacional e a possibilidade real do governo venezuelano perder a capacidade de continuar investindo no país ameaçam Ortega. Outro problema para o presidente nicaraguense é sua contínua defesa do ditador líbio Muammar Kadafi, explorada a exaustão pela oposição.

Fonte: Estadão

Engenheiros brasileiros são encontrados mortos no Peru

Dois engenheiros brasileiros foram encontrados mortos nesta quarta-feira no norte do Peru. Mario Gramani Guedes e Mario Augusto Soares Bittencourt eram funcionários da empresa Leme Engenharia e estavam no país fazendo um estudo prévio para a construção de uma hidrelétrica.

A empresa confirmou a morte dos dois funcionários, mas não informou suas circunstâncias.

O Itamaraty disse à BBC que os engenheiros desapareceram na segunda-feira e que, segundo a polícia peruana, os corpos foram encontrados sem sinais de violência. Uma das hipóteses que os investigadores locais estariam trabalhando seria morte causada pelo frio ou pela altitude.

No entanto, de acordo com o site da rádio peruana RPP, os dois teriam sido mortos por camponeses da região, que seriam contrários à construção da hidrelétrica.

Autópsia

A Leme Engenharia disse que está dando apoio psicológico e financeiro às famílias das vítimas e que acompanha as investigações da polícia local.

A autópsia será feita em Bagua Grande e, em seguida, os corpos serão levados para a cidade de Chiclayo e depois para Lima.

Um diplomata da Embaixada do Brasil em Lima já viajou à região para acompanhar o caso e auxiliar no translado dos corpos.

Fonte: BBC Brasil



19 Comments

shared on wplocker.com