Defesa & Geopolítica

Brasil se sai melhor que ricos, mas ainda tem que avançar entre emergentes

Posted by

Sugestão: Lucena

Vinicius Albuquerque, do R7

Economia superou desempenho de EUA e Europa, mas está atrás de China e Índia

O governo está tentando por o pé no freio, mas ainda assim o PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas por um país) brasileiro avançou em ritmo considerável: 1,3%, na comparação com o quarto trimestre (período de outubro a dezembro) de 2010. O ritmo superou o de ricaços como os Estados Unidos e a União Europeia, mas para ser páreo para a China e a Índia, ainda é preciso avançar.

Entenda como o PIB influencia sua vida

A economia americana cresceu apenas 0,4% entre janeiro e março, em relação ao último trimestre de 2010. O país ainda não está curado da crise que derrubou a economia global entre 2008 e 2009 – e os sinais não são animadores: o desemprego em maio no país avançou e foram criadas poucas vagas (54 mil, contra previsões de cerca de três vezes mais).

Na Europa como um todo – União Europeia e zona do euro – o desempenho também foi fraco: a crise na Grécia, devido ao endividamento do país, tem prejudicado o bloco como um todo (Portugal, por exemplo, entrou em recessão recentemente). O crescimento no trimestre passado na comparação com o último de 2010 foi de apenas 0,8%. A Alemanha se saiu melhor que o Brasil, mas a França teve desempenho pior – apenas para citar dois casos.

Já entre os Bric (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que reúne as principais economias emergentes, o Brasil continua em terceiro. A China, na comparação do primeiro trimestre deste ano com o último de 2010, cresceu 2,1%. A economia chinesa tem dado sinais de desaquecimento, mas continua com muito fôlego.

Para a Índia há apenas a comparação entre o primeiro trimestre deste ano e o mesmo período do ano passado; nessa relação, o PIB indiano avançou 7,8%. O do Brasil, por sua vez, cresceu 4,2%. Mesmo a Rússia, que tem tido desempenho inferior ao do Brasil, ficou atrás por pouco – cresceu 4,1% no trimestre passado.

Fonte: R7

10 Comments

shared on wplocker.com