Defesa & Geopolítica

Dia da Cavalaria anima o parque

Posted by

http://multimidia.radioguaiba.com.br/thumb.aspx?Caminho=multimidia/2011/05/16/175150.JPG&Tamanho=480&HW=1Centenas de pessoas foram acompanhar as comemorações pelos 203 anos de nascimento do Marechal Osório em Tramandaí.

Centenas de pessoas acompanharam na manhã de sábado as comemorações pelos 203 anos de nascimento do marechal Manoel Luis Osório, patrono da Arma de Cavalaria, do Exército. Anualmente o evento é promovido pelo Comando Militar do Sul, em homenagem ao Dia da Arma de Cavalaria, data de nascimento do patrono (10 de maio). Como tradicionalmente ocorre, a apresentação e as homenagens foram realizadas no Parque Histórico Marechal Manoel Luis Osório, em Tramandaí, no Litoral Norte, onde localiza-se a casa em que Osório nasceu.

A cerimônia, que integra a Festa Nacional da Cavalaria, reuniu autoridades militares, como o chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, general de Exército Rui Monarco Júnior e o chefe do Comando Militar do Sul (CMS), general de Exército Carlos Bolivar Goellner, e civis, como os prefeitos de Osório, Romildo Bolzan Júnior, e de Tramandaí, Anderson Hoffmeister. Para o general de Exército Carlos Bolivar Goellner, mais uma vez a festa foi um verdadeiro espetáculo para todo o público, lembrando com méritos a trajetória vitoriosa do patrono da Arma de Cavalaria.

Apesar do tempo instável, inclusive com chuva fraca em alguns momentos, o público acompanhou de perto as apresentações em homenagem à trajetória e as conquistas de Marechal Osório. Muitos vieram de outras cidades gaúchas, como de Santa Maria e Porto Alegre. Militares de bases no Interior também estiveram presentes, já que as encenações contaram com a participação de integrantes de diversos agrupamentos. Com aplausos vibrantes, cada chegada dos cavalarianos era exaltada pelas pessoas, em especial pelas crianças.

O início das homenagens foi marcado pela chegada das lanças de honra e de guerra do Marechal Osório. A primeira foi entregue no Rio de Janeiro pelo governo no regresso de Osório após a guerra do Paraguai. Já a usada na guerra foi doada na campanha do Uruguai pelo general Bento Manoel Ribeiro. Após, houve uma encenação recontando os principais momentos da vida do patrono da Arma da Cavalaria, como quando aos 15 anos ingressou na Cavalaria do Exército e as participações em confrontos, até o seu falecimento, em 1870, no Rio de Janeiro.

Mas um dos momentos mais aguardados pelo público foi o “final do confronto”, chamado de “carga”, quando em meio a explosões, os cavalarianos, juntos a tanques de guerra, atravessaram o cenário da apresentação.

Depois, com o encerramento das encenações, os tanques de guerra e os carros de ataque chamaram a atenção dos presentes, que aproveitaram para tirar fotos juntos aos veículos e ver de perto os veículos de confrontos.

As comemorações ao Marechal Osório fazem parte da tradição de Osório e Tramandaí. Os prefeitos dos dois municípios, Romildo Bolzan Júnior e Anderson Hoffmeister, respectivamente, lembraram que o evento é uma homenagem também às histórias das duas cidades. “Nós dois desde pequenos vínhamos aqui para acompanhar essas apresentações, assim como nossos familiares e outras centenas de famílias. É impossível esquecer o seu legado”, comentou o prefeito de Tramandaí.

Para o prefeito de Osório, Bolzan Júnior, a Festa é uma
maneira de reverenciar uma das principais personalidades do Litoral Norte, Marechal Osório.

Fonte: Correio do Povo

5 Comments

shared on wplocker.com